Seriembro


Seguindo na peugada de um dos blogs portistas que sigo com atenção, o Varanda do Dragão, venho lembrar à malta que estamos em Setembro, o mês que considero o arranque da época propriamente dita depois das primeiras 2 ou 3 jornadas em Agosto que servem para aquecer a malta. Setembro é o mês de arranque da Champions, e estou pronto para ela. A música, o ambiente, os jogos ao fim da tarde, o início do tempo mais frio e as brutais rajadas de vento que caem no Dragão sobre os incautos que vão sem agasalho para ver os meninos de azul-e-branco a chutar a pelota. É aqui que se distinguem os jeitosos dos génios, os fraquinhos dos gajos que roubam os berlindes dos putos na escola dos anos 80, os Secretários dos Lisandros.

O FC Porto chega a esta altura fulcral do início da temporada num estado não muito bom de forma futebolística e ainda menos a nível físico. Com os jogos da Selecção a intercalarem uma semana sem futebol doméstico e vários jogadores do plantel (Bruno Alves, Rolando, Raul Meireles, Fucile, Álvaro Pereira, Rodríguez, Guarín e Falcao), cinco deles titulares indiscutíveis, ausentes nesses desafios, o jogo frente ao Leixões neste sábado apresenta-se como uma boa hipótese para as alternativas saltarem do anonimato e inscreverem os seus nomes nas folhas de jogo. Aproximando-se o confronto com o Arsen…o Chelsea (perdão, que isto de ler as capas d’A Bola põe um gajo cheio de dúvidas), o regresso de Hulk é de saudar, até porque vai ser titular sem qualquer reserva e pode ser um dos nossos trunfos para a viagem a Londres. A somar a isto, teremos uma defesa quiçá remendada, com hipóteses para Maicon ou Sapunaru se estrearem como titulares. A somar a esses, Valeri está a treinar bem e pode ser mais uma alternativa.
Uma coisa é certa: o jogo contra o Leixões é para ganhar, e a série que se segue (Chelsea, Braga, Sporting, Atlético Madrid) é das mais complicadas que vamos atravessar esta época. Por isso é preciso estar a 100% fisicamente e acima de tudo a 110% mentalmente, porque se o plantel oferece alternativas, essas ainda não se confirmaram como credíveis e os processos demoram tempo. Tempo esse que não temos, se queremos ganhar alguma coisa este ano para lá de prestígio e prémios de participação.

1 comentário

Deixar uma resposta