Baías e Baronis – Olhanense vs FCP



Foi um jogo fácil. Antes da partida até poderia haver algumas dúvidas acerca do empenho dos jogadores do Olhanense, particularmente da parte dos teóricos da conspiração, permanentemente empenhados em denegrir o nosso clube, ou até pelos nossos próprios adeptos, pensando que os emprestados nos iriam lixar, como já aconteceu no passado. Nada disso, o FC Porto apresentou-se em campo com vontade de ganhar e acabou por fazer um jogo simples, sem grandes problemas, e saiu do Algarve com três importantes pontinhos. Vamos a notas:

BAÍAS
(+) Falcao, mais uma vez. Se um golo é importante, dois são-no ainda mais. Parece que o colombiano está a adaptar-se mais depressa do que pensava, aparecendo como goleador e não como neo-Farías. Mexe-se cada vez melhor na área e está com um registo impressionante para a primeira época de dragão ao peito. Não se parece intidimar com a pressão e continua a surgir como verdadeiro ponta-de-lança, o que apesar das falhas de marcação do Olhanense (aquele primeiro golo, porra, os centrais estavam a dormir mesmo) é de louvar. Que continue assim!
(+) Hulk não esteve mal, apesar de menos explosivo. Lá está o que digo, creio que a época vai ser sempre assim graças à falta de pernas de Hulk. Vamos ter um jogo bom e outro menos bom, mas desde que Hulk não se perca em parvoíces ingénuas, é sempre um homem com quem podemos contar. Neste jogo teve duas bolas ao poste, uma assistência e um golo falhado em frente ao guarda-redes. Parece que ainda não aguenta um jogo inteiro, e só espero que não se lesione para poder continuar a ganhar ritmo.
(+) Muito bem estiveram também novamente os laterais. Fucile e Álvaro subiram quando deviam e desceram bem para a defesa quando foi preciso. Fucile não esteve tão explosivo como frente ao Atlético (era quase impossível melhorar e já para igualar a exibição era complicado) mas esteve seguro e apoiou bem o ataque. Álvaro subiu bastante bem especialmente na primeira parte, e apareceu quase como extremo sempre que era preciso. Estão mais estáveis e bem mais seguros nas suas exibições.
(+) Raúl Meireles esteve bem melhor que nos últimos jogos. Fez talvez o melhor jogo da época, o que não é dizer muito, mas tendo em conta o que tem vindo a fazer, foi razoável. É notável que quando joga simples e com mais calma, sem inventar, é bem mais útil do que quando se lembra de fazer passes parvos de 50 metros.
(+) Belluschi foi finalmente aquilo que precisamos, um desiquilibrador. É lógico que Jesualdo aposta nele e o argentino pareceu bastante mais à vontade fisicamente, aparecendo muito mais subido que o normal, a rematar e a cruzar com intenção. Fez duas assistências para golo e ficou a ideia que pode fazer ainda mais nos próximos tempos, havendo pernas.
BARONIS
(-) E sai mais um Baroni para Mariano. Não vale a pena dizer muito, todos os adeptos já estão a pedir aos deuses que Varela e/ou Rodríguez recuperem o mais rapidamente possível para atirarem com o jovem para o banco. Está a precisar disso e a equipa agradece.
(-) As pancadinhas e quezílias eram evitáveis. Se o penalty sobre Rabiola poderia ter sido apontado, sendo daquelas faltas que os árbitros marcam fora da área e não o fazem lá dentro, o resto das entradas duras e agressões são insuportáveis. Rui Duarte arriscou ir para a rua, o outro bruto que partiu o nariz ao Tomás Costa só não foi expulso porque o árbitro não quis, o Álvaro e o Fernando também não ficaram longe de levar um vermelho…é uma parvoíce num jogo destes andarmos com estas coisinhas de menino que podem estragar o que pode ser um desafio fácil e sem casos. Inútil.
(-) Super Dragões, mais uma vez. Até acredito que nem todos sejam maus rapazes, mas muitos são e é absurdo que continuem a espalhar estas ondas de vandalismo pelo país fora. Prá cadeia com eles.
Vem agora uma pausa para a Selecção e depois voltamos com a Taça. Este calendário é uma estupidez com a enorme quantidade de jogos de diversas competições que se misturam com o campeonato nacional. Espero que os 9 seleccionados voltem em condições e que continuemos a boa forma que estamos a mostrar!

1 comentário

Deixar uma resposta