TV ad nauseam – parte III

A TVI vai transmitir em Portugal os jogos em canal aberto da Liga dos Campeões entre 2012 e 2015, anunciou hoje a UEFA.

“Este acordo vem reforçar a boa relação que existe entre a UEFA e a TVI, já desde o Euro 2004, 2008 e sub-21 de 2006. A Champions League representa o futebol ao mais alto nível e é um conteúdo de excelência que nos orgulha oferecer aos nossos espectadores”, referiu José Fragoso, director de conteúdos do canal, em comunicado.

A TVI era a única candidata em Portugal para os jogos em canal aberto.

Já as partidas em canal fechado continuarão na SportTV, que mantém os direitos de transmissão de quatro jogos por cada dia de competição.

in MaisFutebol

Pruflas é um demónio que consta da teologia cristã e que está listado na famosa obra De praestigiis daemonum de Johann Weyer como um dos elementos na hierarquia demonológica.

De acordo com Weyer, Pruflas é um Grande Príncipe e Duque do Inferno, comandando vinte e seis legiões de demónios e é responsável por causar discussões, discórdia e falsidade entre os homens.

Estou plenamente convencido que Pruflas, apesar do ridículo nome, foi conjurado por qualquer um dos negociadores da UEFA para conseguir convencer o resto dos que se sentaram à mesma mesa por forma a conseguir levar a que o contrato fosse assinado com a TVI, por muito que tenha sido a única estação a submeter uma proposta. Acredito também que Pruflas é o principal impulsionador dos comentários de João Querido Manha e relatos de Valdemar Duarte, que vamos ter o prazer de ouvir a partir de Setembro de 2012, quando o FC Porto previsivelmente estiver novamente na contenda pela prova mais importante de clubes a nível mundial. Se já se enojam a ouvir o Valdemar a dizer coisas como “Fussíl”, imaginem quando jogarmos frente a turcos ou bósnios. Vai fazer o José Augusto Marques parecer conhecedor e profissional.

Pruflas, rapaz, prepara aí umas quinze legiões de seguidores demoníacos. As discussões, discórdias e falsidades só destas duas personagens são suficientes para te fazer baixar a reputação. E que as forças do Mal se enganem a caminho de nossa casa. Pela estrada, porque através do cabo ou do satélite é como se já lá estivessem.

Deixar uma resposta