Congratulations, Raul!

Depois de uma época muito abaixo das expectativas em 2009/10 com a nossa camisola, Raul Meireles voltou a brilhar e venceu o Prémio para Melhor Jogador do Ano votado pelos adeptos da Premier League. Era este o jogador que precisávamos no ano passado mas que por qualquer motivo que fosse, raramente apareceu.

Parabéns, Raul. Que os próximos anos sejam tão bons ou melhores que este.

9 comentários

  1. Merecido este post, ia fazer um também, mas socorro-me da tua antecipação para também enviar por aqui os meus parabéns ao grande Meireles.

    Meireles teve uma última época bem abaixo do que podia fazer no FC Porto, mas pior do que o que ele fez ou deixou de fazer nessa última temporada, foi a vergonhosa posição que uma aves raras andaram por aí a tentar fazer. Que foi em colocar em cima do Raul e também do Bruno todas as culpas pelos insucessos da última temporada.

    Raul Meireles foi um dos capitães do FC Porto, deu-nos muitas alegrias e serviu-nos com muito profissionalismo, teve noites más e decisões erradas como quase todos os que por aqui passaram.
    Mas poucos são da categoria do Raul e poucos são os que nos serviram tão bem durante tanto tempo.

    A ingratidão não existe ou não devia existir nesta casa para com aqueles que nos engrandeceram condignamente. Essas mesmas aves raras que fazem campanhas por benfiquistas sem competência para servir o FC porto, ou azelhas que nem um pontapé na bola conseguem dar sem cair, não têm essa capacidade.

    Raul Meireles é um dos melhores médios da actualidade. Já o era no FC Porto, obviamente, Internacional com todo o mérito e um box-to-box com lugar em qalquer equipa de top.

    O Liverpool fez uma compra que há-de ficar na história, pois olhando a relação qualidade-preço, fizeram uma aquisição estrondosa a preço de saldo.
    Fartei-me de o dizer na altura…o preço foi tão baixo para um jogador tão bom…que até doía!!!

    Estou contente pelo Raúl! Deve estar felicíssimo e merece.

    É o melhor jogador da Liga Inglesa, escolhido pelos adeptos!!!!, numa das piores épocas de sempre do Liverpool.
    Agora vão recuperando, mas tiveram um início catastrófico, em que se chegou a temer o pior dos cenários. a catástrofe total.

    Raúl surgiu como um herói de entre os escombros. Adaptou-se mesmo entre este cenário. Está feito um senhor em Liverpool.
    Estou contente por ele.

    Os meus parabéns e o meu abraço para o carequinha que anda pela terra dos cantores que mudaram parte do mundo.

    * Já agora aproveito para endereçar ao amigo Jorge, a todos os seus leitores e respectivas famílias, os meus sinceros votos de uma feliz Páscoa.

    Um grande abraço!

    thebluefactoryofdreams.blogspot.com

  2. tenho também o prazer de anunciar (em exclusivo para o melhor blogger Portista da Actualidade ;) ) que há 2 caras novas que vão começar a postar na fábrica. 1 feminina, 1 masculina. 1 de idade mais tenra, 1 mais madura. 1 do outro lado do atlântico, 1 do coração da Invicta.

    Todos diferentes, todos iguais. Pelo Porto, com liberdade e paixão.

    Um abraço.

    1. gente nova é sempre bem-vinda, desde que venha por bem, seja feminina ou masculina, jovem ou experiente, local ou remoto!

      e se é em excusivo para o melhor blogger Portista, que estás aqui a fazer? onde está o José Correia, o Vila Pouca ou o BlueBoy, entre tantos outros? :P

  3. Repara que ele tambem nao “apareceu” no inicio da epoca no Liverpool so comecando a jogar realmente bem com o Dalglish tendo uma sequencia de jogos fantastica no inicio do ano em que marcou 5 ou 6 golos.

  4. – E o Raúl responde: estava me guardando para o Liverpool!…
    De qualquer modo, é um orgulho – parabéns ao Raúl-, e é também bom marketing para as próximas vendas…

    O que é engraçado, e valeria um estudo, é saber se os jogadores aguentam mais de dois anos em ritmo alto e disponibilidade total… – Será que é por isso que o Mou nunca fica mais de 2 anos na mesma equipe?…
    (A partir deste ponto, muitas outras perguntas são válidas…)

  5. Um grande prayer ao Meireles!

    A última época não lhe correu bem mas não esqueço as outras quatro.

    Confesso que é um orgulho ver os “nossos” jogadores a ter sucesso e reconhecimentos nas grandes ligas europeias

Deixar uma resposta