We. Win. Everywhere.

PS: mais orgulho que todos estes troféus são os dez minutos de publicidade que a RTP enfia pela goela abaixo dos telespectadores na altura em que toda a gente quer ver as primeiras emoções cruas de uma vitória histórica de uma equipa que se soube fazer grande pelo menos por uma tarde. E a abertura do telejornal da SIC com o filho de Ronaldo. Sinto como se me tivessem urinado nos dentes e dissessem que era sumo de laranja. Priceless.

6 comentários

  1. Desculpa vir aqui comentar no teu blog, mas como costumo visitar e concordar com muito do que dizes, venho desta criticar-te e fazer um reparo, pois mais importante que a vitória da académica, do chelsea e do atlético, é a vitoria do FCP em basquetebol no pavilhão da Luz.obrigado e cumprimentos

    1. é verdade, dou-te alguma razão mas não toda…é que essa ainda não acaba com a série e as outras são mesmo as vitórias “finais” :)
      ainda assim, espero que o 2-2 se transforme em 3-2 na próxima quarta-feira!!!

      abraço,
      Jorge

  2. Jorge, esqueceste dos iniciados hoje de manhã que venceram os sl becas por 1 x 0 e os sub-17 foram campeões nacionais, com a presença do NGP no Olival.

    Realmente, foi uma vergonha a RTP cortar a transmissão na hora dos festejos, mas eu sempre vejo qualquer jogo pela sportv, que transmite tudo!!!

    Abraço e lembra do que escrevi:amanhã sou chelsea, domingo sou briosa.Acertei as duas.Da próxima, mando os nºs do euromilhões:-)

  3. Boa noite Jorge,

    A malta que sai da nossa casa, leva já uma bagagem, que basta ser inteligentes, ter talento e “Ser Porto” em atitude … bem arriscam-se a vencer.

    Parabéns ao Pedro Emanuel, Bosingwa, Hilário, Raul Meireles, Paulo Ferreira e Falcao!

    Justa a tua homenagem.

    Abraço e boa noite

    Paulo

  4. A marca FC Porto não engana, e é por isso que custa o que custa a quem compra.

    Parabéns aos jogadores do Chelsea, que na comemoração do feito tão ambicionado, ( que grande chouriço ), não se esqueceram de Vilas Boas.

    Drogba,um portento de jogador, que Vilas Boas teve o azar de encontrar lesionado. No final o amuo da loira espanhola que revelou todo o seu fel, que empurrou Vilas Boas, para a saída.
    Não que me esqueça o que o menino da foz, fez à cadeira de sonho. Hoje poderia muito bem ser o FC Porto a envergar na camisola o símbolo da liga dos campeões, caso tudo se tenha mantido como estava previsto, no final da liga europa.

Deixar uma resposta