Ouve lá ó Mister – Benfica

André, farol da nossa esperança!

Big wheel keeps on turning! O Helton lá se estourou do joelho ou das costas ou lá do que raio o homem se queixava, não foi? Ficamos todos à rasca quando o gajo se estatelou na relva e torcemos todos para que ele volte rapidamente. Não é que não tenhamos confiança no Beto ou até no Pábél, mas não estou a ser um otário quando digo que o Helton é o principal guarda-redes por mérito próprio. Vai ser porreiro quando estiver em condições para escolher o lado certo da moeda que vai ao ar.

Mas divago do verdadeiro objectivo desta missiva: a visita à Luz.

Vamos com um belo lanço. É verdade que tem havido erros defensivos, que tão empolados têm sido pelos arautos da desgraça, tão voluntariosos a encontrar qualquer brecha na armadura que tens colocado em campo. Mas esses erros, por muito que tenham causado alguma mossa nos números surgiram toda a gente sabe, por muito que prefiram não admitir, surgiram em alturas de relax em jogos que estavam já controlados ou prestes a ficarem como tal. E não há Delgados nem Manhas suficientes no mundo que me convençam do contrário, sabes porquê? Porque eu vi esses jogos, porque eu assisti ao fluxo do jogo e vi a maneira como aconteceram. Não me preocupam. E além do mais, esses golos sofridos foram compensados pelo excelente número de 18 golos nos últimos 5 jogos. É isso, é uma média acima de 3 golos por jogo. Simpático, não é?

E são esses três golos que precisamos hoje. São só três golinhos, André, nada de mais. É, como me disse uma brilhante comentadora aqui no burgo, nada mais que se o anormal falhanço do Falcao na última vez que pusemos os pés neste relvado tivesse sido menos falhanço e mais acertanço. É só mais um pózinho do que fizemos aqui há 2 semanas e meia. Mesmo sem os balázios do Guarín.

Ninguém te pede que venças. Só que tentes. Não é fácil mas não é impossível. Tenta. É só o que peço.

Sou quem sabes,
Jorge

11 comentários

  1. Big wheels keeps on turning/ Proud Mary keeps on burning – Proud Mary era um barquito que andava no Mississipi e que, entre outros, Os Creedence Clearwater Revival e a Tina Turner glorificaram.
    Saudações desportivas -sem Salvio nem Gaitan, temo pelo meu Benfica.

    Alberto de Carteado Malheiro

    1. Desculpa mas estas enganado:

      “The phrase “Proud Mary” reminded John Fogerty of a domestic washerwoman, which is what he started writing the song about. When he wrote the music, the first few chords reminded him of a paddle-wheel going around, and he thought of the Mississippi River. Instead of “Proud Mary” being a clean-up lady, “she” became a boat.”

  2. Bom dia Jorge!

    Boa antevisao. Comprei o meu bilhete para este jogo ja em Fevereiro,foram 30 euros..10 euros/golo parece-me um bom ratio :)
    A chave deste jogo passará por entrarmos concentrados, organizados e marcarmos cedo. Alias quem marca primeiro, regra geral vence o jogo..Um clássico é sempre uma incognita, mas só peço aos nossos jogadores para deixarem tudo em campo, no matter what.Para nos encherem de orgulho independentemente do resultado como têm feito este ano.
    P.S E depois do ultimo jogo no estádio da Luz que tive a sorte de tambem presenciar ao vivo, só posso dizer que estes rapazes encheram-me de Orgulho azul e branco!

  3. caro Jorge, caríssimas(os):

    a minha mais forte convicção para o encontro de logo é que os “Coentros e os rabanetes não se sentarão à mesa do rei” – que é como quem “escreve“: não haverá espaço para abébias, pelo que aposto num novo apagão ;)

    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

    Miguel | Tomo I

  4. Seria fantastico dar a volta ao resultado da primeira mao. Por si so uma retomada deste nivel no estadio da Luz seria excepcional, mas apos festejarmos o campeonato no Estadio do nosso maior adversario, tira-los da final quando eles ja la teem um pe seria azul sobre ouro.

  5. Começando por onde começaste, quer-me parecer que poucos jogadores do actual plantel tenham participado em eliminações recentes do respeitável adversário. Julgo que talvez só o Sereno, na época passada, o Little John (uns épicos cincádois em 2008 pelo Sporting: premonitório, pelos cinco, claro) e o… Beto, em 2009 pelo Leixões! E o Beto foi mesmo decisivo, nos pénaltes.

    Ou seja, no plantel do FCP pontual 3 moços que, embora nunca o tenham feito com a actual camisola, já cortaram as asas à Águia, um por cada um dos últimos três anos.

    Por isso, se o Beto quiser repetir a gracinha e defender o ultimo penalte do Cardozo, eh pá, bora lá, tás à vontade!

    Um abraço!

  6. Alguem me pode dizer como e possivel ver o jogo em diferido na net? Nao vivo em Portugal e nao tenho hipotese de ver a transmissao em directo.

  7. Seria adepta de outro clube ou viveria noutro planeta se não acreditasse que é possível. “O imprevisível e o caótico acontecem muitas vezes no futebol” Difícil,muito,mas nada que não esteja ao alcance desta equipa.
    Há que acreditar! E se não acontecer,oh pah,paciência…siga a rusga para a Liga Europa!

    O que me “dói” é saber que estamos nesta posição de desvantagem de maneira não estúpida e infantil –‘ anormal foi esse jogo.

    Ps: obrigada pela referência e ainda mais pelo (exagerado) adjectivo usado :))

Deixar uma resposta