Baías e Baronis – FC Porto vs CSKA Sofia

Foto retirada do MaisFutebol

Hoje o jogo pautou-se pela meia-dúzia. Meia-dúzia de graus de temperatura. Meia-dúzia de adeptos contrários. Meia-dúzia de vezes que gritei: “Oh Souza, passa a bola rápido!”. Meia-dúzia de oportunidades de golo bem criadas e ainda melhor falhadas. Meia-dúzia de lapadas no focinho que o Maicon devia apanhar. E por aí fora. Foi um jogo simpático, calmo e sem levantar grandes questões, onde Villas-Boas experimentou um sistema táctico novo e onde descobriu que pode jogar com a formação do costume, que tendo James em campo pode sempre adaptar o futebol para outro modelo sem precisar de mudar grande coisa. Gostei muito do puto mas acima de tudo gostei da forma como a equipa correu quando foi preciso e soube descansar nas alturas em que as coisas não correram tão bem. Acima de tudo foi mais uma vitória, um bom triunfo a fechar o ano no Dragão, onde se perspectivam bons confrontos nos primeiros meses de 2011. Venham de lá essas notas:

(+) James Rodriguez  Se dúvidas houvesse depois do jogo contra o Juventude de Évora, dissiparam-se hoje. James (ou Rámés, como quiserem) sabe jogar à bola e mostrou-o hoje mais uma vez. Versátil quanto baste, pode jogar encostado à esquerda ou no meio, e compreendi hoje porque lhe chamam “El Bandido”, tal foi a forma como aparecia e desaparecia do jogo quando lhe apetecia, surgindo pronto a receber a bola para criar jogadas de perigo para o adversário. Bom tecnicamente, sabe rematar e acima de tudo joga de cabeça levantada. Precisa de, como se diz aqui no Norte, “botar corpo” para poder lutar contra defesas mais rijos. Temos homem.

(+) Fucile  O melhor em campo a par de James. Com o 4-4-2 que Villas-Boas pôs em campo, os laterais teriam um papel ainda mais preponderante na criação de jogadas ofensivas, não fazendo o overlap do costume mas tomando eles próprios a iniciativa de romper pela defesa contrária. Fucile fê-lo durante todo o jogo e quase sempre bem, com a garra que todos lhe conhecemos e a mostrar-se mais parecido com o Fucile da selecção do Uruguai no Mundial’2010 do que o Fucile do FC Porto 2009/2010.

(+) Otamendi  Estou a gostar deste fulano. É rijo o suficiente e não se intimida com nenhum adversário que lhe calhe na rifa. Cortes milimétricos efectuados com precisão e muita técnica, foi o companheiro que Maicon precisava para suportar o chorrilho de disparates que o brasileiro hoje protagonizou. Marcou um golo com alguma sorte mas acima de tudo esteve sempre em bom nível na defesa.

(+) Ruben Micael  Melhor, muito melhor que no passado Sábado, mais solto, mais prático e mais confiante no que sabe e pode fazer. Mais um golo na Europa e principalmente a garantia que pode ser opção segura para o meio-campo. Infelizmente parece estar mais talhado para jogar no lugar de Moutinho do que como alternativa a Belluschi, tendo em conta a forma pausada como pensa o jogo, o que levaria a que o sistema pudesse mudar um pouco. Como Belluschi (jogo fraquinho) rompe mais pelas defesas e joga muito melhor com Moutinho ao lado do que com Ruben…vai ser difícil ao madeirense ser titular a curto prazo.

(+) M’Bolhi  Fez algumas defesas apertadas mas acima de tudo esteve sempre bastante seguro na baliza, bem posicionado e sem inventar. Foi por culpa dele (e da pouca força da maioria dos treze remates que fizemos) que o jogo acabou com apenas três golos na nossa conta. O penalty foi relativamente fácil de agarrar mas ainda assim é meritória a calma com que enfrentou o nosso Radamel.

(-) Mais um penalty falhado  Percebi que havia a intenção de permitir a Falcao marcar um golo por forma a consolidar a liderança nos melhores marcadores da Europa League. Ainda percebo mais porque a forma como sacou o penalty foi inteligente e Falcao merecia ser ele a marcar. O que não percebo é como é que ainda ninguém ensinou a Falcao como marcar um penalty em condições. O guarda-redes não defendeu: apenas se deixou cair. Já são muitos penalties falhados e se neste jogo não interessou muito, noutros pode ser a diferença entre qualificação e eliminação.

(-) Maicon  É uma frustração ver um rapaz com talento e que habitualmente transmite segurança aos colegas e aos adeptos a brincar desta maneira e a ter desconcentrações como as que Maicon teve hoje. Para lá do lance do golo onde foi inacreditavelmente displicente, esteve muito mal em mais alguns lances, perdendo a bola para o adversário directo ou pondo Helton em perigo com atrasos absurdos. Mais para o fim era notório o desconforto com o que tinha feito, quando nem sequer tentava controlar o lance, limitando-se a enviar a bola para fora sem pensar duas vezes. Custa fazer parvoíces e tomar noção do que se fez, não é, rapaz? Ao menos isso, que aprenda com os erros e deixe de os fazer de uma forma que parece deliberada, porque está a perder o estado de graça com os adeptos…e depois é uma chatice para o recuperar.

(-) Souza  Definitivamente não é trinco. Cometeu os mesmos erros que Guarín fez quando começou a jogar naquela posição (que agora parece ter corrigido), guardando a bola em demasia, procurando fintar os adversários que encontrava em vez de jogar simples e prático para o colega mais próximo. Perdeu várias bolas e pareceu totalmente fora do jogo em algumas alturas, falhando no tempo de salto, no posicionamento e na rotação de bola. Guarín está muito acima de Souza na luta pelo lugar com Fernando. Porra que isto até custa a dizer.

Só volto ao Dragão em 2011. É pena porque estou a gostar de ver este FC Porto a jogar. Alguns dos rapazes que ano passado andaram em muitos jogos como perfeitos imbecis a actuar com medo da própria sombra parecem ter recuperado a garra e a inteligência e estão com confiança para mostrarem o que valem. O FC Porto sabe quando acelerar, sabe travar, sabe romper e sabe descansar. Uma prova de fogo na Europa League precisa-se, porque podemos ser candidatos a vencer este troféu outra vez. Espero pelo sorteio na 6a feira para me decidir se estou a ser optimista em demasia…

9 comentários

  1. Boas Jorge,

    Mais uma vez não percebo pq tanta gente diz q o Maicon é bom e seguro, blablabla.

    Se formos a ver bem, a maior parte dos golos sofridos pelo Porto resultam ou de um passe estúpido na defesa, um cabeceamento falhado, etc deste gajo.

    Eu mais uma vez digo, não é jogador para o Porto. Posso vir a engolir as minhas palavras (como fiz com o Pepe), mas prefiro 1000x o Otamendi. Este sim, espalha mta classe!

    Qto ao jogo, o golo sofrido era desnecessário, mas mesmo assim mais uma vitória sem espinhas. Só falta mesmo o Ramadel aprender a marcar penaltis…

    Abraço,
    João

  2. Parabéns Jorge pelo teu Blogue, tenho vindo a ler sempre que posso.
    Em relação ao jogo, além das exibições pouco conseguidas do Maicon e Souza, também não gostei( e já não é a 1ª vez ) do desempenho atacante do Álvaro Pereira. O rapaz é a par do Fábio Coentrão os melhores laterais esquerdos a jogar em Portugal, mas passam-se jogos em que ele não consegue sacar 1 cruzamento com a bola corrida, e olha que ontem fartou-se de atirar a bola para os S.D.

    Claro q no global a nota dele é positiva, mas faz-me lembrar o saudoso João Pinto a sacar cruzamentos para a bancada.

  3. Bom dia Jorge,

    Ontem cumprimos o objectivo, vencemos, estamos há 35 jogos sem perder, e tudo isto é importante para cimentar uma mentalidade vencedora.

    Rodamos ontem a equipa, o que nos permite preparar melhor o importante jogo em Paços de Ferreira. É fundamental fechar o ano com a actual vantagem pontual para o 2º. classificado.

    Mais uma vez se demonstra que Souza não se consegue adaptar à posição 6, e com Ruben e Belluschi, ainda piora a sua missão, pois não tem quem o auxilie.

    Também mais uma vez ficou demonstrado que Fucile e Alvaro, e apesar das boas exibições de ambos, se os 2 forem titulares, a equipa fica descompensada no sector defensivo. Só mesmo Fernando poderá conseguir segurança com ambos os laterais uruguaios em campo.

    Assim ontem a tarefa foi complicada para os nossos centrais, que tiveram que ocorrer a vários fogos. Otamendi este excelente, pois é mais rápido. Maicon teve mais dificuldades e falhou alguns passes que poderiam ter resultado em golo do CSKA.

    Destaques individual para Walter e Ruben, os melhores em campo.
    James, Otamendi e Belluschi também estiveram muito bem.

    Vamos ver quem ganhou o lugar para completar o tridente ofensivo para Paços, se James ou Walter.

    Agora é preparar o jogo importante de Paços, para vencermos e fechar o ano da melhor forma.

    P.S. Pena aquele pontapé de bicicleta de Falcao ter saído ligeiramente acima, iria ser um golo de antologia.

    Abraço

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

  4. Até na foto temos a mesma opinião! Excelente análise como sempre e, com mais uma vitória no domingo, terminamos bem!

    Abraço

    Foot-Blog Club do Porto

  5. Não sendo um jogo de encher o olho, a actuação teve períodos de bons momentos de futebol, alternada com outros de menos fulgor e até de alguma displicência. Maicon teve situações desastradas e Bellushi nunca conseguiu ser um criativo esclarecido, perdendo muitas jogadas com passes intrigantemente mal dirigidos.

    Vitória, ainda assim escassa face ao volume atacante produzido (três bolas nos ferros é muita fruta!).

    Bons desempenhos para Fucile, Álvaro Pereira, James Rodríguez e para o «reaparecido» Rúben Micael.

    Um abraço

  6. Na minha opinião a atitude com o Juventude foi melhor, após a reprimenda do jogo com o setubal, ontem voltou a haver alguma displicência e sonolência de alguns.

    Eu sou um insuspeito fã do James, desde os tempos da Argentina, mas acho errado o destaque que se faz neste jogo. Esteve mais apagado e desaparecido do que na Taça.

    Por outro lado acho errado não se destacar o Walter que foi dos melhores em campo, a par de Otamendi e Fucile.
    Andou a tentar servir o FAlcao, que parecia um mimado egoista ontem, esteve sempre em jogo e merecia que aquele remate estupendo não embatesse na trave.

    Para mim Walter posiciona-se cada vez mais como uma opção de confiança para André. Tem uma qualidade fantástica e tem demonstrado uma humildade e empenho que merecem recompensa.

    Fucile de volta. Que saudades deste jogador! Assim é titular de caras!!!

    Otamendi, para mim o melhor central do Porto, que tarda ver feita justiça. Imperial, completo, um jogador feito aos 22 anos!

    O Maicon já devia ter perdido o lugar no onze há muito, espero que ontem as poucas dúvidas que existissem acabassem, teve o lugar à disposição e perdeu-o de forma icompreensível.

    O Falcao é um dos melhores pontas de lança do mundo, mas ontem cometeu demasiados erros, transfigurou-se para pior e porquê?
    Foi egoísta, destruiu n jogadas para tentar o golo, tentou roubar os livres ao Belluschi, açambarcou-se do penalty que falhou de forma amadora…

    Não havia necessidade, pois estragou oportunidades da equipa e de outros jogadores sem razão alguma, se não tivesse agido assim…se calhar teria marcado…

    O treinador foi complacente com isso e falhou também por isso. Não gostei.

    O Souza andava desaparecido e podia ter continuado ontem. Asneiras, asneiras e mais asneiras. Não tem futuro no FC Porto.

    O Ruben Micael está a ser uma das grandes desilusões da época, olhem só se não tivéssemos Moutinho,…já ninguém podia ver o madeirense à frente. Ele que sempre que abre a boca mostra arrogancia a mais, quase que a exigir um lugar, para o qual não mostra competência sempre que entra.

    O Helton anda a tocar bateria e depois os pulsos parecem manteiga, ia fazendo um erro à ROberto, mau maria…

  7. Foi um bom jogo, mas quem equilibra o nosso jogo é o Moutinho. A entrada dele é notória pela organização e clarividência que traz ao jogo. Rendo-me à cultura táctica e técnica do rapaz, eu que no inicio da época estava céptico em relação à sua capacidade de comando. Mesmo em 15/20 minutos, para mim foi o melhor em campo. O Souza é um puto muito novo, brasileiro, parece tecnicamente bom, mas claramente desenquadrado tacticamente.

  8. Pronto! Depois de tantas críticas do amigo anónimo que me antecedeu nos comentários, não fica mais nada para dizer… fica para contra-dizer: não se pode comparar esta equipe do cska à do juventude(nem os preços dos bilhetes, nem os prémios dos jogos) e a atitude foi a que tinha de ser…como disse o Jorge o AVB está a treinar outro esquema e a tentar que deêm mais velocidade no passe, e é óbvio que nos bons ensaios há sempre grandes fífias…Só acrescentaria nas bofetadas umas ao Hulk que já me anda a irritar um pouco… quanto à "maçã podre"…só mesmo dizer que no zbording são mesmo toscos para desperdiçar um gajo como este, e que o Pintinho quando quer come-os a todos de cebolada…

Deixar uma resposta