A lei seca de Queiroz

Não sou muito de elogiar espanhóis. Não sei se ainda ficou algum vestígio da padeira no sangue ou se é por inveja genuína mas raramente me sai uma palavra positiva em relação aos rapazes do outro lado da fronteira.

De qualquer forma, este artigo da Marca (que também podem chamar “La Pelota” já que é igualzinha à Bola, só que escrito em Castelhano) merece uma palavra de apreço. Deu para sorrir e pensar: “estes putos de agora, pá…estão perdidos!”

A ler aqui.

Deixar uma resposta