Ouve lá ó Mister – Estoril


Amigo Vítor,

É uma verdade tão verdadeira como dizer que a Torre dos Clérigos é alta: o FC Porto está a jogar malzinho. E enquanto que alguns podem olhar para os Clérigos ao lado da Burj Khalifa e dizer: “Bah, aquilo parece um dildinho comparada com a dos árabes”, a verdade é que não deixa de ser alta. E estabeleço um largo paralelismo para a nossa equipa quando digo que apesar de não ser assustadoramente mau (Octávio-mau ou Couceiro-mau), também não é bom. Mas há uma coisa que não me escapa porque eu não sou como o oceano Pacífico e tenho memória: por esta altura aqui há um ano, as exibições não eram melhores. Estávamos a navegar em águas bem mais calmas, ainda estávamos em todas as competições mas o futebol era…meh.

Mas é isso que temos de continuar a fazer. Ganhar. Porque a moral dos adeptos só se conquista com vitórias e apesar da malta estar renitente, aposto que a parte mais difícil já lá vai. É preciso continuar a construir, a melhorar, a criar mais e melhor para entusiasmar o povo portista. Está nas tuas mãos motivar os rapazes para este jogo que pode ser dos mais fáceis que vamos ter este ano…ou não. Cuidado que os fulanos de amarelo e azul estão no cume da Orangina e prontos para preparar a subida, o que só pode querer dizer que não são mais fracos que os últimos do nosso campeonato, por isso não há que fraquejar e toca a despachar o jogo com inteligência e arrumar logo com a Taça da Liga para os poderes descansar no último jogo contra o Setúbal.

Já sei que tens de mudar um bocado o onze, mas não inventes muito. Bracali na baliza, Mangala na defesa e Kleber no ataque, tudo bem. Mas muito mais que isso é um exagero nesta altura. E se o Danilo puder jogar, deixa-o começar no banco. O rapaz tem de começar devagarinho.

Sou quem sabes,
Jorge

9 comentários

  1. Boa tarde,

    Depois de perdermos a liderança, temos de continuar a nossa caminhada e lutar para vencer.
    Não há margem para perder mais pontos, é imperioso vencer. Temos de entrar determinados na procura dos 3 pontos.
    Jogue quem jogar, tem de respeitar o clube e dar tudo dentro das 4 linhas.
    Enquanto esperamos a vinda de um ponta de lança, temos de usar as armas que temos para sermos mais eficazes na finalização.
    Atenção ao boneco que colocaram hoje a apitar … foi escolhido a dedo. A equipa tem de ser adulta e paciente, pois este disciplo tudo irá fazer para intranquilizar.

    Vamos dar uma resposta dentro do campo, ao pasquim da queimada – IURD benfiquista – que durante a semana espalhou a palavra.

    Num dia muito frio na cidade do Porto, espera-se um ambiente quente nas bancadas, com muito apoio na equipa rumo a mais uma vitória.

    Abraço e bom fim de semana

    Paulo

  2. Diferença entre o ano passado e este ano: no ano passado não perdia um jogo. Este ano e enquanto o VP estiver lá, não faço questão. Vou mas é ver o Real-Barça.

    PS: Esta última do Fucile, parte-me todo. Onde vamos é que vamos parar..

  3. “ao pasquim da queimada – IURD benfiquista –”

    esta foi engraçada, devo confessar…se bem que engraçado e queimada, só acho 2 tascos abaixo que eu cá sei, onde se bebem uns copos valentes!

    curioso, o “O Jogo” será o quê?

    abraço!

    1. ei que burro. eu, não tu. é sinal que tenho de reformular as pesquisas na BD, a foto não bate com o fulano, porque as datas estão a ser dadas para o outro Paulo Ferreira, um extremo-esquerdo que na altura veio do Estrela da Amadora.

      nice catch, obrigado e pelo desculpa pelo ENORME erro!!!

      Jorge

Deixar uma resposta