Ouve lá ó Mister – Sporting


Amigo Vítor,

Em primeiro lugar, deixa-me ser o centésimo-quinquagésimo-oitavo a dar-te os parabéns. A vitória neste campeonato não foi fácil, nem tu a tornaste mais fácil nem os teus rapazes te fizeram a vida fácil. Nada foi fácil na tua vida desde Agosto, pois não, homem? Acredito que não. E o jogo de hoje também não vai ser fácil.

E por muito que a malta vá aparecer no Dragão numa noite que se prevê com mais chuva que em todos os meses de Inverno juntos na justificadamente orgulhosa cidade do Porto (ela que continua a ter o campeão em título mais um ano dentro das suas fronteiras), acho que ninguém vai sair de lá satisfeito e a bater palminhas se perdermos o jogo. Quanto mais não seja é o Sporting, Vitor, é um clássico e não gosto de perder clássicos nem a feijões como este é. Para nós, pelo menos, porque eles ainda lutam por um objectivo longínquo mas alcançável. E não me importo mesmo nada de lhes dares uma traulitada nas rótulas…metaforicamente, claro, mas de forma a que não consigam chegar ao terceiro lugar. Assim daquelas patadas à Porto, como o moço que tem estado ao teu lado no banco costumava fazer. Ah, isso é que eram bons tempos, carago, até parece que me estou a lembrar daquele Porto-Sporting de 2003 com o João Pinto a entrar em campo e a entregar uma salva de prata ou uma caneleira ou sei lá que raio de memento deu ele ao Paulinho como recordação de uma bela carreira e de ter andado durante dois meses a falar como se tivesse saído do dentista. Isso é que foi um jogo parvo, Vitor, estava lá nas Antas e lembro-me como se fosse hoje, toda a gente estúpida a ver o JVP a prestar vassalagem ao nosso moço a 30 metros do sítio onde o mesmo moço lhe tinha enfiado uma cotovelada que lhe pôs o maxilar para dentro.

Enfim, outros tempos. O que interessa é o jogo de hoje. Vou estar nas bancadas a aplaudir, a torcer por mais uma vitória. É o último jogo, Vitor, alguns dos que lá vais pôr em campo não voltam a pisar aquela relva…chuiff chuiff, já me estão a vir as lágrimas, estás a ver que menina estou a ficar? Não se faz, pá. Ganha lá o jogo e despede-te do Dragão em grande! Este ano, pelo menos…depois do verão logo veremos!

Sou quem sabes,
Jorge

PS: Se não fôr pedir muito, é possível algum dos nossos rapazes fazer uma “Paulinhosantice” ao João Pereira? Não me importo nada de ter o Cedric a jogar no Europeu, palavra!

 

APOSTAS PARA HOJE NA DHOZE:

1 comentário

  1. Boa tarde,

    Hoje é dia de clássico e da consagração perante a família portista dos nossos bicampeões.

    Foi uma época difícil, de sofrimento, em que por vezes deixei de acreditar que seria possível ser bicampeões.

    Mas o FC Porto é um clube que tem no seu comando Jorge Nuno Pinto da Costa, que inteligentemente deu um voto de confiança a VP, e colheu os frutos do sucesso.

    Foi um título saboroso, pois quanto maior a fanfarronice dos vermelhos, mais gozo nos dá.

    Hoje temos de ter uma atitude séria diante do Sporting, que vem ao Dragão tentar conquistar a vitória que lhe permita sonhar com o terceiro lugar.

    Acredito na vitória, porque somos melhores e os nossos jogadores vão querer presentear a família portista com uma boa exibição e vitória.

    Abraço e bom fim de semana

    Paulo

Deixar uma resposta