Encontrar a memória com memórias

Jorge, sei que é um pedido estranho mas encontro-me sem opções e pensei ser uma boa e solidária forma de veicular a mensagem.

Ontem cheguei de Dublin, com uma máquina cheia de fotos na bagagem, muito preciosas da nossa grande festa. Resolvi continuar a cobertura do momento e fui para os aliados onde o cartão de memória ficou cheio e foi então guardada a máquina no bolso. Esta máquina foi roubada. Pedia-te se possível passar qualquer tipo de mensagem para que pelo menos devolvam o cartão de memória onde se encontram memórias dum portista que pretendia guardá-las para sempre.

Sou leitor frequente do blog, nunca comentei. Mas em desespero peço se poderás de alguma forma ajudar a que este cartão com as minhas memórias me possa ser devolvido. Não encontrei nenhuma outra forma de te contactar, pelo que se tiveres disponivel para dar uma mãozinha dado o teu elevado numero de leitores pedia-te que mandasses um mail. Obrigado, e desculpa o incómodo.

 

Malta, recebi agora este comentário de um Portista que está desolado, como devem compreender ao lerem o texto, porque para uma alma que está cheia da euforia de uma vitória desta magnitude…é uma facada nas costas o azar que teve.

Por isso se alguém souber de alguma informação amandem-me um imeile que eu faço chegar a este vosso colega adepto. É evidente que é um tiro no escuro mas não custa nada.

11 comentários

  1. Desde já agradeço a tentativa de ajuda. Pode ser que quem quer que tenha ficado com a maquina possa pelo menos devolver as memorias. A maquina eu dou :). Ja estou por tudo.

  2. Realmente… se bem que se eles(carteiristas e quejandos) até para Fátima vão, no 13 Maio, para roubar os mais incautos quanto mais num festejo como o de ontem.

    E não terá sido por “necessidade” como aqueles que roubam para terem dinheiro para matar a fome a si e aos seus. Deve ser para arranjar dinheiro para matar outro tipo de fome.

    Desejo boa sorte ao roubado e um furúnculo na ponta da gaita ao ladrão. Se for ladra é no sitio “comparante”.

    Mas desconfio que ao roubado mais vale ir conformando-se que perdeu tudo. É como se costuma dizer: “É a vida”. Umas vezes tem-se sorte noutras tem-se azar mas a luta continua.

  3. Boa tarde,

    Trabalho nos Aliados. Se ouvir comentar aqui nos cafés ou restaurante onde almoço, comunicarei.

    Abraço

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.com

  4. Pedro:

    O gajo que roubou a maquina deve-se estar nas tintas mas e possivel que o gajo que a compre ao ver as fotos esteja disposto a devolve-las.
    Talvez possas adicionar ao teu pedido instrucoes para uma possivel transmissao anonima do cartao ou do seu conteudo. Duvido que quer o ladrao quer a pessoa que compre a maquina estejam dispostos a arriscar sair do anonimato.
    Boa Sorte

    1. Claro que sim. Estou obviamente disposto a essa transmissão anónima, nao faço ideia em que moldes se possa processar. :(.

      Mas tambem podem sempre passar na policia e dizer que encontraram no chao.

      Obrigado a todos pela solidariedade. Haja fé.

  5. Poderão também deixar um envelope endereçado a mim no “Maximo”. Restaurante da rua josé falcao. Ali perto. Seria uma possibilidade, eles guardam para mim. Não faço ideia como poderei propor tal entrega.

  6. Boa noite,

    Pedro tenta passar na feira da Vandoma, nas Fontainhas (penso que seja aos sábados de manhã). Pode estar lá o artista a tentar vender a máquina.

    Abraço e bom fim de semana

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.com

  7. Será que já andava por lá o tal de Setúbal que vai estar em Oeiras Domingo , o Jorge “corado” não viu nada, ainda estava a contar os milímetros que Falcao estava fora de jogo…

Deixar uma resposta