Baías e Baronis – Áustria Viena 0 vs 1 FC Porto

foto retirada de MaisFutebol.pt

Vencemos o jogo e essa é a parte mais importante e a que fica para a história e que vai constar de inúmeros compêndios de estatísticas, em papel ou online. Mas quem assistiu à partida viu uma equipa europeia, com jogadores de técnica abaixo da média e uma estratégia e mentalidade competitiva mesquinha e de fraca estirpe…a defrontar o quinto classificado da liga austríaca. Foi mau, destruiu a minha moral e abafou por completo qualquer ilusão que pudesse ter que esta iria ser uma época descansada e que alguns dos maus vícios que foram adquiridos nalguns jogos do ano passado poderiam já ter desaparecido. Não. Ainda lá estão. Só gostei dos três pontos porque a exibição foi deprimente. Notas:

(+) Lucho. Exactamente há um ano atrás (confirmei agora via zerozero), Lucho mostrava o tipo de profissional que era (e é) ao jogar em Zagreb na primeira jornada da Champions pouco tempo depois de saber a notícia da morte do pai. Há um ano atrás, usando a terceira camisola exactamente como fez hoje em Viena, marcando um golo e orientando a equipa à vitória dentro de campo, Lucho serviu como a extensão natural do treinador no relvado e mostrou que a equipa estava unida e pronta para jogar com ele ao comando. E hoje foi mais um episódio da campanha “Lucho a Presidente”, onde o argentino pareceu o único que estava em campo com a cabeça bem assente nos ombros, com capacidade técnica afinada, coordenação táctica e agressividade a igualar o adversário. Marcou um, podia ter assistido mais um ou dois, mas nenhum dos seus colegas o acompanhou.

(+) O sentido prático de Mangala / O floreado de Marat. Porque cada um se quer no seu sítio. O francês viu a bola saltar em frente a ele e notando que o adversário vinha perto, pumba para a bancada; o russo deixava que os adversários caíssem sobre ele, tirava um da frente com uma finta curta de pés e jogava para um colega logo para a receber a seguir, perdendo o tempo necessário para desorientar o oponente. Ambos estiveram bem em várias ocasiões.

(-) Não sei o que chamar à primeira meia-hora do FC Porto. Não sei se foi do equipamento tão branco que parecia criminoso sujá-lo. Talvez tenham pensado que ia ser fácil e viram-se à rasca para conseguir mudar a mentalidade. Estava frio ou húmido ou sei lá o que raio aconteceu. Mas não percebo. E o que vi foi do pior que me lembro de ver há algum tempo, a fazer-me recuar ao inverno de São Petersburgo onde Vitor Pereira se deixou cair com estrondo depois da idiota manápula de Fucile o fazer ir prá rua mais cedo, ou o cincazero que sabemos dar mas também soubemos apanhar em Londres de onde Jesualdo saiu vergado e curiosamente Fucile fez mais um dos piores jogos da sua carreira. Mas não demonizo mais o meu homónimo, ele que hoje nem tem culpa nenhuma. Hoje, ao contrário desses jogos, a vitória ficou do nosso lado mas à custa de Lucho que finalizou aquela que terá sido talvez a única jogada interessante do encontro. O resto foi uma sucessão de idiotices, passes falhados, domínios de bola a rivalizar com o de um qualquer poste de electricidade, escorregadelas, remates falhados e faltas desnecessárias. Poucos ficaram longe da poça de lama que pareceu encher o cérebro da equipa, tal era a dependência nas tabelinhas mal feitas, a espera por jogadores que não apareciam no ataque, só para perder a bola e ficar à espera dos jogadores que deviam tapar a defesa. O centro do terreno esteve mal, tanto Fernando como Josué, com demasiados passes falhados e descoordenação táctica. Na defesa Mangala lá se safava mas Nico estava louco, Danilo adormecido e Alex Sandro a brincar demais. No ataque Varela era lento, Licá e Jackson inconsequentes e tecnicamente inúteis. E a falta de agressividade foi o mais inexplicável de tudo, com os austríacos a chegarem consistentemente à bola antes dos nossos. Foi mau demais e não consigo reduzir a exibição ao facto de ser a estreia na Champions. Gostava de o fazer mas não consigo. Hoje o FC Porto desiludiu-me, apesar da vitória.

(-) Otamendi. Vai ser um ano longo, ah vai, se continuas a fazer a quantidade de imbecilidades que hoje parecias incapaz de evitar. Cortes deficientes, atrasos medrosos, passes absurdos para o centro…houve um que chegou a uma zona onde estavam três gajos do Áustria e…nenhum do FC Porto num raio praí de vinte metros. Fiquei a pensar que o Nico precisa de óculos. E de Xanax. E de um par de estalos. Do Mangala. De mão fechada.

(-) Josué. Não pensei alguma ver dizer isto sobre Josué, mas o que vi hoje foi um rapaz displicente. Lento, constantemente a deixar-se antecipar pelos adversários pelo simples facto de cravar os pés no chão e esperar que a bola viesse ao seu encontro. Não gostei de o ver no lugar de Defour porque simplesmente não fez o que o belga tem vindo a mostrar: movimentação constante, toca-e-passa com a bola nos pés e acima de tudo passes adequados e simples. Josué não fez nada do que atrás referi.


Estava renitente. Agora, depois do jogo, estou pessimista. Pode ter sido só o primeiro, que serviu para desflorar alguns rapazes e todos sabemos que o primeiro pode ser complicado. Mas não explica tudo e acima de tudo exacerba alguma inexperiência que nos pode vir a tramar no futuro. Os próximos jogos o dirão.

16 comentários

  1. Pode parece estúpido, mas depois do jogo senti-me triste como se não tivéssemos vencido a partida. O resultado foi bem melhor que a exibição, ao contrário do habitual na Liga dos Campeões.
    Espero que os habituais atrasos mentais na Liga dos Campeões (Como o franguinho habitual do Helton) tenham ficado por este jogo, e que a partir de agora haja pressão e concentração.
    Não percebi porque é que a equipa estava tão subida do meio-campo para cima. Tirando o Fernando e a defesa, estava tudo colado aos centrais. A equipa tinha de subir em bloco. Sim, a equipa precisava de descer para poder subir com segurança, em vez de chutar a bola para a frente e rezar para que o Jackson lá a conseguisse segurar ou dar para um colega.
    Da equipa aproveita-se pouco. O Helton esteve seguro, o Mangala esteve defensivamente muito bem, principalmente devido aos fogos provocados por… Otamendi e Fernando, Lucho foi o mais racional lá na frente. Menções honrosas para o Licá, que mostrou algum esforço num mar de apatia, e Izmaylov, que mostrou bons pormenores na técnica e na raça.
    Mas estou optimista quanto ao futuro. Penso que a equipa ainda irá crescer nos próximos jogos e conseguir bons resultados na Liga dos Campeões. Os verdadeiros campeões são aqueles que ganham mesmo quando não jogam bem.

  2. Concordo totalmente com a análise e fiz quase a mesma no portal fcporto24.

    Fui até mais adiante arriscando dizer que, mais uma vez, pela 3ª vez consecutiva, a SAD deixou o plantel MAIS FRACO do que o ano anterior.

    Aliás, tenho a absoluta certeza que assim é. Trocar James e Moutinho por Licá e Josué (2 jogadores vulgares e com equivalente no talento em qualquer equipa da 1ª liga) é um insulto para os adeptos. Ambos tem vindo a demonstrar que são jogadores no máximo de banco onde o seu Portismo serviria para manter alguma mística e rigor profissional. Nada mais.

    Hoje, sem o “calor” de Paços de Ferreira ou a urgência de “poupança” como contra o Gil, acabamos por jogar exactamente da mesma forma que nos jogos anteriores e, em certos aspectos, por mal nosso, do que em épocas anteriores.

    Paulo Fonseca revelou.se um interessante pastor de vacas sagradas. Ao preferir Licá e Josué a jogadores como Izmaylov e Quintero, subsistiu o talento, técnica, qualidade e competência por não sei bem o quê.

    Só sei que doí ver uma equipa na Champions cujo ataque é composto por Lucho (com 33 anos é o melhor do meio campo e isso diz muito), Josué, Licá e Varela (apenas o jogador mais criticado da última década). Somando a isso um Jackson de rastos que não acerta na baliza a não ser que lhe metam a bola escancarada a 2 metros da mesma, temos por ventura dos ataques mais pobres da competição.

    Comparando com o ataque encarnado que, por qualquer milagre da multiplicação, não vendeu ninguém, e que apresenta Cardoso, Rodrigo, Gaitan, Salvio, Lima, Markovic e Ola John, acho que vamos ter SÉRIAS DIFICULDADES em ser campeões a não ser que JJ se auto crucifique como nos dois anos anteriores.

    A Paulo Fonseca resta começar a por em campo os melhores jogadores e deixar-se de manias. Pode ser que o mercado de inverno resolva algumas coisas.

  3. Uma coisa é certa,a jogar assim contra uma equipa tão letal em contra-ataque como o Atletico vai ser um autentico vendaval!
    Villa,Diego Costa & cia vão massacrar-nos…

    Depois tbm temos de pensar que com Defour a equipa já ganha outra consistencia,outro equilibrio;já há menos buracos… (ontem foi assustador:era literalmente auto-estradas!Via verde… -ainda bem que aquele PL austriaco não acerta uma)

    PS:Pra ver se acaba com as paragens cerebrais,Otamendi precisa mazé de um bom high-kick do Maicon(como aquele em Manchester)!Lol..
    PS2:Realmente Josué pareceu um jogadorzito de distritais…
    PS3:Jackson é exasperante quando tenta resolver à la Balotelli…(o Licá pode esperar um bocado antes que ele solta a bola!)
    PS4(29/11/2013?):Sinceramente tbm acho que só na Play é que vamos passar aos oitavos;mas mesmo assim ainda consigo manter a fé:é que afinal temos no plantel aquele puto maravilha!.. San Juanito!…
    Só mesmo ele pra me fazer acreditar,Só mesmo ele pra fazer milagres… (já houve um em Setubal!)….

    IN QUINTERO I TRUST! :)

  4. Boas Jorge,

    Este jogo fez-me ter saudades do VP. Mau demais para ser verdade! O meio campo nao funcionava, jogo lento, o Varela a perder a bola sozinho, o Jackson a pensar q era o Ronaldo, o Josue numa posicao q lhe e claramente desfavoravel, o Nico a precisar de umas lamparinas no focinho e aquela mania irritante dos laterais a sairem a fintar… A unica coisa boa foi mesmo ganhar.

    Nao percebi pq e q o PF nao mexeu mais cedo na equipa. Equilibrar o meio ou ate trocar o Jackson pelo Ghilas (pq e q o rapax ainda n se estreou?). Estou como tu, mto pessimista para o q ai vem… Especialmente com um Atletico com o Villa la na frente :(

    Abraco,
    Joao

  5. Boas,

    realmente ontem safou-se apenas o resultado……

    Mas ganhámos e é essencial fazer 6 pontos com o Áustria de Viena, agora que temos de melhorar muito, ai se temos….

    Abraço.

  6. Em primeiro lugar e para ser parvo: I TOLD YOU SO!

    Depois, este foi mais um jogo do mesmo estilo. Daí não perceber as criticas dos compinchas aqui do burgo (sim há aqui algum ressentimento ehehehe). Foi lento, fizemos uma unica jogada decente e … foi isso e já vem sendo habitual. A nossa defesa parece um buraco, tivessem eles um gajo bom lá na frente perdiamos o jogo. Por 3-1.

    As boas noticias é que o benfica está a jogar tao mal quanto o porto, o sporting deve perder o gás a meio da epoca, o Paços não vai dar nada este ano, o SCB também não está grande espiga. E pronto. Ficamos entregues a mediocridade.

  7. O josué jogou ? os 90min ? de certeza? O licá, corre e esforça-se o que compensa a falta de .. falta-lhe algo, lamento, mas para já vai compensando. Eu não tenho a certeza se o josué jogou…. vocês tem a certeza? Não o vi. AHHHH! Vi, naquele canto aos 45 em que ele passou a bola ao lucho e acabou a 1ª parte. BOA JOSUÉ!

  8. Engraçados!
    Não posso se não dizer que os comentários são engraçados….
    Maravilhas na pré-época: – ah, finalmente o VP foi embora, etc…e tal e coisa… que grandes jogadores… ah o quintero…etc e tal
    Milagres, amigos?
    Um Paulo Fonseca que nunca – NUNCA – tinha jogado um jogo na Europa ia, a gosto de todos os adeptos, arriscar não ser conservador?
    E, que grande experiência de Champions tem o Quintero, o Josué, o Licá, o Herera … Big!
    Queriam o quê? estavam à espera do quê?
    Ganhamos.
    Aprendemos.
    O gajo deixou uma data deles estrearem-se : pronto já lá estiveram. Foi um sonho que se tornou realidade.

    E, depois, nem foi assim tão mau. Vi o jogo pela tv da Áustria – talvez se tivesse visto com comentários nacionais estaria como vocês – e vi também, para além das asneiras, largos minutos em que a bola corria de pé para pé , sem escorregadelas, com excelente domínio, em que o Porto tinha o jogo dominado !
    Ah, e mais: o que eles enfatizavam era o jogão que os vienenses estavam a fazer! A dar tudo por tudo para secar os jogadores do Porto!
    É sempre bom saber que do outro lado está uma equipe, não uma estatística…

  9. reinemargot : independentemente de os austriacos estarem a fazer um jogão para nos secarem o Porto jogou mal. Caramba, fizemos o que ? Três jogadas bem feitas ?( e estou a puxar para cima) Suponho que a desculpa de “foi a primeira vez” também se aplica à maioria dos jogadores do austria de viena, não ? Portanto não é um argumento válido.

    1. De acordo… totalmente de acordo…
      3 jogadas decentes incluindo o jogo.
      Quanto ao Josué, eu embirro um bocado com o rapaz, mas com toda a honestidade digo, se o treinador o manda encostar-se ao Fernando ele não pode fazer muito mais do que fez… jogou malzito? A equipa toda jogou mal. O Izmailov o Mangala e o Hélton para mim foram os únicos que se safaram, mas enfim…
      Esperemos que contra o Atletico não joguem assim.

  10. Salvou-se o mais importante, o resultado. O resto foi pouco menos que miserável, na maior parte dos 90 minutos. Muitas perdas de bola, passes mal efectuados, muita desconcentração, pouca velocidade e nenhuma inspiração e ainda muita «abébias» na defesa.

    Felizmente os austríacos nunca acertaram com as redes, nas várias ocasiões que tiveram para marcar. Até o poste foi nosso amigo.

    Mau de mais para este nível de competição. Fiquei preocupado com o que vi.

    Um abraço

  11. Mas sinceramente do que estávamos ou estamos á espera?? para Portugal chega e sobra para a champions não vai dar para irmos muito longe!! então de um onze que sai james e Moutinho os substitutos são josue e licá??? e á pessoas que acham que temos melhor onze que no ano passado!?
    Josue joga parado paradinho sem intensidade alguma, só quer bola no pé e pouco mais, licá é um jogador banal que agora tornou-se crack para muitos porque encostou 2 bolas… mas tb isso é normal no nosso país e na nossa imprensa! pior é ver que se receberam mais de 75M euros e em qualidade pouco se reforçou o plante,l em quantidade sim mas qualidade tirando Quintero pouco vejo… vai ser uma época longa…

Deixar uma resposta