Dragão escondido – Nº12 (RESPOSTA)

A resposta está abaixo:

 

Nada de extraordinariamente dificil desta vez, certo? Certo. Mais ou menos. Ljubinko Drulovic foi uma das grandes figuras da equipa durante os anos 90 e esteve presente neste jogo, a final da Taça de Portugal 93/94 contra o Sporting, vencida na mítica finalíssima que terminou com aquele belo espectáculo com João Pinto de Taça em riste a apontar para os simpáticos adeptos leoninos que procuravam praticar o jogo da malha com a cabeça do nosso capitão a funcionar como meco. Bonito.

Entre as tentativas falhadas que o povo fez para acertar no nome do rapazola:

  • Domingos – Muita malta atirou com o nome do Mingos pelo simples facto da equipa não ter nenhum jogador como ponta-de-lança. Ora lá está, o truque era esse, até porque jogaram três esquerdinos (Timofte, Folha e Drulovic) no ataque, a somar a Rui Jorge na defesa. Não é normal mas uma final tem sempre nuances diferentes…;
  • Kostadinov – Também fazia parte do plantel mas não esteve presente no Jamor;
  • Paulinho Santos – Hipótese improvável por duas simples razões: não era omnipresente e também está na fotografia, ao lado do “escondido”…;
  • Rui Barros – Não fazia parte do plantel naquela temporada e andava ainda pela Côte D’Azur a jogar pelo Marselha;
  • Rui Filipe – Esteve no banco e entrou para o lugar de André aos 87 minutos. Foi o antepenúltimo jogo oficial que fez pelo FC Porto, infelizmente;
  • O próprio Lion-O – Uma inacreditável falha do FC Porto no mercado de transferências, Lion-O não foi contratado para jogar pela primeira equipa. Acabou a jogar no CD Candal a defesa-esquerdo. Ou não.

O primeiro a apostar correctamente foi o Dragão de Coimbra, às 7h05, mas a primeira aposta 100% correcta (com jogo e tudo) foi do Donnie Darko às 11h38. Com ou sem batota ;)

1 comentário

Deixar uma resposta