Baías e Baronis – Gil Vicente 1 vs 2 FC Porto

A gestão de expectativas é interessante quando se trata de uma equipa grande. Imaginemos que este tinha sido um jogo disputado nas épocas de Mourinho ou de Villas-Boas e todos estaríamos a louvar a capacidade de esforço e a vontade de jogar e de conquistar mais três pontos num relvado (só teórico, porque Barcelos pareceu atacado por toupeiras) complicado. Assim, podemos pensar que terá sido um jogo suado, não particularmente bem jogado mas onde estivemos sempre por cima e que apenas vencemos pela margem mínima porque mais uma vez falhamos várias oportunidades de golo claras. Mas foi uma boa vitória, vista seja por que prisma. Os jogadores nunca desistiram, esforçaram-se e trabalharam para um resultado melhor do que conseguiram. Vamos a notas, com melhor disposição que tem sido costume:

(+) Varela. Man of the match, sem dúvida, não só pelos golos mas pela forma como arrastou a equipa para a frente, muitas das vezes sem sequer conseguir levar a bola junto com ele, porque as malditas toupeiras saíam das tocas e apanhavam-lhe o esférico. O primeiro golo foi bom (Varela ANTECIPOU-SE ao defesa!!!), mas o segundo é estupendo, com um slalom a aproveitar o espaço que lhe ia sendo dado e qual Messi núbio se aprontou para um remate seco e bem colocado, sem hipótese para Facchini. Quis ver a repetição porque quase não acreditava que tinha entrado, muito menos que tinha sido o Silvestre a fazer aquela jogada toda. Bem, muito bem…pelo menos até Quinta-feira.

(+) Herrera. Cada vez parece mais adaptado e mais “presente” em campo, raramente se escondendo por detrás dos adversários e procurando activamente a bola, algo que não acontecia aqui há uns meses. Continuo a gostar de o ver a controlar a bola e a levá-la para a frente com bom critério, inteligência táctica e um estilo gingão à Alex Sandro que assusta um pouco mas que rapidamente se percebe que a bola está controlada, o espaço patrulhado e a visão aberta para o próximo passe. Tem de trabalhar um pouco mais o remate mas é actualmente o único jogador titular no meio-campo do FC Porto para lá de Fernando.

(+) Helton. Mais um par de defesas excelentes, numa mancha depois de um livre marcado (bem) muito depressa e que nos apanhou distraídos, e principalmente quando Abdoulaye se lembrou de proteger (mal) a bola em plena pequena área. Não teve culpa no golo mas as poucas vezes que foi obrigado a trabalhar esteve impecável.

(-) Mangala Um jogo off para o nosso Eliaquim. Falhou de uma forma consistente na primeira parte, com mau timing no approach a várias jogadas, passes com força a mais ou a menos mas raramente com a intensidade certa. Acabamos por não sofrer à sua custa mas foi inferior a Abdoulaye durante todo o jogo, o que é dizer muito.

(-) O senhor do (demasiado) apito. Ponto assente: Quaresma arriscou e muito quando se mandou como um puto mimado às pernas de Luís Martins e se fosse expulso não me surpreenderia nada. Mas o resto da exibição do árbitro foi exagerada nos apitos, a insistir em assobiar sempre que um jogador do Gil ia ao chão e algumas das vezes em que um dos nossos fazia o mesmo, algo que aconteceu (milagre!) menos vezes do que é habitual. Ah, e o golo do Gil é precedido de uma falta onde o avançado empurra Alex Sandro na pequena área…algo que foi assobiado tantas e tantas vezes durante o jogo. Se vai apitar a tudo…que apite a tudo.


Alguma esperança ganha depois deste jogo? Talvez. Gostei do espírito de luta e da percepção que todas as bolas eram para disputar até serem ganhas. Vamos continuar neste registo? Quinta-feira veremos.

8 comentários

  1. boa vitoria do porto, dos melhores jogos dos ultimos tempo com varias oportunidades de golo e quase sempre ao ataque…

    mais um grande jogo de Herrera, Varela decisivo, bom jogo de Danilo e Abdoulaye (penso que esteve muito bem, ate melhor do que mangala e salvou um golo quase em cima da linha)

    hoje o porto jogou bem e quando Herrera sobe constantemente a equipa cria inumeras oportunidades…

    continuo a nao perceber porque Quintero nao joga no lugar de Josue…

  2. Bom dia a todos…

    Agradou-me muito este espírito de luta, de querer.. Se ao menos sempre que jogam mal, jogassem com esta entrega e talvez estivéssemos na frente… Esta entrega tem de acontecer todos os minutos de todos os jogos, a seguir a isto terá de vir o bom futebol… Nesta fase só peço esta entrega porque a qualidade até existe e ela depois começará a aparecer com naturalidade, pelo menos, assim o espero :).

  3. No lance do golo do Gil Vicente está um “pinheiro” vestido de vermelho mesmo junto ao guarda-redes, tapando a vista e desviando a atenção dos defesas. Em fora de jogo. Tem até de se desviar um metro da linha de tiro para o outro poder rematar. Acho que até se vê um dos defesas, acho que o Abdoulaye a olhar de relance para ele a ver onde está. Para mim interfere e de que maneira na jogada, mesmo que não toque na bola. Ou desaparecem os foras de jogo ou era sempre fora de jogo quando na (pequena?) área, tocasse ou não na bola. Dentro da pequena área até um saco de batatas interfere. O Jesus até treinou bem aquela situação no ano dos “túneis”, geralmente era o Saviola a atrapalhar o guarda-redes. Foi assim no jogo da Luz com o Porto ou contra o Braga. O jesus sabe bem do ofício quanto a truques dentro da área, bloqueios, etc.

  4. O jogo não foi mau, chegou a ver-se algum futebol ligado, jogadas corridas para a frente sem ser o futebol do costume, com trocas de bola lentas até finalmente o jogo recuar aos centrais. Mas é preciso dar o desconto e ver que o Gil Vicente defendeu muito mal e deu todo o espaço no meio campo. Até o Leixões jogou mais contra a equipa B. Diz-se que uma equipa joga o que a outra deixa e é verdade. Cabe-nos a nós não deixar o adversário jogar. Era o princípio de jogo do Mourinho como ele disse uma vez. Do tipo primeiro anula-se o adversário e depois vê-se.

  5. Caramba ha povo que só esta bem quando ninguém esta bem!
    A equipa faz um jogo bastante melhor do que tem feito ate agora e há quem diga que o Gil não jogou nada e que houve facilidades e que este Gil não esta ao seu melhor nível, o Porto foi o mesmo e por isso mesmo ganhamos!
    Em qual dos jogos entre os grandes e os ditos pequenos não esta o “grande” sempre melhor e o “pequeno” pior? Mau era se o porto não estivesse sempre melhor que o Gil. ou sera que o Gil vicente tem jogadores como fernando danilo alex sandro jackson, quaresma?

    Que mania tola de certa gente em ver as coisas sempre pelo lado negativo e mais negro e deprimente, alguns parecem os comentadores da sportv que passam o jogo numa especie de lamento pela equipa adversaria, sempre a chorar porque o adversário do FCP não faz jogo manhoso de perder tempo, não joga para o empate, não faz aquele jogo nojento que todos conhecemos bem!
    Haja paciência!
    O Porto fez um bom jogo mas queremos mais e melhor é o que apetece dizer por agora!
    Saudaçoes

  6. Este jogo, para mim, resume-se a isto… pressão!

    A equipa, ou PF, resolveu pressionar o adversário aquendo da perda da bola… e fez pressão em equipa e não um ou outro jogador e isso fez toda a diferença, pois o adversário sem bola não joga.

    De resto as asneiras da organização defensiva do costume.

  7. Foi um bom jogo. Continuo sem perceber as substituições mas ok.

    O problema é o proximo, ver se jogamos assim ou voltamos à mediocridade. :)

    MVP: MIKEL

Deixar uma resposta