Desilusão


Não foi uma grande final. Nem foi um jogo particularmente bom. Foi controlado desde o 1º golo pelo Barça, a jogar a passo, trocando a bola simples e sem inventar muito. Não deu hipótese. Não daria a ninguém. Nem ao grande Manchester United. O que custa mais é vermos uma equipa desanimada, sem alma, sem força moral para dar a volta ao resultado, e pensar cá dentro: “Podíamos ter sido nós ali, e com mil Sonkayas, tínhamos dado mais réplica! Se calhar encaixávamos mais, mas havia mais garra!”

Deixar uma resposta