Finalizar a fé dos felinos

Não sou um amante de gatos, aquilo que os bifes chamam “cat-person”. Mas também não sou um amante de cães. Não sou amante de animal nenhum que não esteja bem passado, para ser sincero. Ainda outro dia, antes de começar esta chuva que nos invade dos céus e me inunda a alma de melancolia tão cliché que mais pareço uma adolescente hormonal, estava em casa acordado a uma hora agradável para quem aprecia passeios à luz da lua e fui até à varanda. Um gato, preto de cor e alma (instrumentos do Demo, todos eles), vagueava com um ar entediado pela penumbra da noite nortenha e parou mesmo à minha frente, uns sete ou oito metros de diferença na vertical. Passei a soleira para o lado de dentro, muni-me de um ponteiro laser que tenho pousado junto da impressora e que comprei num daqueles impulsos consumistas que de vez em quando me batem na nuca e comecei a brincar com o bicho. Entreteu-se imediatamente, perseguindo o ponto vermelho no alcatrão como o Rinaudo faria ao Saviola e eu brinquei com ele, como um filho único que inventa um amigo imaginário. Pus o gato a correr de lado para lado, aos círculos, tentando apanhar o pontinho com as patas, só para lhe ser retirado o brinquedo no último segundo em que se preparava para atingir o objectivo e afagar o suave ponto de luz vermelha que insistia em lhe escapar. Ao fim de umas dezenas de segundos, aborreceu-se. Olhou para o lado, não viu ninguém, e caminhou saltitante para o breu além da esquina. Fiquei desolado. Faltou a estocada, a pancada na nuca, a cachaçada bem dada como quem diz: “vês, bicho? quem manda sou eu. eu!”. Não o fiz e agora arrependo-me, porque brinquei o que quis mas não fiquei com consciência de dever cumprido.

E também por isso está-me a causar alguma estranheza não ver as conversas da bola numa semana de clássico a não convergirem directamente no alvo verde-e-branco que se desloca ao Dragão no próximo sábado pela noitinha.

Até um certo ponto compreendo a atitude. Afinal o caneco já é nosso sejam quais forem os resultados dos dois últimos jogos e parece que a malta já está a pensar em férias, cláusulas de rescisão, nomes de treinadores e jogadores, convocatórias para o Euro e as mamas da Scarlett Johansson. As últimas são um assunto recorrente, como é evidente. Mas de qualquer forma parece que o pessoal se está a esquecer que ainda falta um jogo do FC Porto na sua casa, aquele que para muitos será a última partida em que iremos ver os rapazes até Julho. E não é uma partida qualquer, longe disso.

Por isso vamos lá começar a focar atenções nos gatinhos. Brinquemos um pouco com eles. Mas não nos podemos esquecer de uma coisa, uma simples coisinha: podem estar em terceiro ou quarto, podem-nos até ter ajudado ao ganharem ao Benfica, alguns de nós até podemos ter apoiado a carreira na Europa League, vivendo as emoções europeias através de terceiros. Mas não deixam de ser inimigos, pelo menos dentro de campo. Força aí na estocada final até caírem para o quarto lugar. Porque não me interessa mesmo nada despedir-me dos nossos moços sem ser com uma vitória.

9 comentários

  1. Certo,
    até porque podemos ver pelo teu anterior “pontapé”, que poderá ser o último jogo no Dragão dos nossos tri-campeões!

    Se os dois primeiros não deixam saudades, os dois a seguir irão certamente deixar muitas, e os dois últimos….hum… merecem uma despedida em condições!

  2. Também acho… quero lá saber se o Sporting alcança o quarto lugar isto ou aquilo! a festa é nossa e no fim da tardinha de Sábado, espero que o bicampeão nacional brinde os adeptos(como eu) com uma vitoria! Viva o campeão FC Porto, viva Pinto da Costa! saudações desportivas… Jorge!

  3. Boas!!!

    Jorge… este post é muito infeliz da tua parte… quem o ler (Não necessariamente até ao fim) vai ficar com uma ideia na cabeça só… “blá blá blá as mamas da Scarlett Johansson.” e esse é o ponto final no post! eheh

    Sábado é dia de jogo no Dragão, seja contra quem for é para ganhar! Desta vez lá estarei para por a conversa em dia… no intervalo!

    Abraço

  4. Espero uma vitória no sabado para terminar em beleza.
    Quero lá saber que eles ganharam ao slb e até fiquei contente por não irem à final da liga europa, aquela taça é só nossa. E depois, eu até prefiro o Braga em 3º.

    Abraço

  5. As mamas da Scarlett não são nada comparadas com as tiradas do catedrático….
    A nossa SAD deveria ter convidado o gajo para os festejos e antes da biqueirada no esférico, ouvi-lo catedraticamente a dissertar.
    O Dragão entraria no Guiness batendo o record de mais pessoas juntas a esvaziarem a bexiga á gargalhada!!!!

  6. A pergunta que se deve fazer é:

    Porque raio tens tu um ponteiro laser junto à impressora?
    Pensei que era a… jacto de tinta…

        1. e podíamos agora citar mais uns quarenta exemplos, até bastava dar um salto ao Tomo II e ver alguns posts teus…mas acho que és mais um ass-man que um boob-guy ;)

Deixar uma resposta