D.Fábio I: O Gordo

Em declarações ao Record, diz o seu agente que o Fábio (daqui em diante conhecido como “Fabião”) não está gordo, que teve um filho e que está mais maduro. Ora creio que posso assumir que Fabião não assumiu parte da gravidez da sua esposa e não terá accionado nenhum mecanismo de solidariedade entre cônjuges que lhe permitisse aliviar o peso do ente feminino e ficar ele com o encargo. Acho que está fora de questão. Ora então isto vai depender da definição de gordo para Vifran Pompeu, agente de Fabião e detentor de um nome digno de um gladiador romano. Se me perguntarem a minha opinião (raramente o fazem mas transmito-a de qualquer forma) diria que o rapaz está algures entre o Professor Carvalho Rodrigues e o Jabba the Hutt. Aliás, diria que deve partilhar mais semelhanças com este último, pois acredito que um dos grandes amores da vida de D.Fábio não se prenderá tanto com as astronomia como acontece com o Professor, mas talvez mais com o restaurante que tem o mesmo apelido que o famoso personagem do universo Star Wars, esquecendo aquele “t” do fim que não faz jeito para a metáfora.
Rochemback nunca foi um rapaz magrinho. Esperem lá, se calhar foi. Ah, sim, mas isso eram outros tempos, os pastéis de Belém eram uma borrada e a manteiga sabia a ranço.
Eu próprio comecei uma dieta aqui há uns meses e já perdi 11 kg no processo. Custou como roer cornos mas tive de abdicar de algumas coisinhas que me eram muito queridas (cerveja, queijo, cerveja, bacon, cerveja, massas com molhos à base de natas, cerveja…) mas com mil adeptos benfiquistas, lá cheguei. Dar umas corridas também ajuda, Fábio, consta que há uma forma interessante que dá pelo nome de “queimar calorias”, é giro e ajuda o organismo a livrar-se de tudo o que não sai directamente quando dás um salto à latrina aí em Alcochete.

De qualquer forma, Rochemback está bem co-adjuvado pelo Miguel. Qualquer um é um argumento de peso (não resisti) no meio-campo do Sporting, fazendo inclinar a balança (mais uma vez as minhas desculpas) para o lado verde-e-branco quando a vida lhes corre bem. E para além do mais devem fazer companhia um ao outro nas comezainas, que isto de beber uma grade e mamar duas ou três doses de rancho é mais fácil quando se têm amigos por perto. Ah…que grandes farras que a gente faz à custa dos outros…

6 comentários

  1. Pensei que fosse um blog apenas do FCP.
    Estava à espera que não sucumbisses à doce tentação do escárnio fácil :P

    Já agora, o que têm contra as pessoas que não podem beber cerveja?

  2. repara que assim atinjo outra demografia, como aqueles que bebem cerveja regularmente e os outros que não podem beber cerveja de todo!
    para além disso o tema é futebol, e o Sporting é um rival directo, há que escarnecer quando a oportunidade surge. e esta surge bem visível no horizonte ;)

  3. Nada contra, apenas achei estranho o Jorge ter deixado de beber :-)

    Tou pra ver essa forma fisica quando a epoca começar… Ninguém te segura tou a ver :-)

    Acho que o Sporting não vai precisar de muito gozo… eles tratam disso sozinhos este ano.

Deixar uma resposta