Dragão escondido – Nº17 (RESPOSTA)

A resposta está abaixo:

Como já puderam perceber, quem está ali ao lado de Raul Meireles a celebrar um golaço de cabeça no centro da área era Ernesto “El Tecla” Farías, que jogou no FC Porto desde 2007 a 2010. Nem era particularmente difícil de adivinhar, especialmente para os habituées cá do burgo desde os primeiros tempos, já que foi esta a foto que usei no post do jogo em questão (Rio Ave 0-1 FC Porto, disputado a 10 de Abril de 2010 e que terminou com uma vitória nossa graças a um golo de…Farías – podem ver o vídeo aqui: http://www.zerozero.pt/video.php?id=60377). Na altura, sobre “El Tecla”, disse o seguinte:

Entrou e, como de costume, marcou. A produtividade do Ernesto é qualquer coisa que devia ser estudada por teóricos estatísticos, tal é a marca que atinge em termos de rácio golo/minutos de jogo. Continuo com a minha opinião bem vincada: Farías é esforçado mas até pode marcar 8 golos ao Barcelona em Nou Camp…continuo a dizer que não podemos depender dele como avançado principal para o nosso clube e é caro demais para estar ao banco. Ainda assim o golo foi bom e deu muito jeito!

Ainda hoje mantenho a opinião sobre ele, mesmo depois de Kleber, Janko e Liedson terem por cá passado sem grande sucesso. Farías era uma opção curiosa porque quase só marcava golos fáceis e quando a equipa já estava em vantagem. Ainda assim foi um jogador útil e ajudou a vencer dois campeonatos, pelo que fica na memória de todos os portistas…pelo menos nos livros.

Entre as diversas tentativas menos acertadas para atingir a mouche:

  • Álvaro Pereira – Esteve no jogo em questão e olhando para o que escrevi na altura, fez uma partida fraquinha. ;
  • Belluschi – Apesar de haver malta que tenha visto as rastas dele na foto (one sees what one wants to see!), não era ele. Mas podia bem ser, porque entrou aos 69 minutos para o lugar de Ruben Micael e o corpo parece idêntico. Era 50/50, realmente;
  • Cristián Rodriguez – Estava lesionado e não fez parte do jogo, mas a ausência de protuberância abdominal excluía-o imediatamente do concurso!;
  • Falcao – Foi titular e tendo em conta que a imagem parece indicar festejos depois de um golo, podia e estatisticamente devia ser o colombiano. Mas se fosse…talvez fosse óbvio demais para esta rubrica…não acham? *wink wink*;
  • Lisandro Lopez – Já andava a marcar golos (e muitos!) no Stade Gerland…;
  • Mariano González – Ah, o grande Mariano estava lesionado desde Março até ao final da temporada e não viajou até Vila do Conde. Lugar-comum, perdão. Não jogou em Vila do Conde, até podia ter viajado com a equipa, sei lá eu…;
  • Ricardo Quaresma – Mais ou menos à hora deste jogo, o cigano pisava o relvado do Artemio Franchi em Florença para render Cambiasso e jogar três minutos do empate do Internazionale a dois golos…;
  • Tomás Costa – Também foi titular na partida e jogou os noventa minutos. A ausência de fisicalidade exterior fazia com que fosse mais provável que pudesse ser outro argentino;

O primeiro a adivinhar desta vez foi o Miguel, apenas às 11h41! É verdade que foi mais complicado, por isso segue a minha salva de palmas para este rapaz que conheço bem e que é dos meus principais críticos, com toda a agressividade de um Paulinho Santos a anfetaminas. Parabéns, rapaz!

Deixar uma resposta