Baías e Baronis – FCP vs Sertanense

(foto retirada do MaisFutebol)


Um B&B rápido, tão rápido como o tempo que nos demorou a despachar, pelos proverbiais 4-0, os rapazes da Sertã (ou da Frigideira, se me lerem no Sul). Como não fui ao estádio e apenas vi o jogo pela SportTV enquanto jantava com alguns amigos, as notas serão breves:

BAÍAS
(+) A inovação táctica de Jesualdo, com um regresso ao passado Adriaansico, 3 defesas e siga. É exactamente nestes jogos que se deve apostar em estratégias diferentes, e não sendo necessário defender com tanto afinco, parece-me bem. É lógico que se tivesse corrido mal estaríamos todos a insultá-lo, mas a coragem das decisões de Jesualdo vê-se nestes momentos. Gostei.
(+) A aposta na juventude foi bem conseguida. Sérgio Oliveira, Dias, Alex e Yero estrearam-se pela equipa principal exactamente no momento certo e no tipo de jogo certo. Com a pressão suficiente para exigir-se resultados e com parceiros experientes que poderiam subir o nível para poder crescer em forma, Sérgio Oliveira pareceu muito seguro, Dias e Alex entraram com garra e contade e Yero, apesar de um bocado tosco (o que se compreende porque mede 3 metros e meio de altura) sempre mostrou empenho. São putos e têm de aprender e crescer, e é assim que vão conseguir evoluir.
(+) Ao mesmo tempo, Prediger estreou-se. Gostei do que vi, jogou simples e prático, sem a agressividade positiva de Fernando mas com bom poder de colocação e rápido no desarme. O que me assustou mais foi a incapacidade de medir distância e tempo de salto, o que é uma desvantagem contra equipas que jogam pelo ar, mas é possível que corrija. A rever.
(+) Farías. O homem deve ter qualquer tipo de bruxo que lhe faz com que o sorteio da taça coloque sempre o Sertanense contra o FCP, ponha o treinador a dar-lhe a titularidade e por acção divina fazer com que marque sempre dois golos. Extraordinária produtividade contra equipas beirãs, só faltava marcar assim tantos contra as outras equipas, isso é que era.
BARONIS
(-) Se o jogo não tivesse sido no sábado a noite…se calhar ainda lá tinha ido. Estes jogos tinham de ser ou de manhã ou ao Domingo à tarde. Compreendo que vamos apanhar o APOEL na 4ª feira mas custava assim tanto ser hoje de manhã em vez de ontem à noite?
(-) Duas expulsões por infantilidades dos Sertanejos (ou Sertânicos ou Sertanílicos, sei lá, desde que li Marcoense que acho tudo ridículo). É verdade que estavam a jogar no Dragão mas era escusado, sinceramente.
(-) Rodríguez está lento, gordo e sem inspiração. Terá que melhorar bastante porque se Varela recupera da lesão, vai-lhe roubar o lugar em 2 minutos. Mariano…nah, nem é preciso dizer mais nada.
Beirãos no Sábado, Cipriotas à 4ª. Chega-me 25% de produtividade, desde que ganhemos!!!

1 comentário

  1. Foi um bom jogo até aos 2-0, depois disso andamos a treinar, gostei muito de ver os jovens a jogar principalmente Sergio Oliveira que foi brilhante com 17 anos já mostra muita maturidade dentro de campo para além de ser muito dotado tecnicamente.
    Um abraço, http://varanda-do-dragao.blogs.sapo.pt

    PS. Gostava de te convidar para participares num Questionário feito por mim relativamente á antevisão do jogo F.C.Porto – APOEL, para a 3º Jornada da Champions, que irá ser publicada no Blog Varanda-do-Dragao.
    Peço que me envies um Email para vddragao@hotmail.com , para te enviar o respectivo questionário.
    Um abraço.

Deixar uma resposta