Atenção: a probabilidade de partir a espinha é perigosamente alta

Começando pelo óbvio disclaimer: não estou a falar de qualquer tentativa de auto-felácio. Reparem como se faz uma inversão de valores, discurso e orientação mental num exercício de retórica digno de Aristóteles:

“Desde o Apito Dourado que não me lembro de um campeonato tão escandalosamente condicionado pelas arbitragens.”
(…)
“Mas, tal como Jardim, na sua ilha, acha que pode dizer o que quer porque pensa, como Goebbels, que “uma mentira muitas vezes repetida torna-se verdade”.”

in Record.pt, linkado a custo

Das duas uma: o homem está finalmente e orgulhosamente senil ou este é um artigo de ataque a Luís Filipe Vieira que ninguém estava à espera. Nem o próprio autor.

5 comentários

  1. Jorge, esta frase que o cineasta idiota citou:

    “Eu prefiro pensar, como Lincoln, que se “pode enganar toda a gente durante algum tempo e alguma gente durante todo o tempo, mas não se pode enganar toda a gente durante todo o tempo”.

    Ora bem, segundo o raciocinio de 1 dos 2 neuronios que o cineasta deve ter na cachola, existem em Portugal 9.999,999 milhões de totós estúpidos e apenas 1 espertalhão chamado Pinto da Costa.

    Resumindo, lançam suspeições sobre o NGP desde que assumiu o futebol, antes mesmo de ser presidente, e em quase 40 anos de dirigismo no futebol azul e branco, os vermelhos de lisboa ( presidentes, dirigentes, jornalistas, comentadores, colunistas, aquela raça que toda a gente já sabe, os auto-intitulados defensores da verdade desportiva) ainda não conseguiram a sua maior ambição, que é mais que ganhar a champions league 10 vezes consecutivas: é colocar o NGP na cadeia e provar a “batota”.

    Pois bem, deixo aqui alguns exemplos do pensamento de Lincoln citados pelo cineasta azeiteiro:

    Bin Laden – conseguiu enganar toda a gente durante 10 anos, mas foi apanhado e morto 10 anos depois.

    Al capone: após 5 anos, foi apanhado pelas finanças.

    O tirano sérvio que massacrou milhares conseguiu escapar durante 10 anos, mas hoje está sendo julgado no tribunal em Haia.

    Vale a azevedo foi apanhado 6 meses depois de sair do cargo que ocupava… ahahaha

    Hitler teve que se suicidar para não ser apanhado pelos aliados 6 anos após ter iniciado a 2ª guerra mundial.

    Carlos o chacal, o terrorista mais procurado foi apanhado pelo FBI.

    Saddam Hussein foi apanhado 6 meses após a invasão do iraque.

    O ditador da Líbia foi apanhado e e foi morto pelas mãos do povo, e há muitos mais exmplos…todos os enganadores, mafiosos, ladrões, enfim todos foram apanhados.

    Aqui em Portugal, ao contrário dos outros países onde a imprensa dá voz aos vencedores, dá-se voz aos perdedores, aos chorões, aos incompetentes e amplificam o choro.

    Eu pergunto: pode-se enganar toda a gente durante 40 anos, após tantos exemplos verídicos dizendo exatamente ao contrário???

    Eu respondo: ninguém é santo, todos nós sabemos disto, mas pelos vistos, santos só existem em lisboa e a norte segundo os neuronios dos vermelhuscos, só existem batoteiros.

    Mas veja só:em 40 anos, tentaram de todos os meios e maneiras apanhar o NGP, com as ajudas de sempre do amiguinhos jornaleiros, juristas e até ministros.Conseguiram alguma coisa???

    Claro que conseguiram.E dou um exemplo.
    Nos 4 anos anos do apito inventado,
    com todos os olhos postos em cima do FCP e do seu presidente,
    com toda a imprensa passando a pente fino o dia-a-dia do FCP e do seu presidente,
    com pressões e perseguições absurdas ao FCP e ao seu presidente, os vermelhuscos conseguiram isto:
    FCP TETRACAMPEÃO!!!:-)

    Nem com vigilancia 24 horas por dia conseguiram tramar o FCP, que deu a resposta de sempre:nas 4 linhas.

    Abraço e desculpe este comentário mais longo que o costume, mas tinha que exemplificar certas coisas.

  2. só uma adenda ao post do RBN no post do Jorge:

    a verdadeira vergonha do processo “Apito Dourado” foi a escolha de árbitros encetada por parte daquele que clama pela Verdade Desportiva.
    e «vocês sabem do que eu estou a “falar“» ;)

    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
    Miguel | Tomo II

Deixar uma resposta