Mini-rescaldo do I Encontro da Bluegosfera

Esperei alguns dias para fazer este pequeno post. Preferi aguardar para que alguns comentários fossem colocados nesta nossa grande interweb e a malta que lá esteve falasse do que se passou. E quem apareceu ao Encontro, falou bem.

Porque quem esteve no passado Sábado no Auditório José Maria Pedroto passou uma boa tarde. Foi uma manifestação honesta e digna de um portismo militante que se quer sempre vivo e que só depende dos próprios portistas para se manter activo e dinâmico. Conversou-se muito e bem, sobre vários temas que foram propostos a quem lá apareceu, uns mais delicados e emotivos misturados com outros bem mais descontraídos. Falou-se da relação do clube com os adeptos, dos blogs e das modalidades. Os temas foram analisados, escalpelizados e discutidos entre portistas, como deve ser. Fomos poucos, pensei. Mas as dezenas que lá estiveram foram intervenientes, activos, com opiniões fortes e vincadas, que deixaram a esperança para continuarmos com este tipo de eventos num futuro próximo.

Fica o apontamento que passou no Porto Canal sobre o evento:

9 comentários

  1. @ Jorge

    só para dizer que fiquei muito honrado com o convite que me dirigiram.
    e que tive muito gosto em poder participar num evento que, acredito, terá mais edições do que a inicial, do passado Sábado – que, para mim, foi um sucesso (em termos de conteúdo, participação e visibilidade para o exterior).

    é por isso que não compreendo e tenho alguma relutância em acatar «certas e determinadas» críticas que tenho lido a propósito do encontro – mormente relacionadas com a sua «democraticidade».
    foi um encontro aberto à comunidade, de borla, apenas sujeito a uma pré-inscrição com o envio de um singelo e-mail.
    ou seja: só nele não participou quem não quis e preferiu não abdicar de uma tarde de praia.
    apontar seja o que for a quem lá esteve, com o argumento (falacioso) de que «são encontros para uma ‘tribo’» é estar a ser, no mínimo, mentiroso.

    eis o meu conselho: no próximo encontro, não faltem! apareçam! dêem a cara! não se refugiem só à frente de um teclado e atrás de um monitor!

    (desculpa o longo desabafo, mas estava “entaladinho”)

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    1. @ Jorge

      a minha experiência advém da leitura deste dois artigos no Reflexão Portista (desculpa a publicidade): “os ‘porta-vozes’” e “as primeiras impressões“, e de como se consegue (in)tentar denegrir a intenção primeira que esteve sempre subjacente ao encontro e que foi apenas isso: um encontro de bloggers portistas, que padecem de um “mal” comum e que é o Amor indefectível e sem limites pelo FC Porto.

      (mais uma vez desculpa testamento e a provável duplicação de comentário)

      abr@ço
      Miguel | Tomo II

  2. Miguel, para tudo o que se faz em Portugal há sempre uns que teriam feito melhor… nada de preocupações. É assim mesmo. – Para lhe dizer a verdade, achei a ideia ótima – estou longíssimo, e aqui até era tarde de inverno e não de praia; estar presente só se tivessem o skype ligado – e espero que muitos mais encontros aconteçam. A discussão e a troca de ideias são a base de toda a democracia. quem não as faz passa ao lado do que é bom!…
    Fui lendo o que se passou, e fiquei com um reparo: -Entendi a presença do Rui Cerqueira, mas – por outro lado – talvez fosse melhor que ninguém empregado do clube estivesse em posição de anfitrião…o clube pode e deve abrir as portas do seu anfiteatro sem ter a tentação de controlar… parece-me aquela coisa da mulher de césar, mas, como lhe disse entendo porque também era importante que ouvisse…
    Excelente iniciativa!

  3. Eu sempre senti completa abertura de todos e uma democracia enorme.

    Obviamente que muitos de nós, como eu salientei, gostaríamos de participar no painel também mas isso não era de todo viável, e é para isso que depois as debates e as conversas paralelas servem.

    Eu não tive a oportunidade de ir do Algarve, infelizmente, mas para a 2ª lá ou tentar estar, sendo speaker ou não.

    Já agora um conselho à organização… que a próxima se faça num Sábado de manhã / tarde, ou num Domingo de Manhã / tarde, no dia de um jogo no nosso FC Porto no Estádio do Dragão.

    Assim o pessoal de longe, como eu, vamos ao encontro e matamos logo o bichinho de ver o Porto jogar no Dragão, coisa que para nós não é uma normalidade, mas um evento de proporções “bíblicas”.

    http://fcpsempredragao.blogspot.pt/

Deixar uma resposta