RIP Ivic

Tenho pena de não me lembrar muito bem dos jogos de 1987/88, em que demolimos tudo que era adversário no campeonato e somámos a Supertaça Europeia e a Intercontinental. Tenho ainda mais pena, ao chegar a casa e ler que Tomislav Ivic tinha falecido hoje com 77 anos, de ter mais más memórias que boas recordações do croata. Lembro-me perfeitamente daqueles dois jogos contra o Feyenoord, especialmente o que jogámos na “banheira”, com 47 defesas e aqui vai disto pum bola prá frente que atrás está muita gente. Lembro-me de estar furioso depois de um empate a zero nas Antas contra o Famalicão, quando o meu amigo e companheiro de estádio se atirou contra as redes a insultar tudo o que via. Ivic foi um deles.

É a vida. As homenagens querem-se na altura certa e por isso lamento não a poder ter feito quando Ivic merecia. Fica a memória.

Deixar uma resposta