O Benfica foi coerente. A arbitragem é que não.

Não é meu costume, mas não podia deixar passar esta em claro.

Estou a ver o Chelski a ganhar ao Benfica. Preferia que assim não fosse, mas é o que calha. Na primeira parte os ingleses marcaram com um penalty depois de um abalroamento de Javi a Ashley Cole. Um entre muitos, entre tantos que cá fez e faz e beneficiam de uma divina complacência que apenas em Braga, depois de uma cotovelada em Alan, mereceu a expulsão. Ao que se seguiram capas de jornais, pedidos à Virgem, clamor pela canonização do espanhol e preces para um qualquer Deus menor para que o jogo fosse repetido, inundando as ingénuas mentes com as hipocrisias do costume. Javi foi coerente, fez o que costuma fazer.

Passados alguns minutos, Maxi Pereira entra de pitão à frente, vê segundo amarelo e é expulso. Nada de mais. Falta óbvia, amarelo evidente, expulsão justa.

Esperem lá. O Maxi foi expulso? Pela alma de quinhentos demónios saltitantes, no puede ser!

Este é o histórico do moço em Portugal, retirado do zerozero. É verdade. Maxi nunca foi expulso nos cinco anos que já passou em Portugal, por entre largas dezenas de entradas iguais à que teve em Londres, muitas delas bem piores. Maxi foi coerente, fez o que costuma fazer.

De todos os benfiquistas em Stamford Bridge, só um não é coerente. Vejo Jesus a reclamar na linha. O árbitro chega perto do homem e manda-o sentar. Jesus senta-se, com um aceno de cabeça como quem se desculpa. A humildade não lhe fica bem, é-lhe estranha, alienígena, assenta-lhe tão bem como um vestido de cerimónia numa preguiça obesa.

Ouço os comentadores antes e depois da facada final de Meireles (nem o esquilo morto que o luso enverga na cabeça lhe retira a poesia) e penso que nem agora que o Gobern-gate passou e seguiu estão mais calmos. A arbitragem foi polémica, a vitória moral é firme, o espírito está em alta, o prestígio manteve-se, o nome está no topo. Nem o Benfica merece os palhaços que o defendem. Fez um bom jogo e merecia passar contra um Chelsea que estava perfeitamente ao alcance.

23 comentários

  1. Touché!

    Mas não consigo deixar de me sentir impressionado e revoltado. Fiz questão de ver o jogo todo e foram tantos, tantos os lances iguais aos de cá mas desta vez… foi quase surreal ver o olhar incrédulo dos benfiquistas para com as decisões do árbitro. Até no lance da expulsão ele pergunta aos jogadores “mas o que é que querem?” É falta, é cartão, e ele já tem um… o que querem que eu faça? Pois…

  2. não entendi a sua última frase… fez um bom jogo? mas como? quem não deixa alternativas ao árbitro, e prevarica, faz um bom jogo?
    estivesse o porto a jogar e o jorge estaria aos gritos com os fuciles da vida! …

    Mas não me importa, para mim o momento alto do jogo – pelo momento e pelo golo- foi o de ver o meireles a galopar e a marcar um golaço que arrumou com tudo …

    1. fez um bom jogo, reafirmo. lutou, tentou, empurrou o Chelsea para a área e só não ganhou pela perene e tão lusitana ineficácia ofensiva. falhou nalgumas áreas, mas teve azar noutras. e em nenhuma delas o árbitro teve qualquer influência, por muito que estrebuchem.

  3. Totalmente de acordo Jorge mas, por mais que o slbecas tenha jogado o melhor jogo da época hoje, com 10 jogadores, deu-me um gozo especial Kalou, Mata e Torres terem perdido tantas chances de matarem o jogo na 2ª parte, sempre cara-a-cara com artur, e o golpe de misericórdia ter sido dado pelo nosso Meirelles:-)

    Imagina que o slbarbies com 10 elimina o Chelsea.
    O que nós estaríamos a ver até agora na imprensa vermelha?

    Respondo: mil programas desportivos de última hora nas TVs, com provavél cobertura em directo na chegada ao aeroporto e maratona televisiva até ao estádio da lucy, com o orelhas, xorxe xesus e joão (mr burns dos simpsons) gaybriel a darem entrevistas atrás de entrevistas dizendo que “somos os mais maiores de grandes e enormes do universo e arredores”.Isto hoje…

    Amanhã, veríamos nas capas da pasquinada as odes, olas, fotos gigantescas e letras garrafais a dizerem “grandioso, formidável, perfeito, quero o Chelsea, e etc, para além de ser abertura dos programas e telejornais e…etc”.

    O que veremos amanhã na pasquinada?Respondo:
    Xistra esloveno decidiu o que estava decidido?Talvez.

    Não nos deixaram ganhar, estava escrito nas estrelas, jagunços?Na, era óbvio demais.

    Olegário esloveno trava benfica?Se calhar.

    De resto, penalty claro, expulsão óbvia, mas como eles estão acostumados a fazer isto todos os anos e saírem impunes, o árbitro que na minha opinião esteve bem em todos os aspectos, será o vilão da semana…até 2ª feira.

    E para finalizar, venceu a equipa que tem mais jogadores portugueses:CHORA ORELHAS!!!!ahahahahahah

  4. Quem se habitua ao colinho estranha uma excelente arbitragem. Normal.

    Adorei quando o Meireles marcou e acenou aos mouros que o assobiavam de cada vez que tocava na bola!

    Gostei de ver as trombas e a azia do Carlos Daniel que classificou a arbitragem de “deplorável”.

  5. Olá Jorge,

    Não é fácil escrever em cima de um resultado negativo, mas tal como tu, tambem nao gostava de deixar passar esta em claro, neste caso este post.
    Pontos prévios vários:
    . Javi é um jogador duro. Por vezes é violento. Por vezes os árbitros permitem / condescendem com essa dureza / violencia. Concordo. Isto não invalida que seja um optimo jogador, possante, ganhe muitas bolas altas, bom na pressao alta e marque alguns golos por época. A descrição deste paragrafo seria totalmente desajustada de replicar para capitães do FCP como Bruno Alves, Fernando Couto ou Paulinho Santos ou Pepe? E tenho alguma dificuldade em perceber como relacionas o caso Alan do ano passado, suposta agressao, que pessoalmente nao considero agressao (no UK, resolvia-se o assunto com um amarelo pra cada um – um para quem provoca a falta e outro para quem reage como nao deve) com o penalty que ele fez hoje (e fez, de facto), com um empurrão irregular, que se vê em qq jogo de futebol fora da grande área, mas há-de haver alguma razao que nao alcanço, adiante.
    . Maxi – O tipico jogador que adoro. O talento é apenas razoavel, mas dá tudo o que tem, é muito regular e solidário com a equipa e colegas. Tal como Javi, por vezes é duro, para compensar algum mau posicionamento momentaneo, mas de uma forma geral é leal. Já o vi passar o risco uma ou outra vez, mas nada de mais.
    . JJ – Se eu sou Benfiquista e por por vezes me custa ouvir e ver JJ, imagino se estivesse do outro lado da barricada. Eu sou daqueles a quem ouvir JJ dizer “Fui feliz em trocar o Gaitan pelo Bruno e ganhámos”, devia valer o mesmo que a tentativa de murro do Filipão no Euro: Despedimento imediato, sem fazer perguntas. Sim, por vezes abusa no banco e na linguagem. Não retira dai qualquer beneficio para o jogo, mas transgride as regras, o que nao lhe fica bem.
    Posto isto, gostava de dizer que acompanho o blog regularmente e estranho este post. Não tanto o conteudo em si mesmo, mas o tom, que me fez lembras aquelas fintas pra trás do Gaitan, que têm como objectivo sacar uns aplausos à plateia.
    Talvez encares estes jogos europeus um pouco como eu: Até tem piada ver o SCP a passar o City, coitados, eles que têem ganho pouco, ainda menos que o Benfica ultimamente, mas não deixa de dar um certo gozo ver o rival directo dar um trambolhao, na esperança que o efeito se reflita na competição que mais interessa a todos.
    Enfim, não podemos, nem devemos (cruz credo, como diria a minha avó), estar sempre de acordo. Hoje, concordar, só mesmo com a tua ultima frase.
    Abraço,
    PN

    1. é como te disse, não é meu costume comentar jogos de outras equipas. mas a sequência de eventos (penalty do Javi, vermelho ao Maxi) tornou-se irresistível.

      talvez esteja a ver com óculos azuis-e-brancos. é natural. mas continuei a torcer pela passagem do Benfica. lá está, não sou hipócrita ao ponto de dizer que fiquei triste com o golo do Meireles, mas se tivessem passado tinha ficado satisfeito.

      e tens toda a razão. se estivéssemos sempre de acordo não tinha piada nenhuma ;)

      abraço,
      Jorge

  6. É (absolutamente) ridícula a postura daquele clube relativamente às arbitragens. Choram, choram, choram e….envergonham o país. É por isso que a maioria dos programas desportivos que temos, são para falar de casos de arbitragem. Enfim… nada de novo e a imprensa ajuda à festa, como não poderia deixar de ser.

    O único lance eu que acho que eles se podem queixar do árbitro, foi naquela agressão violentíssima que o Raúl Meireles fez à bola mesmo no final. Viu-se que ele fez aquilo de propósito e com maldade. Até podia ter furado a bola…e se tivesse acertado no Artur, em vez de ir para o fundo da baliza? Meu Deus…

  7. Eu não tenho pena nenhuma! Não posso ser mais sincero! Não consigo nutrir simpatia por esse clube que faz tudo para nos prejudicar e que é constantemente levado ao colo pela imprensa e bajulado pelo poder do Estado! Fico mesmo contente quando são eliminados! VM

  8. boas Jorge desde ja o meus parabens pelo seu desportivismos juntamente com a sua apreciacao de bola os lampinhoes encostaram os londrinos a sua area fruto de uma desconcentracao total no momento de finalizar e algumas boas defesas do redes Artur o que me leve a escrever para de felicitalo pela sua coragem de ser Portista e assumir que apoia as equipas Portuguesas independente de quem e querer dizer como ha umas semanas atras dizia se que apesar da derrota o Porto ia a luz para vencer os lampinhoes se forem assim para alvalade tambem poderam vencer e tambem responder a quem teem medo do Sporting que vacila bue

  9. O arbitro perdoou uma expulsão ao javi garcia, 3 jogadores no SLB não deveriam jogar mais futebol em lado algum; é triste ver um david borges na TV a falar na má prestação do arbitro…

  10. Eu penso que hà aqui um erro de interpretação em alguns comentàrios. Dos benfiquistas que conheço poucos são os que metem em causa o penalty ou o segundo amarelo ao Maxi.

    O que està em causa na arbitragem é o facto de o Benfica em meia-hora ter 5 jogadores amarelados enquanto as faltas consecutivas dos jogadores do Chelsea passavam em claro. Quantas entradas por traz fez o Mikel sobre o Aimar na primeira parte? Recebeu amarelo aos 70 minutos se não me engano.

    Para uma equipa que precisava de pressionar forte, ter metade da equipa amarelada no primeiro terço do jogo, sem que igual tratamento seja dado à equipa contrària em lances identicos, isso sim foi revoltante (adicionando a isso o penalty da primeira mão que estava na cabeça de todos os benfiquistas). E não me venham com o argumento que isso é o que deveria acontecer em Portugal quando o Benfica joga. Não serve, pois em nehum jogo europeu desta época o Benfica teve o tratamento que recebeu com este arbitro esloveno (ou então digam que este esloveno foi o unico bom arbitro que arbitrou o Benfica este ano… pelo menos seriam coerentes).

  11. Muito interessante a apresentação de estatísticas e mostrar as coerências. Agora lanço-te um desafio meu amigo: coloca aqui uns links que mostrem as tais faltas do Maxi em que dizes que ele deveria ter sido expulso em Portugal e não foi.
    Aproveitas a mesma pesquisa e colocas links de faltas do B. Alves ao serviço do Porto que não foram sancionadas com vermelho e que deveriam… queres apostar que o Bruno Alves tem no mínimo 3 ou 4 vezes mais lances que o Maxi? Estatísticamente, aposto numa vantagem aí de uns 400%/500% a favor do B. Alves (que continua a vos ajudar, arrumando por exemplo o Rodrigo quando estava on-fire numa entrada pior que a do Maxi… e ficou em campo!)
    Outra coisa de que te esqueceste na análise foi que o Maxi é expulso com 2º amarelo, não com vermelho directo e o primeiro amarelo surge no lance do penalti, em que com a marcação de uma grande penalidade, o árbitro consegue mostrar amarelo a 3 jogadores do Benfica! Já que gostas de estatisticas, num só lance mostrou amarelos a mais de 25% da equipa do Benfica…

    Abraço!

    1. já me fizeram ver isso, até porque eu não tinha visto o primeiro amarelo. é possível que tenhas razão, mas não invalida as estatísticas do Maxi na nossa liga. e não estava a falar do Bruno Alves, estava só a mencionar um caso em particular. e no caso do Maxi…carago, homem, são tantas as faltas em tantos jogos…cristo, o homem é esforçado mas beneficia de alguma complacência da arbitragem. é um sortudo! ;)

      1. O Maxi não faz assim tantas faltas, mas compreendo que vocês vejam nele um jogador à Porto e recenhecem-se nas suas capacidades. Logo, têm problemas em ver os jogadores dos outros fazerem o mesmo que os Vossos habitualmente fazem… e com os mesmos privilégios de continuar em campo. Eu sei, é lixado, mas alguns privilégios que num passado longo foram somente de jogadores do Porto parece que também são de jogadores do Benfica nos dias de hoje…

        Atenção meu amigo: o meu tom nestes comentários não é necessariamente dirigido a ti porque tenho de considerar outros comentários menos amigáveis que por aqui andam… percebes? Grande abraço!

Deixar uma resposta