Dragão escondido – Nº18 (RESPOSTA)

A resposta está abaixo:

Foi de facto Nuno Ribeiro “Maniche”, no mítico jogo em casa frente ao Panathinaikos a contar para os quartos-de-final da Taça UEFA 2002/2003, que o FC Porto perdeu com golo de Olisadebe e que levou ao eterno gesto de Mourinho para as bancadas a pedir calma, como que a dizer: “atenção que isto não acabou…ainda lá vamos à Grécia!”…e a verdade é que num país que ainda não cheirava a crise, acabou por ver um dos seus principais clubes levar no focinho e ser eliminado da competição, com o FC Porto a seguir em frente para destruir a Lázio e eventualmente sofrer contra o Celtic em Sevilha. Maniche era, para quem já não se lembra, um dos elementos titulares de um dos melhores meios-campos que me lembro de ver no FC Porto (e houve muitos), composto por ele próprio juntamente com Costinha e Deco, aos quais se somava pontualmente Alenitchev, outro genial jogador do nosso passado. Maniche era a perfeita “muleta” defensiva de Deco, tapando os buracos deixados pelo criativo de uma forma lutadora, sempre com entrega total ao jogo e empenho a 100%. Um box-to-box quase perfeito nas primeiras duas épocas, foi campeão europeu em 2003/04 e acabou por sair do FC Porto no final da época 2004/05, juntando-se a Derlei no Dínamo de Moscovo.

O jogo a que a fotografia se refere pode ser visto em forma resumida aqui em baixo:

Entre as diversas tentativas menos acertadas para atingir a mouche:

  • Alenitchev – O genial e diminuto russo esteve presente neste mesmo jogo, entrando aos 55 minutos numa tentativa de abanar o jogo, juntamente com Jankauskas, para os lugares de Costinha e Derlei;
  • Domingos – Tinha feito a última temporada no FC Porto em 2000/2001…;
  • Helder Postiga – Foi titular mas não conseguiu furar a defesa grega nessa partida. Marcou ao todo quatro golos nessa edição da Taça UEFA (dois ao Polónia Varsóvia, um ao Austria Viena e um à Lázio;
  • Nuno Valente – Não esteve em campo nesse jogo, onde o titular do lado esquerdo da defesa foi Mário Silva;

O primeiro a adivinhar desta vez foi o José Duarte, e a resposta completa (com jogo e descrição das botas) foi dada pelo Nuno Lopes, ambos ainda de madrugada. Devo dizer que tenho edições do “escondido” preparadas até…ao número 55. Por isso o vosso futuro de zandingueiros amadores está assegurado, podem estar descansados!

3 comentários

  1. O jornal OJOGO de hoje tentou uma espécie de “Dragao escondido” mas sairam-se mal ao publicar uma foto do Helton num FCP-Leiria para o campeonato de 2004/2005 onde aparece inclusive Luis Fabiano com a legenda: “Helton encaixa cruzamento na Supertaça de 2003”. Qualquer destes “zandigueiros” portistas do passatempo teriam de certeza encontrado o erro.

Deixar uma resposta