Ideias para resolver este problema?

Aqui estão alguns dos problemas que vamos enfrentar na quinta-feira:

 

Há várias formas:

  • Evitar ceder cantos por qualquer meio necessário, com pontapés para a bancada pela linha lateral;
  • Pressão alta pelas laterais do meio-campo para evitar que os alas consigam colocar a bola na área com facilidade;
  • Manter a bola na nossa posse o máximo de tempo possível;
Em alternativa:
  • Um sniper com uma espingarda de pressão de ar num dos topos do estádio;
  • Elevar um colega com as mãos como se fazia para ir buscar a bola a uma árvore;
  • Dar-lhes a provar uma francesinha e enchê-la com picante de tal maneira que lhes dê soltura mal pensem em saltar;
  • Esperar que coloquem tantos gajos na nossa área que eles próprios se atrapalhem com a facilidade em chegar à bola;

Se conseguirmos colmatar os problemas que sabemos sentir em bolas paradas defensivas e bolas bombeadas para a nossa área, para continuar a combatê-los só precisamos de parar o jogo pela relva. Ênfase no uso da expressão “só”.

10 comentários

  1. para adicionar às alternativas, lembrei-me do que faziam os jogadores de vólei do leixões ( lá em tempos idos, idos): quem saltasse na rede em movimento ofensivo, mandava uma lula para a cara dos adversários que saltavam no bloco!…- o baloteli acaba o jogo verde…

    Para falar sinceramente, com a constelação de estrelas que eles têm, vai-me saber ainda melhor, quando sairem do dragão derrotados!

  2. Só há uma maneira de ganharmos a estes excelentes jogadores, é sermos PORTO, é ter mais raça, é nunca desistir, é correr mais e sobretudo ter o triplo da vontade.

    FORÇA MÁGICO PORTO

  3. Caro Jorge,

    Sou benfiquista e sigo 3 “tipos” de blogs: O Porta 19, o Cacifo do Paulinho, de que certamente tambem serás fã e alguns do meu clube por razoes óbvias. Isto é um grande elogio, caso nao tenha ficado claro.

    Mas tenho uma pergunta: Achas mesmo que a principal dificuldade do FCP será o jogo aéreo? Tenho visto o City, é forte nesse aspecto com Kompany, Richards, etc.

    Mas claramente que a capacidade tecnica e velocidade e facilidade de execução de jogadores como David Silva, Balotelli, Nasri, Kun, Dzeko serao as vossas maiores dificuldades, penso eu.

    Tambem me parece que um dos maiores desafios do jogo é perceber se finalmente VP atina e ganha um jogo a uma equipa grande. Lucho pode explicar como se faz.

    Cumpts,
    PN

    1. foquei o jogo aéreo porque em tantos jogos a este nível esses lances tornam-se fundamentais para diferenciar um resultado que tende para um empate. com um ou outro lance na área consegue-se tirar partido de uma fraqueza adversária para dar a facada no sítio certo…e depois da faca lá enfiada é difícil evitar o sangramento. se a bola se mantiver na relva acho que temos estrutura para conseguir equivaler aquelas bestinhas. difícil, mas não impossível. no ar…é outra história e estamos em clara desvantagem estrutural e técnica.

      enfim, vamos a eles. que remédio!

      abraço,
      Jorge

      PS: agradeço o elogio, como é óbvio :)

  4. posse de bola, movimentação constante, sem pressas nem precipitações, nada de pontapés para a frente e bola para a área…meio campo e frente de ataque do FCPorto tem (em teoria)capacidade mais do que suficiente para manietar a construção de jogo do City.

    em alternativa:
    agendar concerto dos Oasis para o Bessa…ganham 3 zero limpinho por falta de comparência do adversário!

Deixar uma resposta