Baías e Baronis 2010/2011 – Castro

 

foto retirada de fcporto.pt

Época: Tenho pena que não tenha terminado a temporada mas concordo que o empréstimo foi a melhor opção. Sou um fã do rapaz, gosto de o ver jogar, com garra, empenho, luta, discernimento competitivo, bom remate e espírito de sacrifício. Jogou pouco mas o que fez em campo deixou-me sempre com vontade de ver mais um pouco. Gostava de o ver integrar o plantel de novo para o ano.

Momento: Deixou boas indicações no jogo da Taça contra o Limianos mas sem consequências de maior. Talvez a vitória no Bernabéu contra o Real de Mourinho tenha sido o melhor momento do ano…

Nota final 2010/2011:

BAÍA

(é tendencioso mas não resisti, critiquem-me à vontade)

6 comentários

  1. é mais que tendencioso… acho que é futurista este Baia… mas quanto a mim eu dava um Baia e sem os parêntesis… penso que é a maior esperança que qualquer portista pode ter em ter um jogador integrado no plantel do fcp. por mim…mandem embora o nando e ficamos com o castro ..sei que são diferentes mas pronto.
    Bom baia.

  2. (…) “garra, empenho, luta, discernimento competitivo, bom remate e espírito de sacrifício. Jogou pouco mas o que fez em campo deixou-me sempre com vontade de ver mais um pouco. Gostava de o ver integrar o plantel de novo para o ano:”

    Tiraste-me as palavras do teclado Jorge.

    O Castro merece um lugar no Plantel Azul e Branco e é de longe uma alternativa séria e credível para os desafios da próxima temporada.

    Agora é preciso que os Dirigentes Portistas queiram que ele fique e não cedam às malditas comissões.

    Merecido o Baía.

    Grande abraço.

    1. eu avisei que ia ser tendencioso…exactamente por não ser normal :)
      a questão é que o Castro jogou pouco mas o pouco que jogou foi bom. o Souza…nem por isso.

Deixar uma resposta