Baías e Baronis – Época 2008/09 – Hulk


HULK

Admito que quando o vi chegar pensei “ora bem, este vem da segunda divisão japonesa, parece-me bem, este é grande vedeta para ser despachado para o Setúbal a meio da época”. Enganei-me tanto como me enganei quando comprei EDP Renováveis na entrada em bolsa. O rapaz impressiona pela força, velocidade, o primeiro nome, potência de remate e a alcunha ridícula. Fez uma época em crescendo até os jogadores das outras equipas terem começado a ceifar o tipo com a complacência dos árbitros (o jogo em Guimarães é ridículo), chegando ao cúmulo da meia-final da Taça de Portugal, onde Nei desfez o fulano com mais uma sarrafada e o encostou até ao fim do ano. Marcou, também para a Taça, um dos melhores golos que tenho memória, correndo 60 metros à frente do Rochemback e fuzilando Rui Patrício em pleno Alvalade XXI. Todos os adeptos esperam ver mais dele, e especialmente mais inteligência em campo. Pode ser um dos melhores jogadores do mundo se continuar a evoluir. Espero que o confirme no Porto!
VEREDICTO: BAÍA

Deixar uma resposta