Porta19 entrevista Oleg (http://light-fans.ru)

Retomando as entrevistas aos nossos adversários e aproveitando o arranque da Champions’, “falei” com Oleg do site Light-Fans, a representação online de uma das principais claques de apoio ao Shakhtar Donetsk e presença permanente nos jogos em casa e fora do clube. Funciona muito como uma família, um grupo unido que se junta para gritar pelo clube.

 

Porta19: O FC Porto fez o último jogo oficial contra o Shakhtar na Taça das Taças em 1983 (ganhou 4-3 no conjunto das duas mãos depois de empatar em Donetsk e vencer no Porto por 3-2) e não enfrenta uma equipa ucraniana desde o Dínamo Kiev em 2008. Como é que o futebol evoluiu na Ucrânia nos últimos anos?

Oleg (Light Fans): Para responder a esta pergunta temos de voltar atrás na História. Desde os primeiros tempos da história do futebol na Ucrânia só houve uma equipa – o Dínamo (Kiev). O resto das equipas não conseguiam rivalizar e criar uma oposição competitiva. Desde 1996, quando Akhmetov foi eleito presidente, teve início uma nova fase da história do Shakhtar. O Dínamo era uma equipa poderosa naquela altura, mas o Shakhtar fez tudo o que pôde para se tornar num rival ao nível deles, ao passo que o resto das equipas mantiveram o seu nível que não pode ser considerado acima de mediano. Anos mais tarde, o Shakhtar tornou-se mais forte e venceu vários campeonatos. Nas últimas três temporadas estamos a passar por uma grande transformação, particularmente no nível do campeonato nacional. As pessoas que gostam de futebol (entre outros motivos :) ) começaram a investir enormes quantidades de dinheiro nos seus clubes e como consequência o nível do campeonato atingiu novos patamares. Hoje em dia quase todas as equipas conseguem competir pela liderança e clubes como o FC Metallist ou o FC Dnipro têm possibilidades de interferir na corrida para o campeonato ou pelo menos para o segundo lugar. A somar a isso, nos últimos anos graças ao Shakhtar começámos a ser conhecidos na Europa (pelo menos esperamos que sim) e jogadores de bom nível já não têm problemas em vir jogar para a Ucrânia. O crescimento do nosso campeonato levou também a uma evolução muito positiva do nível de jogo das equipas (do nosso ponto de vista). As equipas do leste da Europa eram vistas como “parentes pobres” pelo resto do continente mas o Shakhtar conseguiu chegar aos quartos-de-final da Champions’ League e não estamos à espera que nos subestimem desta vez.

 

Porta19: O Shakhtar conquistou a Premier League da Ucrânia no ano passado. Quais são as expectativas para esta época?

Oleg (Light Fans): No fundo, as mesmas. O Shakhtar actualmente domina o futebol ucraniano apesar dos esforços do resto dos clubes. O único problema está na motivação, porque se perdermos é exclusivamente por culpa própria. Infelizmente podemos trazer muitos problemas a nós mesmos.

 

Porta19: O que é que o FC Porto pode esperar quando visitar a Donbass Arena? Como vai ser o ambiente dentro e fora do estádio?

Oleg (Light Fans): O nosso novo estádio está situado na parte central da cidade e a atmosfera do estádio é acolhedora e amigável. Muitas crianças assistem a todos os jogos do Shakhtar com as suas famílias. Há também uma certa diferença entre os jogos do nosso campeonato nacional e os da Champions’ League. É hábito para os jogos do campeonato haver uma “sector escolar” onde os nossos adeptos mais jovens podem apoiar a equipa. Nos jogos europeus a presença da juventude não é tão óbvia. Vendemos cerca de 35 mil lugares anuais e o clube tomou a decisão de deixar de os vender, com o intuito de possibilitar que todos os fãs possam comprar bilhete para os jogos. Há uma divisão entre três categorias de adeptos dentro do estádio:


Porta19: Quem são as principais armas do Shakhtar para abater o FC Porto? Jádson? Willian? Srna? Eduardo?

Oleg (Light Fans): Nem sei o que te dizer. Vou ser claro: todos os jogadores do meio-campo são perigosos. Qualquer jogador da nossa equipa pode trazer problemas mas a principal ameaça está no centro do terreno.

Porta19: Conheces os jogadores do FC Porto? Quem é que admiras e quem é que te assusta?

Oleg (Light Fans): Hulk – sem dúvida. Muito perigoso.

 

Porta19: Porque tens um site de apoio ao Shakhtar? Por amor ao clube, pelo gosto da intervenção na web ou simplesmente como uma forma de organizar o clube de fãs?

Oleg (Light Fans): Posso contabilizar todas as razões que avançaste mas devo dizer que em primeiro lugar está o amor pelo clube e só depois virá a discussão e comunicação entre os adeptos. De website para website os objectivos podem ser diferentes mas não muito. Há muitos fãs do Shakhtar em Donetsk e pela Ucrânia fora, por isso criamos o grupo “Light Fans” para integrar todas essas pessoas. Queremos que a nossa equipa mostre um elevado patamar futebolístico e os nossos fãs façam o mesmo a nível do apoio que dão à equipa. O nosso objectivo é conseguir ter um estádio inteiro a cantar pelo nosso amado Shakhtar. Queremos envolver tantas pessoas quanto fôr possível como adeptos activos para que o público da Donbass-Arena se envolva no ambiente do jogo como nos melhores estádios da Europa.

 

 

Resumindo, esperamos jogos muito difíceis mas a maior parte das pessoas aqui estão à espera que as nossas equipas se qualifiquem para a próxima fase. A questão é: “Que lugar é que cada uma vai ocupar?”. E é certo que esperamos que ambas as equipas mostrem um excelente futebol (apesar do facto do Shakhtar deverá jogar um pouco melhor) e ficamos à espera da vingança. Mas vamos ver, como sabes o futebol é um jogo em que nunca se sabe o que vai acontecer. Sobre o Zenit, a opinião é simples: uma equipa muito boa que com um bocado de sorte pode rivalizar com qualquer uma das nossas equipas.

 

 

 


 

 

É sempre curioso o contacto com outros adeptos por esse mundo fora e este não foi excepção. Obrigado ao Oleg e ao resto dos adeptos do Donetsk!

4 comentários

  1. a melhor rubrica do porta19. Deve ser engraçado este “convívio” com fans de outras equipas. Sobretudo se for de uma forma saudável.

    Muitos Parabéns

    João N

Deixar uma resposta