Adeus e até sempre, Professor!

É oficial. Jesualdo sai do comando.

Digno, correcto e educado. Jesualdo é na saída exactamente o que mostrou ser durante 4 anos à frente do FC Porto.

Fiquei satisfeito com o que li no site oficial. Nunca temi que pudesse haver uma separação pouco amistosa mas é sempre bom verificarmos que a saída se efectua com a sensação de agradecimento a um homem que, apesar de ter os seus defeitos (don’t we all?), sempre procurou encher os adeptos de orgulho e que, contabilizados 4 anos de trabalho no clube, nos deu três títulos na Liga, duas Taças de Portugal e outras tantas Supertaças, com três presenças nos oitavos e uma nos quartos da Champions. É obra.

Para além das peças que acrescentou ao futuro Museu, fica um obreiro reconstrutor de equipas sempre desfalcadas nos inícios de época, apenas falhando nesta temporada com uma conjugação de fracas performances individuais, lesões a mais, castigos a mais e alguma falta de talento para suprir falhas deixadas pelas ausências forçadas pela política de gestão de activos da SAD, financeiramente proveitosa mas arriscada.

Em nome pessoal, Professor, fica o agradecimento pelo bom trabalho, pela sua postura e pelos títulos conquistados, e o desejo que tenha sorte no seu próximo desafio. E que o próximo rapaz a calçar os seus sapatos faça com que não tenhamos saudades suas.

Deixar uma resposta