Ouve lá ó Mister – Setúbal


Amigo Vítor,

Há uma treta que não me agrada nada no agendamento de um campeonato e que de vez em quando lá se lembra de acontecer, seja lá por que motivo for: os jogos adiados. Como este, exactamente. É que um gajo anda a par das jornadas, é só olhar para a classificação no jornal ou num site ou lá onde quiseres espreitar a tabela, e imaginas a cena. O Benfas joga primeiro e ganha, sabe-se lá como, um choureco qualquer pior que o cruzagolo do Alex no Domingo, e passa três pontos para a frente. E tem mais um jogo. E logo vem toda a gente com os “avanços”, “provisoriamente na liderança”, “em primeiro pelo menos por uma semana”, entre outras conversas do género. E não acontece só com os nossos amigos lá de baixo, porque se o FC Porto ficar em primeiro também acontece a mesma treta, só muda o entusiasmo para desdém e a euforia alcoólica é trocada pela moral rebaixada por uma poça de lama bacteriologicamente infectada. E tenho de olhar para a merda da tabela e ver que o número de jogos não bate com a jornada e tenho de fazer contas aos jogos fora e casa, quantos pontos faltam para conseguirmos ser campeões, onde é que os outros vão a seguir e se ainda contam os amarelos ou não…é uma confusão na minha vida e já tenho chatices que chegue.

Por isso, Vitor, para evitares mais um aborrecimento a somar-se a tantos outros, faz lá o favor aqui ao menino e espeta dois ou três no Setúbal e põe ordem na minha cabeça e na minha vida desportiva. Relembro-te do que te disse na primeira versão desta missiva, ainda em Dezembro do ano passado: já não está lá o Meyong, mas continua o Ricardo Silva. E esse ressabiado não merece respirar nada para lá do fétido aroma da derrota. É mandá-lo de volta para o inferno boavisteiro onde ele pertence.

Sou quem sabes,
Jorge

5 comentários

  1. Bom dia,

    Temos hoje um duro teste diante do Vitória de Setúbal, mas iremos lutar por manter a tradição em Terras do Sado. O FC Porto já não perde para o campeonato no Bonfim há 29 anos.

    No Bonfim, temos o favoritismo quer pela nossa valia, quer pela tradição de resultados.
    A equipa orientada por José Mota é uma das piores defesas do campeonato, com 28 golos sofridos, todavia no seu reduto é sempre uma equipa complicada, que com o apoio da sua fervorosa massa associativa, este emblema histórico entrará em campo motivado para levar de vencida os bicampeões.

    Fernando é uma baixa de peso que poderá abrir o lugar no onze a Castro, ou Defour ocupar a posição 6, entrando Sebá para o onze.

    Jogue quem jogar é importantíssimo vencer para terminar a primeira volta na primeira posição.

    Que desta vez as condições meteorológicas permitam a realização da partida.

    Abraço e boa semana

    Paulo

  2. grandeJorge,hoje o porto vai enfrentar o treinador que melhor forma equipas em portugal,pacos(10)anos agora chega a finais nacionais leixoesenquanto teve jogadores ganhou no dragao eliminou os lampioes da taca salvou o setubal de descer a epoca passada,e o belenenses esta sem ele mas deve ter algo dele pois esta com uma vantagem de quase 20pontos,mas neste caso e so reticencias….precisava de um projecto,credivel,se fosse no porto ja chega atrazado uns anos,senao que seja ate nos lampioes porque o Jose mota merece,ao contrario o gajo que treina so se queixa dos arbitros e se ele posesse o time a jogar BEM a bola ,e nem pes nem cabeca,dar licoes de moral de como os mouros jogam ,o mundo portista ta doudo

Deixar uma resposta