É feio. É rasca. Compensa?

 

De cada vez que abro a página oficial do FC Porto tenho uma nova surpresa. Nada de novidades sobre jogadores emprestados, notícias sobre deslocações das equipas de qualquer das nossas modalidades e informações acerca dos recintos adversários, nem penso sequer em ver informação detalhada sobre as estatísticas oficiais de cada jogador ou pelo menos uma fotografia para os miúdos dos planteis de formação de futebol. Isso seria sonhar a um nível tão longínquo como um qualquer quasar.

A surpresa que me apanha sempre desprevenido é a publicidade. Este é um excelente exemplo da forma como quem gere a comunicação não quer saber da imagem que o clube passa para fora e se submete aos interesses de qualquer contrato publicitário que eventualmente acabam por colocar a nossa página nesta amálgama de cores, publicidade de gosto duvidoso e completamente fora do âmbito das nossas parcerias comerciais. Estas publicidades, para lá do aspecto de pelintra que dá ao nosso site, ao nível de um qualquer blog que espeta com anúncios da Google ou do Sapo ou parcerias com casas de apostas (como é o meu caso…já lá foram?), são mais um ridículo passo atrás no principal objectivo que deve ter a morada do clube na internet: ser a fonte principal de informação e de divulgação da marca, história e actualidade sobre o clube.

Se temos parceiros comerciais como a Nike, a Unicer ou o Grupo Amorim, até compreenderia que lá aparecessem banners a mencionar alguns dos produtos que essas marcas comercializam, independentemente do bom gosto do anúncio que depende de quem estiver a ver. Aliás, esta é uma prática comum por esse mundo fora e basta darem um salto a outros sites oficiais de clubes europeus que ficam logo a perceber o que estou a dizer. Mas associar o clube a outras marcas, que para além do destaque cromático – que fere a vista de tal maneira que pensei que tivesse entrado no site do Paços de Ferreira por engano – não têm nenhuma relação com o FC Porto, parece-me errado. Em dois dias que abri o site surgiram-me referências à Pixmania…e à Swiffer. A não ser que seja uma forma de nos rirmos de nós próprios pelos atrasos na construção do museu, não acho piada.

Por isso, quanto à pergunta do título deste post, não sei responder. Mas posso afirmar com toda a certeza que as primeiras duas frases são verdadeiras.

13 comentários

  1. Jorge, este é um tema em que, penso eu, todos nós adeptos estamos de acordo, o nosso site oficial deixa muito a desejar, quer em termos de conteúdos, quer também em termos de imagem, muito por conta da ‘porcaria’ da publicidade, é rasca e feio e diria mais amador, um clube como o Porto ter um site oficial com publicidade a pixmania, cetelem, e outros com banners verdes fluorescentes ou rosa choque é mau demais. Se compensa em termos financeiros ? não acredito.

  2. É uma verdadeira bosta.

    Basta acompanhar no Facebook o Real Madrid ou o Man United para ver as diferenças na comunicação com os adeptos…

  3. Infelizmente acho que a nivel de Marketing e Comunicacao o nosso clube ainda deixa muito a desejar. Mas se calhar é a politica adoptada, mas que nao permite muito a aproximação dos adeptos ao Clube nao em apoio, mas em termos financeiros.

    Poderíamos ter muitos mais socios (e pagantes) se o Clube tentasse aproximar-se mais dos adeptos comuns, com campanhas, publicidade, promoções.

  4. Já sabes o que penso sobre o assunto. O amadorismo neste campo é incompreensível. E há cada vez mais gente contratada, só amigos, claro. Sem estofo de campeão. É com esta visão e valores que vamos ganhar os próximos 30 anos?

    1. não sei se estamos a preparar muito bem o futuro, ou talvez haja uma discrepância entre o “meu” futuro e o futuro como “eles” o vêem. enfim, continuarei a chamar a atenção para estas situações que são totalmente inadmissíveis do ponto de vista de um adepto interessado mas principalmente para quem quer continuar a fazer com que o clube cresça.

      e quanto ao Porto Canal concordo contigo…mas não a 100% porque ainda não vi o suficiente para ter uma opinião formada. daqui a uns tempos voltarei ao assunto.

      abraço,
      Jorge

  5. … um tema recorrente, que quem de direito menospreza.

    qualquer blogue afecto à nossa causa faz um melhor trabalho comunicacional do que o sítio oficial do nosso clube do coração. essa é que é a (triste?) realidade.
    [e, já agora, penso que o Porto Canal ainda tem um longo caminho a percorrer no sentido de a melhorar, apesar da sua atitute positiva]

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    1. O nosso site(meu e de todos os portistas), sempre foi uma coisa que nunca teve nada a ver com o clube em si…

      Ser o Porto o clube que é e ter o site que tem, minha nossa… Não percebo, não percebo mesmo…

      Mas isso da publicidade até nem é o que me aflige mais, é mesmo a falta de informação, e de bilhetes nem se fala.

      De publicidade concretamente, só ia ficar extremamente irritado se visse alguma relacionada com a Media Markt, não que tenha alguma coisa contra a loja em si, mas tendo em conta alguns tipos de livros que já lá vi à venda, ter um link directamente do site o FCP, era coisa que me ia deixar extremamente aborrecido…

      Agora sobre as coisas que me iritam(e gostava de saber a opinião do jorge), aqui há uns tempos queria ir ver um jogo ao Dragão Caixa, e o que fiz eu? Fui ao site, para ver os próximos jogos e o respectivo preço dos bilhetes, e que erro que cometi, quando vi que informação sobre o resto das modalidades, só aparecem umas horas antes dos jogos, e aparencem em estilo de flyer. inadmissível, pensei eu… Só pelos blogs sei o calendeario de todas as modalidades, e/ou dos escalões de formação…

      Merecemos um site melhor…

      P.S. Jorge, desculpe o texto longo :)

  6. O Torto Canal é o que é pela mediocridade em que o formataram. Não se lança um projecto nesta área, independentemente da pequena envergadura, sem saber bem o que se quer e como se quer fazer. Este não é o core business do clube. É tão difícil de perceber isso? Quando muito o canal trataria apenas e só a informação do clube, não a informação da região que não é da sua competência sob prisma algum. Arrisca-se a perder espectadores generalistas por causa da asociação ao clube (se forem de outras preferências, como é normal). E já se percebeu que no tocante a futebol é de uma banalidade e boçalidade atroz. Isto não podia começar como começou. E este momento tem de ser avaliado assim. É claro que daqui a dois anos poderá ser melhor, era o que faltava se não fosse. Mas começar desta forma bacoca e pueril nem nos piores sonhos. É uma merda e ponto final, deviam ter vergonha. Do mesmo modo, apanhar aqueles pivots moles e apagados já deviam conhecê-los. Quando muito pegavam numa gaja bonita que por si só capta a atenção. Agora gajos feios, com óculos e postura encolhida até parece de gente com 50 anos e rejeitados noutros lados. Uma vergonha. Mas surge com a pasmaceira que o site revela, indicando que quem trata disto já tem um rasto de incompetência e disfuncionalidade escondidos no segredo do gabinete onde se acolhe amigos e medíocres vários. Isto não é mau por acaso, é mau porque quem está a pensar nisto é mau e por cima não há melhor para dar outra imagem.
    O mesmo se passa na pasmaceira dos jogos, a falta de espírito, temas musicais empolgantes, ambiente de festa, uma tristeza. Isso sim, é mais capaz de me afastar do estádio do que o treinador ou a qualidade de jogo.
    O amadorismo nesta vertente é assustador. A análise pode ser feita até por conhecermos outras realidades, as mesmas que os dirigentes conhecem mas não sabem aplicar ou chamar alguém para aplicar como deve ser.
    A crítica não é extemporânea, é do momento porque havia obrigação de fazer melhor e não dar estes exemplos de II Divisão. Chamei desde o início a atenção para isto, agora já se começa a ver algumas críticas e a verem as coisas com outros olhos, mas muito timidamente e mesmo dos basbaques parolos de certos sectores bajuladores que têm tanto jeito para críticas de futebol como de televisão, mal sabendo ler e muito menos ouvir.
    De resto, o autismo do clube nestas áreas e face a estas críticas é recorrente, porque nada se muda e uns pategos vão achando piada como para quem assim é que está bem e quem lá está sabe melhor o que faz.
    O futebol um dia irá pelo mesmo caminho, aliás como se viu com o orçamento recorde desta época em que se salva o essencial do campeonato mas não apaga as desilusões no resto.
    Eu também não vi nem quero ver o suficiente, há coisas que se percebem logo numa primeira impressão e essa jamais será mudada com as mesmas pessoas, o fraco ritmo, a falta de ambição, a falta de planeamento e profissionalismo. O director geral do canal veio ganhar 10 mil mensais e quando o Porto joga ao domiungo à noite está no sermão com MRS. O director de comunicação trabalhava mais na tv do que na rádio e não pode fazer uma entrevista daquelas como na 3ª feira. Isto não é nem o campeonato amador nem a santa casa da misericórdia. Como jornalistas, ambos sempre foram fracos, beneficiam da imagem da tv que fica na retina das pessoas, não a sua valia. Olhemos para o espectro tv e diz-se o mesmo de qualquer merda que lá passe. Admira-me é o novo director de informação, que jornalisticamente tem valor superior aos outros dois juntos, ficar tão mal nesta fotografia. E quem está na estrutura por cima não é melhor, só amigo. Mainada.

    1. Parabens pela sua exposição. Coloca o dedo na ferida com toda a propriedade. Seria bom que os responsáveis do nosso clube, lessem o seu texto e tirassem as devidas ilações!
      VM

  7. Acrescento-me ao coro dos que não entendem o site, muito menos a comunicação nele transmitida. Dá ideia que quem pensa estas coisas está a dormir no início da última década do séc.XX… “deve ser pecado” ou “coisa do demo”, essa de mostrar o que se passa no clube… ou até o resultado dos jogos. Ou a atualização dos jogadores que estão emprestados…

    A propaganda Jorge ainda é o menos. Se o resto fosse bom, que se lixasse o mau gosto. Custava – que custa sempre – mas…

Deixar uma resposta