Hindsight

Jorge: como sempre, quando as coisas correm mal há logo críticas a todos…treinador, jogadores, empresários, Antero, NGP…
Amigo do Jorge: fdx o que está mal até um leigo como eu viu logo
Amigo do Jorge: sem extremos de raiz
Jorge: hindsight is 20/20
Amigo do Jorge: estavam à espera de q? más decisões desportivas, falta saber em benefício de q?
Amigo do Jorge: não me digam que há falta de bons extremos por aí, dás um chuto numa pedra e aparecem 10
Jorge: nao houve interesse em contratá-los
Jorge: sabes se por culpa do treinador ou da direccao?
Amigo do Jorge: oh Jorge…da direcção, claro
Jorge: nao conseguiam meter dinheiro ao bolso? achas? nao faço ideia, nao opino sobre teorias
Amigo do Jorge: tá mal
Jorge: nao sei se está mal, mas só assim é que funciono
Amigo do Jorge: se vamos opinar sobre factos consumados, vais opinar sobre quê? sobre o leite derramado?
Amigo do Jorge: tudo que é empresa e demora a reagir às adversidades morre
Jorge: nao falo de reagir a adversidades, falo de decisões tomadas em determinadas alturas que por vezes correm melhor que outras
Jorge: nem sempre se acerta
Amigo do Jorge: sinceramente, há quantos anos não temos uma pre-época bem planeada?
Amigo do Jorge: vendemos o Moutinho e o James no fim de época, tivemos mais que tempo para encontrar soluções
Jorge: correcto
Amigo do Jorge: isto não é do treinador
Jorge: por isso é que te digo que se calhar as soluções nao passam só pela escolha de A ou B por parte da direccao
Amigo do Jorge: isto é da direcção
Jorge: nao sei a que nível o treinador está envolvido. presumo que pouco tendo em conta que acabou de chegar
Amigo do Jorge: depois do Ismaylov e Liedson em Janeiro, sabes bem que o treinador manda bolha
Jorge: o anterior sim, este nao faço ideia
Jorge: mas sim, dá ideia de alguma autocracia…talvez para se defenderem de Mourinhos
Amigo do Jorge: bollocks
Jorge: again, perhaps
Jorge: o nosso modelo é que pode estar em declínio, especialmente quando aparecem outros com o mesmo tipo de scouting que nos pincham os gajos mal a imprensa começa a perceber quem são os alvos e aí sim, podemos dizer que estamos a ser parvinhos mas também por isso tem havido um maior investimento nos putos
Amigo do Jorge: descreve investimento nos putos…
Jorge: o caballero, mais os belgas, o sérvio… alguns portugueses que vão sendo escolhidos com algum critério
Jorge: o modelo está a esgotar, temos de olhar para dentro e acho que eles já perceberam isso. com números, não conjecturas. e se a equipa principal nao está a corresponder, também corresponde a uma falha do treinador
Amigo do Jorge: desculpa, mas olhar para dentro é contratar sérvios, mexicanos e franceses?
Jorge: olhar para dentro quer dizer formação
Amigo do Jorge: tretas
Jorge: quero lá saber de que nacionalidade são
Amigo do Jorge: bull bull bull
Jorge: podem ser da antártida
Amigo do Jorge: mais parece que a equipa A serve a B do que ao contrário
Jorge: not quite, mas é disso que falo
Amigo do Jorge: quantos jogadores da B tiveram oportunidades na A?
Jorge: porra…mas é disso que falo!
Amigo do Jorge: a B serve para quem não joga na A ir rodando
Jorge: quem toma as decisoes acerca de quem joga ou nao?
Jorge: quem é que faz as convocatórias?
Jorge: vais culpar o Antero pelo Ghilas entrar aos 88 minutos? ou o Kelvin nao ser chamado?
Amigo do Jorge: não, claro que não
Jorge: a culpa das más exibições, não me fodam, é do treinador
Jorge: podíamos perder os jogos na mesma, mas via-se luta
Amigo do Jorge: mas quem é que contratou esta next best thing? analisaram a filosofia de jogo dele? viram se se adaptava ao modo como uma equipa grande tem de jogar?
Jorge: aí é outra coisa…a culpa é do primeiro-ministro quando um psp dá um tiro noutro gajo…
Jorge: talvez tenham pensado que se adaptava melhor…é como te digo, hindsight
Amigo do Jorge: não, há 2 ou 3 gajos que gostam é de putase as coisas correm bem
Jorge: estás a ser redutor
Amigo do Jorge: 4 ou 5?
Jorge: é mais um problema, é assumir sempre que esta merda se trata de um ou dois gajos que gostam de putas
Jorge: por muito que haja negociatas, dinheiro metido a bolsos estranhos…a verdade é que há decisões para tomar e nenhuma delas é tomada com leveza de espírito…pelo menos nao acredito nisso
Amigo do Jorge: fdx não há leveza de espírito há incompetência então
Amigo do Jorge: either way, they lose
Jorge: como é que há incompetência quando perdemos o segundo jogo para o campeonato em quatro anos?! não entendo isso. é mas é um bom padrão do nosso grau de exigência
Amigo do Jorge: dude…5 jogos sem ganhar
Jorge: perdemos um jogo para o campeonato, seguido de várias paupérrimas exibições
Jorge: nao questiono
Amigo do Jorge: esquece os 10 anos passados, o que interessa é o agora
Jorge: aham…
Jorge: yeah yeah
Amigo do Jorge: se não corriges agora poderás perder no futuro. tens de ser proactivo e não conhó.
Jorge: de acordo mas já começa a opinião de terra queimada a botar sal em tudo que vê
Amigo do Jorge: não…
Jorge: a começar pelos atrasados que vão atirar tochas ao autocarro, seguindo pelos cafés onde, como de costume: “este treinador nao percebe nada disto” e “a direcção é incompetente”
Amigo do Jorge: oh fdx, tá bem, eu estava lá e atirei três calhaus, infelizmente a minha pontaria não é grande coisa…o gajo do corsa é que não vai ficar muito contente ;)
Amigo do Jorge: somos portistas. somos exigentes. não é preciso ganhar sempre
Amigo do Jorge: mas caralho, é preciso tentar ganhar sempre
Jorge: é preciso luta e garra e força e agressividade
Jorge: e a falta delas é culpa…de quem?
Jorge: tell me…tell me now…shout it up to the sky!
Amigo do Jorge: um zombie no banco com uma equipa a cagar a posta em campo e uma direcção que dá palmadinhas nas costas ao treinador
Amigo do Jorge: uau
Jorge: dá-se palmadinhas até ao ponto em que se pára de dar
Amigo do Jorge: bem, whatevs
Jorge: ou achas que a gestão do FCP é o que é por demitir treinadores em dois meses? esta merda nao é o sporting!
Amigo do Jorge: vou mas é almoçar
Jorge: eu também

É pena que só nestas alturas se possam ter conversas mais aprofundadas sobre a bola. Mas ao menos fala-se, não se atiram pedras.

5 comentários

  1. À hora deste post circula por todo lado a contratação de Ricardo Quaresma. Aparentemente é mais fácil descobrir um proscrito lesionado gordo e fora de forma do que um extremo debaixo de um calhau capaz de entrar no onze.
    Para festejar, acho que devíamos todos ir a uma casa de alterne, para não dizer de putas.

  2. Boas sr Jorge se me permite gostaria de deixar um comentário sobre o que eu acho que se passa com o meu nosso clube do tipo como se fizesse parte desta conversa…
    Você é o seu amigo tentaram descobrir o que se passa é eu vou deixar a minha opinião que é o seguinte, vou dividir em 3 partes A Direcção A Equipa e a equipa Técnica.

    Direcção.
    Não há direcção perfeita por isso todas erram umas mais outras menos agora porém tudo em causa não acho correto para quem nos deu tanto em 30 e tal anos . É tempo de mudanças e todos nós vimos jogadores portugueses a entrar na equipa e jogadores jovens estrangeiros mais baratos para Se formarem…
    agora é preciso tempo

    A equipa.
    A nossa equipa é uma excelente equipa mas pergunta-me o Jorge e porquê que não joga bem e deixou fugir o primeiro lugar? Simples psicológico porquê?!?
    Porque nem a melhor táctica nem a melhor forma consegue superar os índices psicológicos enquanto ao contrário já consegue e começou com os jogos da liga dos campeões com atlético quem jogou melhor? O Porto e perde por erros individuais contra uma equipa que 3 dias antes deu um baile de bola ao real não bastando isto no jogo com o zénit aos 5 minutos já estávamos a jogar com 10 e mesmo assim jogámos melhor isto faz muita moça e sem contar que para uns a bola entra de qualquer forma e a nossa encontra sempre obstáculos o que queria níveis de ansiedade e que por sua vez mais pressão que nos leva a queres resolver sozinhos quando devia ser a equipa.

    Equipa técnica
    é verdade no meu ponto de vista a equipa tem mais soluções para jogar em 4-4-2 losango do que em 4-3- 3 mas é fácil falar pois por uma equipa a jogar num sistema novo quer tempo para trabalhar e sistema losango é o mais difícil .
    ainda temos que contar que é o primeiro ano de treinador do Paulo numa equipa grande em que está a se adaptar agora vamos ver se ele consegue mudar o psicológico da equipa vasta ganhar ao Braga para começar a subir a confiança dos jogadores.

    Um aparte uma equipa com um treinador a 4 anos e sem saída de jogadores e a não jogar nada e não os vejo a ser assobiado e nos treinador novo saída de 2 jogadores e com algum azar na concretização e parece que caiu o mundo.

    Um abraço .

  3. Jorge,tudo muito bem dito.Mas falta a categoria do adepto ai no trecho,o mesmo que diz que o ghilas e a salvacao,mas nao canta o nome dele a faltar(50 40 30) min,o adepto que beija os pes do lucho so quando hulk e lisandro estavam no11 nao exigiram passes longitudinais de futebol rapido e directo ,os mesmo adeptos que a pagarem jogo apos jogo para verem vulgaridades na liga dos campeos so eliminamos do nosso (nivel) atl madrid nao ganhamos a mais nada do nosso nivelMAS acima de tudo os adeptos que abdicaram de uma identidade de uma dinamica de um estilo de uma maneira de jogar a bola ,que CONQUISTOU o mundo da europa e o MUNDO, para agora andar o passar o andor, que caiu o carmo e a trindade, que ja ha muito tempo havia caido e isto e sobre o porto ,nao tenho pachorra para ver equipas C B D ou. X quero que isso se fod

  4. De fato, o adepto quando fala, embaralha-se muito. Perde a perspectiva, confunde as letras e as palavras… – não entendi nada do que o “eu-mesmo” queria dizer, nem entendi a conversa do post… é, claro, que isso sou eu…
    cansei desta coisa de mal-dizer sem análise, sem substância!
    desde que se fale e diga mal, já somos os adeptos mais exigentes e melhores. Atiramos pedras, já partimos o para-brisas do carro de um treinador, mas somos apenas…exigentes.
    Que grande treta: – Os jogadores são uma merda, o treinador pior; a gestão acima disso. Mas, os adeptos, muitos que só gostam de aparecer nos jogos quando lhes cheira a campeonato ganho, esses são, exigentes.
    Poupem-me.
    A isso, e à maldita questão que a época foi mal programada. É que nem sequer se dão ao trabalho de refletir um pouco, como se comprar jogadores fosse chegar ao mercado abastecedor e comprar laranjas sumarentas do Algarve !
    Como se hoje, os jogadores da próxima época não estejam já todos referenciados !… E, não haja os cenários todos pensados… mas os outros também fazem isso, e depois “money makes the world go around”…

    Além disso, quem mandou no início da época contra todos os sinais contrários (treinador sem rodagem de champions, sem James e Moutinho, com a ressaca do futebol do VP) embandeirar em arco?
    Lembro-me de no fim dos primeiros jogos ter comentado: – quero ver os nossos sul-americanos , assim que o Inverno começar…

  5. Conversa entre adeptos que sempre foram ao estádio excepto quando a vida mão lhes permitiu, que nunca assobiaram, que nunca saíram antes do apito final.

    Conversa de diferentes perspectivas.

    Não vejo onde está o criticar sem substância.

    Serei herege por criticar o que acho que está mal ou que foi mal planeado? Serei herege por desabafar ou somente por deixar publicar a conversa?

    Não sou eu que tenho de reflectir melhor…

Deixar uma resposta