Ganhar estatuto a pulso

2011: James Rodríguez – Colômbia

2010: Serge Deblé – Costa do Marfim
2009: Diego Buonanotte – Argentina
2008: Sebastian Giovinco – Itália
2007: Kevin Gameiro – França
2006: Ricardo Faty – França
2005: Arnold Mvuemba – França
2004: Rio Mavuba – França
2003: Javier Mascherano – Argentina
2002: Pinga – Brasil
2001: Diego Chara – Colômbia
2000: Trésor Moreno – Colômbia
1999: Guillermo Pereyra – Argentina
1998: Juan Román Riquelme – Argentina
1997: Thierry Henry – França
1996: Adailton – Brasil
1995: Vikash Dhorasoo – França
1994: Régis Genaux – Bélgica
1993: Florian Maurice – França
1992: Rui Costa – Portugal
1991: Alan Shearer – Inglaterra
1990: Radim Necas – Checoslováquia
1989: Kaladjiev – Bulgária
1988: Michael Thomas – Inglaterra
1987: David Ginola – França
1986: Jean-Luc Ribar – França
1985: François Omam-Biyik – Camarões

 

Olhando para esta lista, com os que foram eleitos melhores jogadores do Torneio de Toulon de cada ano respectivo, podemos ver facilmente que nem todos se transformaram em grandes jogadores. É verdade que o talento que é exibido aos 19 ou 20 anos pode estar ainda em bruto e a precisar de ser burilado, trabalhado, lapidado por bons presidentes, excelentes preparadores físicos e geniais treinadores. Mas tudo tem de partir do próprio rapaz que ergueu aquele troféu em cada um dos torneios. Na lista acima há nomes como Ginola, Shearer, Rui Costa e Henry, mas também aparecem vários que nunca mais conseguiram igualar a expectativa que criaram na sua juventude. E depois há Michael Thomas, a resposta futebolística ao Undertaker da Wrestlemania.

A cotação de James está a subir tanto no clube como no exterior. O interesse de vários clubes acaba por ser um resultado esperado tendo em conta a margem de progressão e o excelente final de época que protagonizou no FC Porto, passando à frente de Cristián Rodríguez e (quase) de Varela na ordem de escolha para o onze titular. Todos esperamos que seja uma das peças principais na próxima temporada e estarei lá para o apoiar.

2 comentários

  1. A lista é interessante :) consegue colocar Michael Thomas e Thierry Henry no mesmo patamar… Atenção ao Kevin Gameiro, vi alguns jogos dele no campeonato francês este ano e o rapaz é um avançado muito bom, estilo Lisandro. Em relação ao James, tendo sorte, vai ser um grande jogador sem duvida.

Deixar uma resposta