Os outros campeões

Andebol

Hóquei

Basquetebol

Já tive vários amigos e comentadores aqui no blog que me disseram que não comento os eventos das nossas modalidades “amadoras”. É verdade que não dou a mesma atenção, por um motivo muito simples: sigo só a evolução dos campeonatos e não acompanho a grande maioria dos jogos. Vibro como portista mas admito que prefiro focar-me no futebol ao contrário do que fazia antigamente, quando acompanhava o Basquetebol (na altura do ainda grande Nuno Marçal ou dos então grandes Rui Santos, Jared Miller, Fernando Sá ou do saudoso Paulo Pinto), o Hóquei (com Paulo e Pedro Alves, Tó Neves ou os ainda grandes Filipe Santos e Reinaldo Ventura) e o Andebol (nas épocas do Carlos Resende, Eduardo Filipe ou Vladimir Petric) ao vivo sempre que podia, no Américo de Sá ou no Rosa Mota. Hoje em dia, se o fizesse, limitar-me-ia a criar posts a informar o povo dos resultados dos jogos, servindo apenas como mais uma entre várias fontes de informação que existem por essa net fora. Assim sendo, recomendo visitarem o BiBó Porto, carago! (com as fotos do pedroblue do Fotos da Curva, obviamente) para uma análise in-loco, correcta e apaixonada feita por muitos dos adeptos que vivem intensamente os feitos das nossas modalidades ao vivo e fazem-no com total conhecimento de causa, e como tal muito melhor do que eu alguma vez poderia fazer. Eu, neste campo, assumo-me como portista de sofá. Bom ou mau, é como sou.

No entanto, não posso deixar de dar os parabéns aos nossos atletas de todas as modalidades campeãs este ano. É francamente notável e digno de ser noticiado com toda a pompa a vitória no Andebol, no Basquetebol e no Hóquei. Uma gigantesca salva de palmas, malta, vocês merecem!

2 comentários

  1. Parabéns a todos os CAMPEÕES, e quando digo CAMPEÕES vai desde o adepto, passando pelos jogadores de cada modalidade(ndependentemente do escalão etário), até ao seccionista, director, roupeiro e senhora da limpeza!OBRIGADO POR ESTE ANO MÁGICO! Contigo a ganhar assim, nós nunca desmoralizaremos na luta contra o centralismo fora do âmbito desportivo, porque neste, os nossos representantes, actuais guerreiros cujo campo de batalha é o relvado. Sim, na minha opinião, o futebol veio substituir o velho hábito do Homem de andar sempre à batatada!Agora, os gladiores são bem pagos e jogam a bola, mesmo que levem umas pernas pelo meio. A todos aqueles que também ganharam algo mas que, por falta de mediatização ou de interesse geral nada se soube o meu muito obrigado e parabéns.

    PS – Já ouvi uma versão que o FCP ia comprar o Alpendorada para também termos futsal!É verdade?!? Eu quero muito que seja, não obrigatoriamente através da compra de uma equipa, mas estamos falar de uma modalidade que também é jogada com os pés)o que a maior parte de nós gosta), que tem bastantes praticantes e adeptos e tem retorno financeiro. Além de que a modalidade já está integrada na FIFA, UEFA e FPF com as inerentes provas internacionais, prestígio e retorno financeiro(não faço ideia quanto). Além disso, todos sabem, dois dos melhores jogadores nacionais (que estão ao nível dos melhores mundiais)e 1º e 2º melhores marcadores do campeonato são portistas e ferrenhos que dariam tudo por uma hipótese de jogar pelo clube do seu coração…Digam lá que não sorriam com mais uma azia dos lampiões, dada por rapazes que sentem a camisola. Seria mais uma modalidade a criar grande empatia com os adeptos que lhe dariam todo o apoio (ou eu não sonhasse em ver o Cardinal a trocar a Rússia pela terra; e ele também sonha com isso)! Conseguem imaginar como seria a festa no pavilhão com um capitão de equipa como ele? Aqueles que o acusaram de mau profissional se calhar iam vê-lo tornar-se no melhor do mundo. Na sua casa, com os seus amigos e família, comidinha da mamã e ser campeão pelo clube do coração. Que lindo seria…Vá lá, Pintinho, faz-me a vontade a mim e a alguns que já a ouvir manisfestar e ao moço. Afinal, ele deve ter-te dado um sorriso largo, larguíssimo…

    PS2 – Nunca fui ao Dragão Caixa mas digam-me uma coisa: Aquilo leva 2000 não é?Não dá para aumentar aquilo, pois não, dada a complexidade da obra…mas caramba…uma vez as modalidades de regresso a casa, com horários antes dos jogos da equipa de futebol, 2000 não chega. Ainda para mais, quando alguns se queixam que grande parte dos bilhetes dos jogos bons já estão destinados a priori…

    1. Não costumo comentar posts de outras pesssoas, mas concordo com muita coisa que foi dita pelo Sérgio.
      Falta de mediatização: é um facto. Para mim que gosto de desporto é penoso ver o estado a que chegou a nossa informação desportiva (falo da televisão, uma vez que não costumo ler jornais desportivos). Não existe nenhum bloco informativo que faça uma cobertura minima de todas as modalidades. É ridiculo.
      Futsal: também concordo. A modalidade cresceu muito e começa a arrastar muita gente aos pavilhões. Era de apostar.
      Dragão Caixa: Não sei se chega a levar 2000 pessoas… mas na realidade durante a época é muito dificil aquilo encher, salvo finais. Ainda assim não entendo como não foi possivel projectar um pavilhão com outras condições aquando da construção do estádio. Muitas vezes me recordo do antigo complexo das Antas (dois pavilhões, piscina, campos de treino, complexo de ginástica, bingo…).

Deixar uma resposta