Baías e Baronis 2010/2011 – Otamendi

Época: O rapaz parece bipolar. Se há alturas em que anda como um doente a raspar tudo o que vir de verde com riscas brancas (e não estou a falar do Sporting), por vezes tem hesitações que custam bolas perigosas e coloca em risco os colegas da defesa. Sai muito bem com a bola nos pés mas o passe não é a sua melhor valência. Tem potencial para ser líder, precisa de estabilizar o jogo, acalmar um pouco os ânimos e melhorar na coordenação defensiva.

Momento: Em Braga…num jogo complicado…sem Falcao…este fulano enfia dois grandes golos e põe o povo louco. Tinha valido a pena só por isso.

Nota final 2010/2011:

BAÍA

12 comentários

  1. Bom jogador. Mais 10cm de altura e era um central de eleição. Acho que precisa ainda de crescer (no aspecto da concentração competitiva). Determinados jogos parece que lhe passam ao lado…

  2. Só uma nota: Ontem fomos campeões de Basket, desde 2004 (salvo erro) que não molhavamos a sopa. Acho que o Porta19 podia dar um contributo para enaltecer a época histórica que vivemos, em todas as modalidades.
    Outra nota: o Nuno Marçal cumpriu a 22ª época de dragão ao peito. Ainda me lembreo dele quando, também eu, lançava bolas ao cesto ao lado dele, com 13-14 anos. É um simbolo do nosso clube e quase nunca valorizado extra-futebol. Olhem para o a nossa equipa de futebol e dêem-me um exemplo como o Marçal… não há! Pois…
    Jorge promove uma entrevista com o Marçal…

  3. O que me agrada muito nele, é aquele ar de quem já anda nisto há muito tempo, apesar da pouca idade que tem. O que de certeza impressiona os adversários que hesitam em o pressionar. Acho que este sim, será um grande central. Para já precisa nítidamente do Rolando do lado para se sentir confortável, mas sente-se que à medida que os desafios aumentam o homem vai dando resposta. Acho que um central tem uma missão ingrata: tem de ser bom nas alturas e bom com os pés, extraordinariamente paciente mas ao mesmo tempo autoritário, e muito rápido a entender e a reagir ao que vai acontecer nas suas costas, e depois, com uma resistência incrível para aqueles jogos asfixiantes … -prefiro para estas andanças alguém tranquilo e com nervos de aço
    (em contraste,p.ex., com aquela exuberância de papai, que ocupava o lugar antes dele e que quando as coisas corriam mal desatava aos coices…)

  4. Um internacional argentino titular do FCP devia mostrar mais do que este rapaz mostrou. Não foi mais que mediano, mas como só tens Baías e Baronis para dar, aceito. Mas se a segunda época fôr igual à primeira, tens de lhe dar um Baroni.

  5. No que diz respeito a este Jogador eu tenho de ser muito honesto e reconhecer que no incido eu tinha muitas duvidas sobre o seu valor.

    Para mim o facto de ter jogado pela Argentina no Mundial de África 2010 não fazia dele o meu preferido. Era um Jogador que não conhecia o Futebol Europeu e todos nós sabemos que os Jogadores da América do Sul que vem para o Velho Continente pela primeira vez tanto podem dar grandes Jogadores como podem dar grandes desilusões.

    O Otamendi foi precisamente o caso de uma boa contratação. Falta-lhe altura e ainda dá muitos “coices”. Além disto, apesar de ser rápido e ter garra, precisa de uma voz de comando. Dai a importância de Helton como Capitão. O Rolando é bom Jogador mas não consegue ter mão neste pequeno Argentino

    O facto de ser Internacional Argentino, estrangeiro e o seu passe ter custado o que custou valeu-lhe a confiança de muitos Portistas. È a velha história do “o que é caro e vem do Estrangeiro é que é bom e o que é Nacional ou que tenha jogado no nosso Campeonato antes de vir para o FC Porto é mau”. Infelizmente ainda existem muitos adeptos Portisats que pensam assim.

    O Baía assenta perfeitamente no Nicolas Otamendi apesar de eu gostar mais do Maicon.

    Um aparte; fica muito mal a certos Adeptos escreverem certas coisas sobre Jogadores que não gostam. Eu não posso ver o Mariano á frente, mas não o apelido de “exuberante” nem afirmo que este dá “coices” em campo. São critérios bem sei, mas por vezes há que por a razão á frente do coração Portista.

    Maicon é um excelente Jogador que a meu ver até complementa o Otamendi. Uma Dupla de Centrais com Otamendi e Maicon é um luxo que acredito que iremos ver muito em breve.

    Mais uma vez um grande abraço Jorge.

      1. Jorge este Mariano faz perder a paciência de qualquer pessoa.

        Eu no Estádio não me manifesto muito, mas este tipo é o unico que me faz virar para o vizinho do lado a resmungar LOL LOL

  6. Lembro-me de ler aqui que nos faltava um jogador que pudesse ser um líder, aquele tipo de jogador a que os adeptos se apeguem e que se desculpa uma ou outra falha (não terá sido exactamente por estas palavras, mas com o mesmo sentido). Eu acredito que esse jogador será Otamendi. Aliás espero que nas próximas 2 ou 3 épocas, assim o mercado o permita, será o herdeiro da mítica camisola 2.

  7. Baía, sem dúvida. Mas concordo com o Vila como, aliás, fiz questão de deixar essa opinião patente no post relativo ao Maicon quando disse que Otamendi, com a altura e jogo aéreo do brasileiro, seria um dos melhores do mundo na posição. Tem raça, é competente e sabe sair a jogar, embora a sua impetuosidade não lhe permita ter, ainda, o melhor discernimento aquando de cortes arriscados e primeiro passe organizacional. De resto, tudo me leva a crer que a alternância com Maicon se deveu a dois factores. Moralização e confiança ao terceiro central, para garantir uma alternativa, baseado aliás na filosofia de gestão de AVB e o facto de 50% do passe de Otamendi ainda ser do Vélez. Ou seja, não convinha valorizar demasiado, capisce?:) Cumprimentos dragonada!

  8. AH!Também concordo com o Vila quando pede uma atençãozinha às modalidades! Afinal, somos campeões de Andebol, Basket e, todos acreditamos, vamos ser DECACAMPEÕES NO HÓQUEI! É muita fruta, é! :) eheheheh

Deixar uma resposta