Pátria amada, Brasil!

Hulk na Selecção é uma notícia esperada por muitos e temida por alguns. Eu encontro-me no segundo grupo. É verdade que o rapaz tem tudo para ser um bom jogador e esta primeira chamada para uma experiência a um nível diferente a que Givanildo está habituado pode muito bem ser a alavanca que ele precisa para amadurecer, crescer como jogador e finalmente atingir a classe e produtividade que os adeptos do Porto anseiam.
Mas será cedo demais? Hulk está num momento de forma razoável mas abaixo do que já mostrou, muito embora tenha marcado alguns golos e dado outros a marcar aos colegas, ainda tem muito espaço para evoluir e esta convocatória pode começar a colocar uma verdadeira “delusion of grandeur” na cabeça do brasileiro, juntamente com os meninos-vedetas do estilo de Robinhos e Adrianos.
Em forma de lista, eis a minha análise:
POSITIVO

NEGATIVO
  • Maior exposição internacional
  • Valorização do jogador com boas exibições
  • Possibilidade de estar no Mundial 2010
  • Novos conceitos tácticos
  • Mais moralizado com os créditos ganhos

  • Arrogância pela novidade
  • Lesões e cansaço
  • Falta de entrosamento
  • Desmoralização em caso de má exibição
  • Comparação com outros jogadores mais experientes

Imagino que ser chamado para a Selecção Nacional deva ser um sonho para qualquer jogador, mas chegará esta chamada na altura certa? O tempo o dirá, e espero que Hulk saiba gerir as suas próprias expectativas e definir as prioridades correctas. Dito isto, os meus parabéns ao rapaz!!!

Deixar uma resposta