Baías e Baronis – FC Porto vs Benfica

Qualquer portista que foi hoje ao Dragão ou assistiu ao jogo via SportTV estará neste momento frustrado e triste. Mas desengane-se se pensam que vão ler aqui uma tirada de insultos ao treinador, presidente, estádio, camisolas, relva, enfim, as habituais diatribes exageradas que saem da boca de quem analisa as coisas a quente. O que fica deste jogo é um não-jogo. É o não-jogo que a nossa equipa fez, que mostrou uma inesperada falta de estaleca emocional para dar a volta por cima a uma situação de desvantagem técnica e de dificuldade táctica. O Benfica entrou a pensar em não sofrer golos, agressivo, a tapar bem os espaços e a pressionar alto, e ao contrário do que aconteceu ainda esta época em Viena, ninguém conseguiu acalmar os ânimos e jogar com inteligência e cabeça fria. Falhas individuais sucederam-se, levaram a falhas colectivas e desfizeram uma equipa que nunca pareceu tão igual à que jogou na Grande Implosão do Emirates Stadium. Com todos os clichés no mundo à minha disposição, vou usar o tradicional “é preciso levantar a cabeça e seguir em frente”. Porque se vamos ficar a pensar muito no que se passou, a depressão está ao virar da esquina. Vamos, calmamente, a notas:

(+) Varela  De longe o melhor do FC Porto esta noite. Seguiu para a frente pelos dois flancos (direito na primeira parte e esquerdo na segunda) e tentou sempre puxar pelo apoio dos colegas da frente e do lateral que o apoiava, já que o meio-campo fazia apenas figura de corpo presente. Varela tentou muito e acabou o jogo de rastos. Não havia muito mais a fazer.

(+) Sereno  Quando o vi a começar a aquecer, pensei que Jesualdo tinha regressado. Uma invenção em jogos grandes normalmente dá borrada, mas neste caso não foi por aqui que a porca torceu o proverbial rabo. Sereno fez hoje mais jus ao nome que em todos os outros jogos em que tinha alinhado desde Julho, agressivo q.b. e a tentar sempre arrastar a equipa para a frente. Só não fez mais porque não sabe o suficiente.

(+) Sapunaru  Muito mais coração que cabeça, foi dos poucos que tentou rupturas a arrancar pelo flanco, subindo para ajudar Hulk quando o sentido táctico da equipa era pouco mais que inexistente. Com resultados práticos nulos, diga-se, mas não foi por falta de vontade.

(+) Sentido prático do Benfica  Jesus foi o treinador que mais “inventou” no Dragão hoje à noite, especialmente pelo uso de um 4-2-3-1 amarrador, colocando César Peixoto no centro e usando-o para tapar Belluschi ao lado de um Javi Garcia que prendia Moutinho. Com Cardozo a receber muito jogo pelo ar e a prender o amorfo Maicon ao centro, o jogo era facilmente aberto para Sálvio ou Gaitán ou até para Saviola que apareceu muitas vezes na “terra de ninguém”, qual Aimar. O Benfica apareceu para não sofrer golos e não só o conseguiu como enervou os defesas do FC Porto ao ponto de levar a falhas inadmissíveis e produzir um resultado muito bom para a segunda mão. Quando assim é, e mesmo não tendo feito um jogo admirável, há que congratular os vencedores. E acreditem que custou muito dizer isto.

(-) Maicon  Com este é o terceiro jogo grande em que Maicon fica ligado a lances que dão golo do adversário ou que levam à sua expulsão e abanam a equipa. Em Alvalade caiu no engodo de Liedson e foi expulso; na Turquia deixou que o avançado o ultrapassasse e foi expulso; hoje, foi a pior exibição de sempre com a nossa camisola, fazendo o suficiente para que Secretário fosse perdoado pela assistência perfeita a Beto Acosta aqui há uns anos. Facilitou não uma vez mas DUAS vezes perante um jogador que nunca desiste dos lances como Coentrão e está ligado aos dois golos do Benfica. A somar a essas duas parvoíces temos mais uma data de erros, de ridículas trocas de bola com Rolando e atrasos permanentes para Helton, levou todos os adeptos a puxar os cabelos de fúria quando perdia bolas fáceis e sentiu-se permanentemente pressionado. Não libertou a pressão e continuou a jogar mal. Muito, mas muito mal.

(-) James  Verde. Muito verde para estes jogos que exigem de um jogador uma capacidade de aguentar a pressão acima da média. Depois do tremendo falhanço na área do Benfica foi incapaz de conseguir levantar a cabeça e aparecer em jogo. Passou penosos minutos a olhar para a bola, não tapou o flanco nem apoiou o avançado nem os médios que estavam tapados e desesperadamente à procura de uma mísera linha de passe, deixando-se enredar na malha defensiva do adversário e perdendo duelo após frustrante duelo com Maxi Pereira. Tem de amadurecer muito.

(-) Hulk  Não foi o principal culpado da má exibição, mas não ajudou. Aqui culpo um pouco Villas-Boas, como já disse no passado, pela colocação de Hulk no centro, que se assemelha não a um “caçar com gato”, mas a um “caçar com um ornitorrinco manco e leproso” quando enfrenta uma equipa que sabe tapar os espaços. Raramente conseguiu a margem que precisava para arrancar e perdeu-se em infindáveis fintas e fintinhas que enervavam o Papa. O João Paulo, não este rapaz que lá está agora. Na memória fica uma simulação simplesmente absurda que lhe valeu (bem) o amarelo, depois de ganhar espaço a Luisão e decidir voar para a relva. Ah, e perdeu a bola umas 6 ou 7 vezes para o César Peixoto. Não para o Ashley Cole, para o César…Peixoto. Shame, dude.

(-) Letargia e o baixar de braços  O principal factor que levou à mais pobre exibição da era Villas-Boas foi a incapacidade mental da equipa. Quando entrámos em campo e o jogo arrancou, cedo se percebeu que ia ter de ser um jogo de paciência, de rotação de bola e de libertação demorada da pressão alta do Benfica. O primeiro golo, fortuito e oferecido, abanou a equipa e começou a cavar a profunda sepultura em que a força de vontade para dar a volta foi enterrada. Quando surgiu o segundo golo, a sepultura foi invadida pelo equivalente moral da tuneladora do Metro do Porto. Nunca mais a equipa se encontrou e começou, ao contrário do que era minimamente exigível, a tentar fazer tudo depressa e, consequentemente, mal. Helton a pontapear bolas para a cabeça de Belluschi; Fernando, tratando a bola como se estivesse descalço a chutar um ouriço a romper passes rasteiros direitinhos a Luisão; Hulk a perder a bola para César Peixoto (não me canso de repetir esta destruição da ordem natural das coisas) e Belluschi a passar a bola para o lado sem olhar. Foi confrangedor ver jogadores que deveriam ter maior capacidade emocional de reagir a adversidades sem pegar no revól
ver e iniciar um jogo de roleta russa com 6 balas na câmara.

Perder contra o Benfica não é nenhuma tragédia, mas a forma como aconteceu deixa qualquer portista infeliz. É fácil, depois do jogo e das decisões tomadas, atacar Villas-Boas pelo critério do não-ponta-de-lança ou da escolha de Sereno em vez de Fucile. Mas há que perceber que o resultado surge depois de uma exibição pobre cheia de nervosismo e com pouca inteligência emocional de uma equipa que já mostrou que é capaz de muito melhor que isto. Villas-Boas, na conferência de imprensa, disse que não espera reflexos desta derrota no próximo jogo do campeonato contra o Rio Ave. Não sei se concordo mas espero pelo próximo Domingo para ver se é ou não verdade…

21 comentários

  1. Aínda por cima foi escrito aki ontem a tática perfeita p ganhar a eles,mas pronto, o villas boas nao leu e ag há k preparar outra tática c mais de 2meses de antecedencia p a seg mao.

  2. Acho que a culpa do primeiro golo deve ser partilhada com o Helton que deveria ter percebido que aquela bola era dele. Ficou-se a meio da saida como que esperando pelo passe do Maicon que era inviavel precisamente pelo facto do Helton se ter adiantado.
    O Fernando deveria ser um dos Baronis, falhou gravemente no segundo golo e em muitos outros lances em que nao deu ma sequencia a bola em transicao ou arriscou o drible em zonas perigosas, o que nao da tranquilidade a equipa.
    Quanto a falta de reaccao, acho que muito de deveu a boa organizacao defensiva do Benfica que aproveitou as prendas e se fechou bem na defesa. Mesmo assim criamos algumas situacoes de perigo. No entanto parece evidente que a equipa tem rotinas para jogar com o Falcao e hoje nem um avancado centro tinhamos. Contra uma equipa que se sabe organizar bem e que tem bons jogadores o ultimo passe torna-se mais dificil. A tendencia e para fazer um drible a mais a procura de um homem livre.
    Acho que nao tivessem sido os erros o resultado teria sido bem diferente. Sendo assim resta-nos fazer as devidas correccoes e seguir em frente.
    PS
    Nao percebo que, nao sendo o Walter suficientemente bom para se sentar no banco, nao se tenha ido buscar um avancado centro para o resto da epoca.

  3. Criticar não é insultar.

    Perder com o Benfica no Dragão é uma tragédia e uma excepção à regra, não uma normalidade, pior é nas circunstâncias em que aconteceu.

    Não se pode resumir isto a um-não jogo e "vamos levantar a cabeça", isso não é Porto na minha opinião.

    Foram erros em barda, foi mau demais e uma competição que se perdeu.

    Há coisas que têm de se explicar, não se pode tratar os adeptos por burros, porque raio o Walter e o Fucile não contam? E se estes não contam porque raio não se foi ao mercado…quando toda a gente via as necessidades da equipa…

    As palavras de Villas-Boas quanto a estes temas foram lamentáveis.

    Sim, estou furibundo…

    Abraço.

    http://thebluefactoryofdreams.blogspot.com

  4. Completamente ao lado,0 à esquerda,literalmente.Foda-se,faz-me lembrar a Lei de Murphy…

    O Porto que eu conheço até podia ter perdido na mesma este jogo,mas nunca da forma que o Porto de hoje(que eu não conheço,de todo) fez.
    É inadmissível que,numa eliminatória a duas mãos,e com a experiencia que temos,se oferecam dois golos.

    Não sei que Porto foi este,completamente fora do trilho e descaracterizado,tanto a nível táctico como mental.
    Se pensarmos no onze dos 5-0 e neste…vemos bem as diferenças.
    O Maicon parece que desaprendeu,mas pq não jogou Otamendi?

    Na esquerda,em vez de termos um todo-terreno a atacar e a defender(Palito)tivemos uma adaptação que esteve bem a nível defensivo mas quase nulo a atacar.

    No meio campo tivemos um polvo um bocado trapalhão,que esticou os tentáculos para onde não devia.

    No ataque,meu Deus,até dói comparar!
    Em vez de dois extremos endiabrados e cheios de pica,a apoiar um verdadeiro Tigre,tivemos,não,espera,não tivemos ponta-de-lança.Tivemos três extremos,um muito tenro para um jogo destes,outro a jogar onde não sabe e a ter que resolver tudo,o outro,ainda foi o melhorzito,mas sozinho e sem o gás todo não há milagres.
    Claro,a jogar assim contra uma equipa organizada e que se apanhou logo a ganhar…
    Do banco,nem falo…não vale a pena.

    Agora a bola está,claramente,do nosso lado.Os erros que cometemos foram de tal maneira evidentes que o André não vai precisar de muito tempo para os perceber,mas sim para reacender a chama que hoje perdeu alguma vida.O nosso timoneiro não esteve bem mas também ele tem direito a errar,e de certeza que está também ele bastante triste com o que aconteceu.

    Volta rápido Falcao,volta rápido Álvaro,continua a subir Varela,volta Otamendi,Fucile.

    Que se enterrem os mortos e se cuidem dos feridos,não vamos agora ficar parados neste 2 de Fevereiro e amuar.Carago,agora é que temos que nos unir e dar novo grito de revolta!Não comecem a pôr tipo TUDO em causa,for God's sake…sejam razoáveis.Erramos,corrige-se,siga,nem tudo se aprende a bem

  5. Boas Jorge,

    Falta um Baroni para o AVB. Inventou num jogo em que não se podia inventar.

    Como é que o Walter, o Fucile e o Otamendi não jogam??? E as substituições? Como é que o Rodriguez substitui o James??? Guarin por Belluschi???

    Está mais que visto que o Hulk no meio não rende nem metade. Era meter o gajo em frente à peixota com o Walter no meio e o jogo era bem diferente.

    O Sereno bem tentou, mas é outro Mariano. O Maicon, meu Deus, como já referi em outros posts, não é digno da nossa camisola. Enterrou agora, enterrou com os lagartos e por ai fora. Já não há paciência. E sempre que ele joga há estes atrasos de merda para o keeper que não levamos outro do Cardoso por sorte.

    Em suma, foi mau de mais. O me mais me chateia é q o AVB deu uma de JJ nos 5-0. Chateia-me que o plantel seja curto e não se tenham ido buscar soluções na abertura de mercado. Chateia-me que assim, bem podemos sonhar com a Liga Europa.

    Abraço,
    João

  6. Bom dia,

    Ontem foi mesmo dia de Ofertório de Villas-Boas e dos nossos Jogadores a Jesus …

    O Benfica pressionou e lutou para vencer, e teve a felicidade do jogo, pois Varela e James falharam 2 golos na primeira parte de forma inacreditável.

    O Benfica entrou melhor tacticamente no jogo, e com uma pressão sobre a nossa linha defensiva, e sobre Fernando, levou a que a ocorressem erros que permitiram chegar aos 2 golos.
    Foram anormais os constantes atrasos de bola dos defesas a Helton.
    Notou-se nitidamente a falta de um ponta de lança, para a determinada altura do jogo encostar Hulk à linha, para esconde-lo à marcação.

    Hulk só em remates de longe e pequenas jogadas de entendimento criou perigo. Foi bem marcado pelos 2 centrais do Benfica.

    Destaque para a nossa ala direita. Sapunaru e Varela estiveram muito bem no jogo, e foi por essa ala que criamos as melhores oportunidades.

    Maicon esteve péssimo, não compreendo a titularidade em detrimento de Otamendi, que estava a afirmar-se na equipa.

    Paulo Baptista, fez uma arbitragem ao seu nível … péssima, mas sem qualquer influência na justiça da vitória do Benfica.

    Nos festejos de Coentrão junto dos adeptos, esqueceu-se de lhe mostrar o amarelo. Júlio César perdeu imenso tempo nas reposições de bola, e devia ter levado amarelo ainda na primeira parte.
    Depois mostrou imensos amarelos a atletas do Benfica e Porto injustificados, e Javi Garcia que deu porrada de criar bicho terminou o jogo, e Cardozo que deu mais uma cotovelada, não foi expulso.
    Foi uma sinfonia do apito, que travou muitas vezes o ritmo do jogo.

    O Benfica tem a gaiola e o pássaro na mão … resta-nos "acraditar" e na Luz roubar o pássaro.

    Abraço

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

  7. Jogo de ontem igual a demasiada confiança e pouca clareza nas opções técnicas do André. Quero pensar que as opções tomadas se deveram mais uma vez a lesões e não a opções tácticas (que neste caso foram desastrosas).

    Em relação ao jogo, penso que os decisores são 3: a ausência da normal concentração defensiva portista, a eficácia e pressão alta do jogo do benfica e a falta de uma referência no ataque portista.

    Se de uma forma geral o Porto até dominou o jogo, não foi bem sucedido na missão de fazer golos e isso normalmente paga-se caro, ou não fosse a velha máxima de quem não marca, sofre.

    Somado a isso a intranquilidade pouco habitual na defesa do porto, algo que não é de todo habitual e um Helton que lembra os dias menos agradáveis do Brasileiro.

    Nota positiva para o sector do meio campo que mesmo assim foi o mais acertado, a par de Varela e Sereno (uau… eu a dizer bem do Sereno!)

    Não se pode dizer que o Porto ontem tenha jogado mal. Mas também não jogou bem. E mais do que perder um jogo para a Taça com o rival em casa, temo por próximas vezes onde se possa sentir a falta de Falcão.

    Acho que não devemos entrar em derrotismos como certos pipoqueiros que ontem aos 70 minutos já abandonavam o estádio e que provavelmente hoje vão encher a bluegoesfera de comentários derrotistas.

    Claramente o Porto perdeu ontem por si próprio, no momento em que entrou em campo…

    Venha a Liga…

  8. Em 1º lugar dizer desde logo que uma equipa que não marca um único golo não pode reclamar de nada.
    Depois dizer que não percebo como é que tipos que ganham largos milhares de euros por mês nos seus empregos e cujo o objectivo dessa sua profissão, e para o qual são formados e treinados diariamente, é acertar com uma bola dentro de um rectângulo gigantesco e conseguem passar mais de hora e meia sem o fazerem. Ainda para mais no seu próprio estádio, na sua própria casa.

    Devo dizer também que mais uma vez a arbitragem foi tendenciosa porém nada que influenciasse o rendimento do FC Porto, pelo menos desta vez só foi um fora de jogo com boas possibilidades de dar golo e uma expulsão perdoada ao jogador que esteve depois perto de fazer o 3º para a equipa visitante.

  9. Mas o que mais me fez ficar de cabelos em pé é que a equipa visitante nem jogou nada de especial e jogou mesmo cerca de meia hora só com 10.
    Isto diz muito da equipa que ontem se apresentou de azul e branca vestida, quer a nível físico quer(e principalmente) a nível mental.
    Não sei se pensavam que davam outros 5 só por aparecerem ou se estavam "acagaçados" por jogarem sem alguns dos que eles próprios (jogadores) sabem ser dos melhores entre eles e que fazem a diferença. Seja como for, fracos mentalmente.

    E sem querer tirar as competências já bem evidenciadas pelo nosso treinador: Sereno?! a lateral esquerdo?!
    Nem no banco o queria para o FC Porto e vai por este tipo sem ritmo e sem qualidade e sem mentalidade e sem tanta coisa num jogo desta envergadura?!
    James num jogo como este?! Walter não serve como alternativa a Falcao e põe-se uma frente de avançados sem tipos que sejam claramente conotados com o objectivo golo?! Sim porque Hulk marca muitos mas não é essa a sua principal função (mas ainda bem que os faz e até podia fazer o dobro que não me importava nada), Varela e James e C Rodriguez têm dias e Beluschi andava numa guerra fria com os jogadores adversários, Moutinho muito abaixo do costume, diria mesmo que foi o pior jogo de Moutinho esta época e depois Maicon, o homem desastre. Outro que me parece ter como destino uma equipa qualquer para rodar até acabar o contrato. Por falar nisso, espero bem que Helton acabe o contrato e… adeus ó vai-te embora.

    Bem isto tudo para dizer que se fico fo**** quando o FC Porto perde em casa mais **di** fico quando perde sem sequer marcar a porra de um golo e fico mesmo extremamente ****do quando isso acontece contra equipas que nem fizeram um jogo tão bom quanto isso.
    Se bem que hoje os jornais enaltecem(nas capas, não li os "interiores") a lição táctica de Jasus "O Graudo", esquecendo que a sua equipa na 2ª parte mais parecia uma equipa de fundo da tabela a jogar à defesa, completamente encolhida no seu meio campo que até dava para Helton subir à linha divisória. Mais, como qualquer equipa pequena com um resultado inesperadamente a seu favor até começou logo na 1ª parte a ter jogadores prostados a fingirem-se lesionados para queimar tempo. Coisa táctica só ao alcance de grandes mestres e de equipas colossais. LOL.

  10. Quase todos temos culpa do que aconteceu ontem no Dragão… Criou-se desde o dia 7 de Novº, com os 5-0, um clima de nacional porreirismo que ia acabar nisto, e no que mais à frente se verá… Quem frequenta a meia duzia de blogs de grande qualidade (como este), já assistiu às tretas mais disparatadas… Ainda esta semana num deles, elogiava-se a maneira como AVB celebra os golos… isto sim, blá blá blá…

    Só que:
    Desde os 5-0 não fazemos um jogo de jeito… Pois, Coimbra e Viena, mas naquelas condições tinha uma parte de lotaria… de resto !!!!
    Gestão do plantel ???? !!!!
    Bolas paradas ???? que fazem no Olival todos os dias????
    Maicon ??? Bola a cair na meia-lua com ele é meio golo… e às vezes é expulso… Fernando ??? pk entrou na equipe, saindo Guarin ???
    Bem, a taça da liga já foi, a de Portugal vai a caminha, o Sevilha não é o que jogou contra o Braga !!! Resta-nos os 8 pontos… não vai mal, mas ontem entre o Cpo 24 de Agosto e a Areosa, havia um odor a Prof Jesualdo que nem vos conto…

  11. às perguntas porque é que A ou B não jogam, só se pode dar uma resposta: porque o AVB e a SAD escolheram o campeonato e a Liga Europa, dado que a equipe é desequilibrada entre primeiras e segundas escolhas e não há nem tempo para formação, nem dinheiro para mais!… e vão-se preparando porque o futuro assim será: Iturbe nem 18 anos tem.
    Por isso o Jámes jogou ontem, porque precisa de rodar e ganhar calo nestes jogos.
    Não ataco o AVB. Como também no ano passado não ataquei o Prof. Eles fazem o que podem e o que têm de fazer com o que lhes dão.
    Com diferenças entre eles obviamente, mas ambos com condicionantes externas.
    Não foi nenhum drama, e parece-me que foi um mal que veio por bem!
    A mensagem tem de ter passado!

  12. Neste jogo, axo q o AVB também tem direito a um Baroni.

    Inventar nestes jogo dá sempre… sempre merda!

    Sereno a defesa esquerdo?
    Se ele é assim tão bom que o metesse a jogar no lugar do Maicon!
    Maicon… não tenho palavras pra este "artista"!
    O Fucile apesar da má forma e dos seus penaltis parvos, tem muito mais rotinas pra akele lugar, mesmo até para apoiar o desamparado James no atake!

    Hulk a ponta de lança??? Só se fosse no Tokio Verdi ou Tokio Hotel… a fintar chinokas ou japs! Dasse…

    Espero que sirva de um "abre olhos" para o Sevilha! Pk assim não vamos lá!

    Abraço Jorge

    Helder Gomes

  13. Derrota merecida pela falta de organização, lentidão, falta de dinâmica, displicência, deserto de ideias e ineficácia.

    Foi penoso ver tantas falhas comprometedoras e de palmatória. Vulgaridade absoluta frente a um adversário fraco, que se limitou a pressionar alto e tirar proveito dos sucessivos erros adversários.

    O FC Porto demonstrou estar a atravessar um período periclitante, não conseguindo disfarçar as faltas de Álvaro Pereira e Falcao.

    A eliminatória ficou praticamente decidida.

    Um abraço

  14. Nao passemos dos oito aos oitenta…
    O jogo de ontem resolveu-se por erros individuais e eu sou da opiniao que um dos que mais errou foi o Fernando que tem sido considerado por muitos um titular indiscutivel apesar das boas exibicoes do Guarin nessa posicao.
    O Helton tambem falhou, nao so no primeiro golo, mas quando controlou mal uma bola que o Cardozo podia ter metido la dentro.
    Quanto ao AVB so acho mal que havendo a possibilidade de nao querer por o Walter ou o Fucile a jogar, especialmente o primeiro, nao tenha ido ao mercado buscar jogadores para essas posicoes, no minimo atraves de um emprestimo. Mas isso podera ter a ver com decisoes do clube e nao do treinador.
    Agora nao acho que deve por a jogar o Fucile ou o Walter por serem os unicos jogadores disponiveis para essas posicoes. Se estao a treinar mal (por displiscencia ou ma forma) po-los a jogar reduz o incentivo para treinarem melhor e podera ter mas consequencias no futuro, tanto para estes dois jogadores como para os outros que comecam a ver que talvez nao seja preciso trabalhar bem nos treinos para jogar.
    Quanto ao Maicon (22 anos) acho que vai ser um grande defesa central apesar de ainda ter umas arestas para limar.

  15. O que mais me custa verdadeiramente é que no ínicio do ano jogavamos para ganharmos tudo e agora sinceramente parece-me que nem dos oitavos vão jogar… estou farto de vedetismo passes de calcanhar e fintas desnecessárias que o façam quando estão a ganhar ainda vá que não vá agora a perder….. a humildade é bonita e nós, verdade seja dita, entramos a pensar que ia ser mais um bano de bola…… como estão dois extremos no banco e nem PL como e que fucile nao joga nao querendo dizer que foi pelo fucile que perdemos….. e desde de alvalade que preferia o otamendi sem um perna do que o maicon com tres…. e aproveitar e la elimnar o 5lb para eles baixarem as cristas….. o que me irrita ainda e que quem le os jornais fica com a sensação de que so deu benfica

  16. Anonimo:

    No principio do ano, i.e. na pre-epoca, grande parte dos portistas encaravam este ano como um ano de reconstrucao, durante o qual um treinador novo, em todos os sentidos, iria construir uma equipa para fazer face a um Benfica que estava a jogar muito bem apos termos perdido mais dois jogadores importantes (B.Alves e Meireles) na sequencia de uma epoca com varios problemas.
    Acho que estamos bem melhor do que muitos esperariam.
    A ideia e reagir racionalmente aprender com os precalcos e voltar mais forte.

  17. Um apontamento aparte. Alguém conhece este blog infiltrado http://souportistacomorgulho.blogspot.com/ ?

    Já acompanho o blog há mais de 2 anos no google reader, portanto faço uma moderada ideia do que estou a falar. Volta e meia o autor lá se descose e nota-se nitidamente o vermelho por baixo do aparato. Segundo percebo, há uma associação qualquer ao Colectivo Abrantes (há um link para o blog Câmara Corporativa em todos os posts, blog anónimo de assessores do Governo, conhecido na blogosfera por fazer, sob a capa do anonimato, o trabalho sujo e indelicado que o Governo e PS não querem fazer) portanto já se está a ver a estirpe destes merdas.

    O blog faz ponto de honra de tentar minar toda e qualquer doutrina mainstream, digamos assim, do FC Porto, fazendo-se passar por um adepto que não vai com a manada enquanto se desfaz em críticas e ridículos a tudo quanto é jogador, treinador, director, responsável ou projecto do FC Porto. É relativamente frequente, a título de exemplo, ridicularizar os posts "Labaredas" no site do FC Porto e referir-se a eles como fogachos. O presidente e treinador do Porto são quase sempre ridicularizados nos posts, os jogadores mais mediáticos reduzidos, as arbitragens em nosso prejuízo menorizadas,.. isto é praticamente certo em todos os posts. Quando há um post mais abonatório, se repararem, há sempre uma referência súbtil de mouro aziado a qualquer coisa para cortar na moral.

    Fora isso, é o assessor mouro normal, muito pouco para fazer, tem tempo para transcrever todas as crónicas do MST, FJV e Álvaro Magalhães para tentar manter a capa, tem tabelas para tudo, estatísticas até meter nojo e pronto. Mas para quem acompanha a página há muito tempo (e o próprio autor já fez referência ao receber vários mails a acusá-lo de ser infiltrado, portanto não fui o único a reparar), não engana.

    A minha proposta é que os blogs que têm um link para a página deste(s) retardado(s), que nem comentários permite (já o Câmara Corporativa também os selecciona antes de publicar, o que é muito raro em blogs do género) o retirem logo que possam ou em alternativa o movam para uma secção aparte – pá sugestão top of mind "Encornados em Crise Existencial", "Milhafres Confusos" não sei.. isto para que os adeptos tenham noção do que ali se passa e se corte o fluxo lá.

    Muito obrigado.

  18. João,
    Atenção que a Agencia de comunicação dos benfas e do Socrates é a mesma… Cunha Vaz !!!
    O que contas não me admira…

    De qualquer forma, temos de melhorar… Há 3 meses, que nao fazemos uma jogatana… o pessoal senior que treina no Olival, custa mais de 2 milhões de euros por mês… Treinem as bolas paradas, carago!!!!!!

Deixar uma resposta