O amante de César

Depois de mais uma extraordinária exibição de retórica mentira de inspiração parlamentar de Rui Gomes da Silva no Dia Seguinte de ontem (se tiverem oportunidade de ouvir, alheiem-se do tradicional “ah mas se fosse o Porto não se marcava falta” e notem a defesa das opções de Jesus no jogo contra o Portimonense quanto ao facto de ser passível de punição disciplinar caso tivesse ocorrido nas últimas três jornadas, como está previsto no regulamento. Priceless!), há que salientar este excelente achado do Templo do Dragão, a ler aqui.

A próxima vez que ouvirem Rui Gomes da Silva a falar, lembrem-se deste artigo.

É como Sousa Cintra dar aulas sobre reciclagem;

É como Jorge Jesus dar formação sobre etiqueta e boas maneiras;

É como Ronald Baroni ensinar jovens avançados a marcar golos;

Já chega. Acho que perceberam.

Deixar uma resposta