Repetir 03/11/2008


Faz agora um ano (ou quase), que estávamos perante um momento fulcral na época desportiva da equipa sénior de futebol do FC Porto. Depois da tradicional eliminatória contra o Sertanense, acabávamos de sair vergados perante o peso de 3 derrotas consecutivas, duas para o campeonato e uma para a Liga dos Campeões, frente ao Dínamo Kiev. O ponto de mudança ocorreu na Ucrânia, onde recuperámos de uma desvantagem no marcador e acabámos por vencer o encontro, seguindo-se uma série de 9 vitórias consecutivas e uma melhoria evidente na qualidade de jogo.

Tínhamos Lucho e Lisandro. Tínhamos um Hulk a aparecer e uma equipa a crescer em futebol e maturidade. Hoje em dia a situação é diferente mas muito parecida. Em 363 dias muito mudou, mas o clube mantém-se fiel aos princípios e a equipa terá que os assimilar e colocar em campo o espírito guerreiro que nos permitirá sair deste mini-fosso onde parecemos estar.
Por isso é com olhos raiados de vermelho e espuma a sair pela boca que vou encarar o jogo de logo. Vamos fazer aos cipriotas o que uma grande equipa tem de fazer: reduzi-los à insignificância que têm de ter perante uma equipa mais trabalhadora, mais inteligente e acima de tudo, mais forte! Força, rapazes, não custa nada!

1 comentário

  1. Quanto à espuma a sair da boca, bebe a cerveja com mais calma! Se fosse aqui na terrinha onde estou, era uma Cuca ou uma Eka…
    O que me faz confusão são mesmo os olhos raiados de vermelho… bastava dizer só raiados!

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.