Baías e Baronis 2010/2011 – Helton

Época: Brilhante. Talvez a melhor época que fez no FC Porto desde que cá chegou, transmitiu confiança a toda a equipa e mostrou que uma boa defesa precisa de um bom guarda-redes para funcionar. Sempre a comunicar com os rapazes à sua frente, salvou-nos muitas vezes com defesas vitais e foi capitão de pleno direito.

Momento: O jogo da segunda mão contra o Villarreal, mesmo encaixando três golos. Muitas e boas defesas, foi essencial para manter coesa a estrutura da equipa e ganhar a qualificação para a final da Europa League.

Nota final 2010/2011:

BAÍA

8 comentários

  1. @ Jorge

    permite-me uma sugestão: e que tal se fosse o quórum do Porta19 a decidir se os jogadores que escolheres merecem um «baía» ou um «baroni»? ;)

    abraço

    ps:
    o post de ontem foi muito concorrido :)
    (pres)sente-se que é um tema fracturante e que só o Tempo fará com que haja uma mudança de mentalidade, mas sobretudo de atitude

    1. Caro Penta, talvez não se recorde de mim mas já trocámos algumas linhas no blog oportoeomaiorcarago, o qual deixei de frequentar precisamente por seguir uma filosofia do mais extremista, facciosa e anti-benfiquista que encontrei pelas internetes.

      Folgo em encontrá-lo aqui, num espaco mil vezes mais salutar e respirável, tal como folgo que (como eu presumi) tenha uma opinião equilibrada acerca do tema tão bem trazido à baila pelo Jorge. Espero e desejo essa mudanca de atitude, tal como desejo ardentemente que no meu clube se inverta aquilo que tem sido a política populista e caceteira dos ultimos anos de LFV. Rivalidade sempre existirá, mas é importante que a moderacão e o civismo imperem. Tendo em conta os ultimos dois anos, temo o que possa acontecer no proximo…um abraco!

      1. @ Jota

        confesso que já não me recordava :)

        tal como o Jorge – e muitos outros portistas -, tenho um enorme prazer em falar sobre Futebol. e gosto do contraditório, mas desde que seja com civismo e respeito pelo Outro e pelos seus ideais.
        obviamente que sei que temos visões diferentes, por vezes divergentes, sobre um mesmo tema; mas acredito que é possível a um benfiquista e a um portista falarem a mesma linguagem em temas que não envolvam um penalty mal assinalado ou um fora-de-jogo que foi marcado devido à barba proeminente do avançado…

        é que convém (re)lembrar que se trata apenas e só de um jogo de futebol. há “coisas” bem mais importantes na Vida (pelo menos, para mim, há).

        saudações cordiais

    1. malta, optei por publicar apenas as minhas opiniões e consolidar tudo numa votação futura para que o povo possa dizer de sua justiça. espero que não fiquem incomodados com os toques de despotismo :)

      um abraço,
      Jorge
      Porta19

  2. É, para já nos Baías sei que vou estar de acordo – como quase todos os leitores – o “pior” vai ser quando se chegar aos Baronis… – era já o próximo!…

Deixar uma resposta