Nunca mais publicas a crónica, homem!

“On an occasion of this kind it becomes more than a moral duty to speak one’s mind. It becomes a pleasure.”

Oscar Wilde – The Importance of Being Earnest

 

Um amigo, depois de ler os Baías e Baronis do jogo contra o Vitória de Guimarães, perguntou-me porque é que eu demorava tanto tempo a colocar o post online, até porque as pessoas podem ficar com a ideia que ando a recolher ideias e opiniões de outros blogs e da imprensa para fazer com que a crónica seja mais universalmente aceite. Para lá do tempo que é necessário colocar de lado para escrever de facto a análise ao jogo, há vários outros factores que atrasam a publicação, como neste caso a viagem interminável para sair da zona do estádio.

Em primeiro lugar, procuro sempre abster-me de ler o que quer que seja sobre o jogo, sejam opiniões de bloggers, comentários em jornais ou noutros sites ou até ideias de amigos sobre o que se passou. É por isso que muitas vezes acabo por cometer falácias não intencionais nas análises, especialmente quando vi o jogo ao vivo. Já quando assisto ao desafio na têvê, não ouço nada mais que os bitaites dos comentadores e tento não me deixar influenciar por eles, tanto os bitaites como os comentadores. Por isso tudo o que lêem, concordem ou não, sai da minha interpretação dos eventos.

Quando o jogo se realiza no Dragão, por exemplo, depois de sair do estádio e chegar ao carro/metro ainda falta a viagem até casa e a somar a isso há sempre um período de estabilização e de arrefecimento, para evitar que saiam insultos ou elogios exagerados fruto das emoções do jogo que acabou de acabar. Nos jogos que vejo via TV, a fase de “pousio” mantém-se, e em ambos deverá ser somado o tempo de uma mais-que-provável refeição, porque só muito raramente estou a comer enquanto o jogo está a decorrer e uma refeição com o sistema nervoso alterado não funciona muito bem no meu estômago. Ainda por cima acho que dou tempo para as ideias assentarem, para analisar mais a frio o que se passou no jogo e para perceber se é ou não meritório o chorrilho de parvoíces que são semanalmente debitadas nessa rubrica.

Fica o disclaimer. Qualquer reclamação, sabem onde é o guichet.

8 comentários

  1. E fazes tu mto bem. Não escreves para agradar, escreves o que viste ou sentiste.

    Infelizmente para mim tenho que vêr a maioria dos jogos pela TV e ouvir coisas como “O Hulk cruzou de letra pq para ele é mais fácil fazer isto do que cruzar com o pé direito…”

    Continua Jorge! Eu continuo a passar por cá mesmo que discordemos em algum ponto.

    Grande abraço

  2. Eu demorei 15 minutos a sair da zona do estádio, é a vantagem de conhecer os cantos à casa (e de saber onde vão desaguar aquelas saídas por onde pouca gente vai :))

  3. LOL…não percebo a pressa do teu amigo….ou pensa que não tens mais vida pralem disto lol…é que, por exemplo, depois de mais de uma hora para sair do Estádio, vir pela EN109 pra apanhar a AE em Cacia e ainda ter pachorra pra escrever o que seja é obra lol!

    1. Totalmente de acordo! Eu aprecio o blog pela sua coerência e qualidade de opinião. Se o post chega hoje ou amanha, de certeza que não abala em nada a minha opinião em relação à dedicação do autor pela causa.

      Os acessos ao estádio… pois… se existe algo de muito mau naquele recinto são mesmo os acessos (para alem da sua existência claro). Eu moro a 3/4Km do estádio e sempre fui a pé. Saudável ao corpo e naquele dia, à carteira! Tanto carro estragado minha nossa…

      Um Abraço

  4. Prevenido, vale por dois.

    Olha, já te disse da demora em ver os posts no blog, quando leio em terceiros, por um link, que tens um que não vejo no blog. Não sigo o Feicebuk, também já me falta tempo para o blog e não arranjaria mais para outra coisa.

    E o homem… é um animal de hábitos…

  5. Segue com o bom trabalho… nem sempre estou de acordo contigo mas 90% das vezes sim e além do mais a forma como defendes e falas do Porto sem atacar ou falar de outros é de louvar…
    Algum dia podes é modificar o nome deste espaço para por exemplo:
    Deco e Paulinho César ou Lucho e Vinha ;)

    1. ui, essa história de mudar o nome dos B&Bs já vem de longe…por agora fica, mas no futuro talvez troque :)

      quanto ao não concordar, é lógico que não espero que toda a gente diga amén, mau era. cada qual tem a sua opinião e desde que seja fundamentada, não tenho problema nenhum com isso! :)

      abraço,
      Jorge

Deixar uma resposta