Alguém viu o unicórnio?

imagem sacada de record.pt

Não posso dizer ao certo, mas creio que um dos sinais do Armagedão acabou de bater à porta. Estou à espera de ver cavaleiros em chamas a cruzar os céus, elefantes cor-de-rosa a saltar delicadamente de nenúfar em alegre nenúfar, sem-abrigos a beber Glenfiddich de ’55 à golada, Elvis em concerto na Casa da Música, unicórnios com crinas bem escovadas e o Rui Gomes da Silva a dar mérito ao FC Porto.

Saiu-me um peso das costas, que acartava há tantos anos (até escrevi sobre isso e vocês sabem que prefiro falar dos meus que dos outros, mas naquela altura, tal como hoje, não consegui resistir) e que me deixou mais leve, como se tivesse acabado de obrar a produção diária da Cimpor.

Quebrou-se um mito e eu não vi em directo. Maldição.

5 comentários

  1. É como o mito dos penaltis contra o Porto na época passada. Eles bem que andavam por lá, mas ninguém os via (serem marcados)…

    Mas todos os mitos têm o seu fim, e o Porto lá teve um penalti contra no penúltimo jogo do campeonato…

    :-)

    1. aleluia! aleluia! continuemos a quebrar mitos, caralho! e vamos também quebrar o mito do Proença nos ajudar e do Paixão nos prejudicar! e dos pneus e das putas! vamos a isso!

  2. Eh eh eh,,,,não acredito também…é o fim dos ídolos..(calma Nietzsche!!)…Provocou-me uma boa gargalhada…bem precisava, acredite que não anda fácil!…:D

Deixar uma resposta