Baías e Baronis – Benfica 3 vs 1 FC Porto

Dói, dói muito. Dói mais porque a eliminatória esteve ali, ao nosso alcance, por muito que possam reclamar de penalties e jogo rijo e perdas de tempo e fitas. Ali, naquele relvado, estão os culpados de mais um naufrágio nesta eterna travessia do longo oceano de adamastores que se transformou esta temporada. Ali, onde no passado saímos tantas vezes de cabeça erguida para os céus, a mostrar a força da nossa identidade, da nossa imagem, do nosso querer, foi onde caímos com estrondo, sem que tivéssemos tido a cabeça e o coração para evitar a queda. O Benfica venceu bem, foi melhor, mais eficaz, mais inteligente, mais equipa. Nós, ficamos com a imagem de um conjunto de jogadores fracos na cabeça, lentos nos pés e amorfos na alma. Dói, vai doer mais durante meses…e esta puta desta época nunca mais acaba. A notas:

(+) O golo de Varela. Na única vez que Silvestre conseguiu fazer alguma coisa de jeito, foi brilhante. Esqueçamos que passou o resto do tempo em campo a tentar receber bolas pelo ar enviadas pelos colegas ou a fugir da marcação dos adversários sem que conseguisse produção ofensiva digna de um shot de limoncello. O golo é dos bons, desde a finta de corpo à aceleração em flecha para a área, acabando com um remate perfeito pelo meio das perninhas de Artur. Pena que não tivesse feito mais nada durante todo o resto do jogo.

(-) Oh meu Porto da eterna mocidade. O jogo do Dragão ficou marcado por uma terrível falta de eficácia, que nos deixou à mercê do adversário. Hoje, foi a constatação mais evidente de que uma eliminatória a duas mãos tem de ser encarada no primeiro jogo como se todos os lances fossem o último, para que a vantagem possa ser suficiente para aguentar a enxurrada da segunda mão. Não o fez e deixou assim o ónus dessa ineficácia para ser colmatado com uma exibição mais eficiente neste jogo. Sabendo disso, a equipa entrou em campo com algum medo e até Siqueira ter sido (bem) expulso, pouco ou nada fez para tentar marcar um golo. Apanhando-se em vantagem numérica, mandou no jogo. Pegou na bola, rodou-a, criando pouco perigo, mas com a eliminatória empatada cheguei a acreditar que com mais alguma acutilância e velocidade pelas alas, as coisas podiam sorrir para o nosso lado. Veio o golo, de força, de garra, por um homem que nada tinha feito até então mas que poderia servir para agrupar as forças, reunir mais confiança e acabar com o inimigo de uma vez por todas. E…nada. Nada. Um enorme vazio apoderou-se de todos os jogadores, com uma incapacidade de imberbes coitados, sem capacidade para trocar a bola com perigo, perdendo duelos após duelos, desperdiçando lances ofensivos consecutivos em fugazes tentativas pelos flancos, em zonas de debilidade tremenda, sem apoio ofensivo, sem overlaps, sem mentalidade de vitória. Luís Castro não ajudou, tremendo pela primeira vez desde que o vi, enfiando Josué para parar o jogo quando apenas um golo separaria o Benfica do Jamor. Também ele teve medo, medo de uma equipa a jogar com dez, medo de um ataque avassalador de uma equipa com menos um homem, medo do que podiam os outros fazer sem acreditar no que nós conseguiríamos atingir. Josué em campo em vez de Ghilas ou Quintero. Medo, nas faces, nas expressões, nas pernas. Medo de onze contra dez. Mas foram dez homens comparados com onze meninos, dez jogadores contra onze pirralhos medrosos de tudo, desconfiados deles próprios e com a fibra competitiva de uma folha de gelatina ao vento. Quaresma, que caiu nas manhas de Maxi durante todo o jogo. Herrera, que desapareceu sem sequer ter aparecido. Jackson, perdido no meio dos centrais sem que a bola lhe chegasse. Fernando, fraco nos lances divididos (sim, até tu, Reges!). Danilo, a dar mais espaço a Gaitán que um merdas de um lateral de uma equipa amadora. Alex Sandro, sem força nem altura nem posicionamento no golo de cabeça de Sálvio. Fabiano, com culpas no primeiro e no terceiro golo. Mangala, trapalhão e permissivo. Enfim. Tantos e tão poucos, é o que somos. Uma equipa é bem mais que a soma das suas partes e o FC Porto, este ano, poucas vezes tem conseguido ser uma equipa. E isso, meus caros, é o que mais dói. Perder na Luz dói sempre, mas quando se perde desta forma pouco há a dizer e estico-me nesta prosa solta e desligada porque a tristeza vai assumindo a proporção habitual cá dentro e o discurso sai pouco fluido, como o nosso jogo. Já houve tempos em que apagámos a Luz. Hoje, fomos nós que nos apagámos Nela.


Só uma pequena nota: perdemos o campeonato para o Benfica, a Taça para o Benfica e também podemos ter perdido a Liga Europa que o Benfica pode vir a vencer. E a Taça da Liga? Esse miserável troféu…perderemos também para o Benfica?

30 comentários

  1. Meu caro , só para dizer que não concordo com o seu Baía !
    Apesar de gostar imenso do Varela enquanto jogador e profissional e que será porventura (e bem) o único jogador do FCP a ir ao mundial pela selecção de Portugal entendo que nenhum dos jogadores / elementos do FCP merecem um Baía. Todos os elementos que envergam o nosso emblema foram hoje HUMILHADOS na casa do nosso maior rival e o problema não é termos perdido, o problema é termos sido HUMILHADOS, quase 1 hora a jogar contra 10 – PORRA.
    No inicio da época acalentava fortes esperanças, contratação de jovens , um treinador que me impressionou pela entrevista que deu sobre o Josué e passado todo este tempo desapareceu tudo.

    Quanto ao facto de Luís Castro ter feito entrar o Josué, discordo da sua análise, Josué entrou porque Herrera não estava no jogo, estava noutro sitio qualquer, aliás só assim se percebe que nem sequer entendeu que tinha de sair logo e não levar um amarelo por estupidez e sim Josué iria pelo menos fazer alguma coisa já que é um jogador muito mais inteligente e presencial que o Herrera.

    Como disse salvo erro após a derrota em casa com o Estoril espero que a próxima época já venha a ser preparada há muito como é apanágio nesta casa salvaguardando os imponderáveis que sempre podem acontecer especialmente com mundial á porta.

    Uma ultima palavra para a direcção desportiva dos directores, é inconcebível que tendo no inicio da época 3 laterais da raíz um dos quais polivalente não se tenha dado oportunidade ao mesmo sendo que o que mostrou no jogo que fez que merecia mais oportunidades e a titularidade e a reacção que teve é perfeitamente normal num jogador que sabe que está melhor que qualquer um dos outros dois mas que estes têm de picar o ponto porque foram muitos caros e é preciso dar dinheiro a ganhar aos fundos de jogadores que os puseram no FCP ainda por cima por verbas astronómicas. Quando a titularidade de alguém (seja quem for) é garantida por decreto tá tudo f***** no Balneário e o resto é conversa.

    Luis Castro merece o nosso respeito, de uma manta de retalhos e de farrapos (a nível físico) quase conseguiu chegar a uma meia final da Liga Europa e a uma final da Taça de Portugal e quiçá seremos devedores do nosso apuramento para a pré-eliminatória da champions ao mesmo.

    Espero que próximo treinador seja Domingos Paciência e Luís Castro volte á equipa B para que se continuem a formar bons jogadores na casa e que sejam devidamente estimados.

    O tempo das vacas gordas acabou e é preciso apostar nos jogadores que tudo têm dado ao Clube desde os escalões de formação e acabar com a ideia de que QUEM vem para o FCP é para sair para outro clube, não precisamos de mercenários , precisamos de homens com H grande como por ex. Moutinho que foi sensível á voz do Presidente e ficou mais um ano em prol do clube quando lá de fora já lhe acenavam com milhões.

  2. Se jogarmos assim contra eles, espero bem que nos ganhem todos os jogos. Que levem todas as taças e todos os pontos. E que festejem na nossa cara e na dos nossos jogadores. Que nos lembrem todos os dias.

    Porque foda-se, já todos se esqueceram do último campeonato que perdemos para estes merdas. Já todos se esqueceram da raiva com que entramos em campo nos últimos anos para os enfiar nas putas das balizas. Este plantel já não se lembra, muitos nem estavam lá. Não têm razão para odiar aquelas bestas de vermelho no momento em que lhes poem a vista em cima.

    Não sou anti-benfica ou o caralho, não desejo a morte a nenhum deles nem aprovo a violência que por aí se vê. Mas naqueles 90 minutos no relvado, temos de querer sempre mais que os outros. E, no final, até podemos não ganhar, mas fizemos o que podíamos e ninguém nos pode pedir mais.

  3. Nem orgulho nos resta desta época miserável! Tudo isto é mau demais para ser verdade.
    Sou dos poucos que á anos contesto a politica da SAD do porto, estava-se mesmo a ver onde as coisas iam chegar… o Porto é hoje uma empresa privada, gerida por 2 ou 3 que vendem, compram, recebem chorudas comissões sobre vendas do clube para além do salário astronómico que auferem! Esta triste negociata com empresários envolvidos fez-nos chegar a este ponto… temos hoje uma defesa inexperiente, com um central de 7M (Reyes) que passe o exagero nem nos juniores jogava… temos um meio campo, banal, sem um pingo de qualidade e um banco deplorável, a isto juntamos a perda do orgulho portista, da nossa mística que muitas vezes era o nosso principal trunfo e aqui estamos numa situação dramática!

    P.S- Quero ver quem dá 2,5M pelo passe do Licá, ou 7 pelo Reyes… mais 9,5M atirados ao lixo… ainda vão ser emprestados com o clube a suportar a maior parte do seu salario, é esta a gestão que tem vindo a ser feita no Porto á vários anos.

  4. Desde q me lembro, este Porto e o de 2004/2005 rivalizam como pior equipa (tenho 28 anos)
    N ha mentalidade forte!
    E li num outro blog q este Porto tem em Quaresma alguém q com as suas reaccoes (ainda q concorde q esteja muito mais maduro) divide o grupo. Lucho fazia precisamente o inverso…mas pronto, colhemos aquilo q temos, ou seja, NADA!
    Precisamos de jogadores com mais idade, cabecinha com mentalidade forte e com experiencia!

  5. Bom dia a todos.

    Mesmo ausente não podia deixar de vir aqui expressar o que sinto.

    Foi duro ontem… Foi duro porque mesmo contra dez não fomos capazes. Falhamos em toda a linha e sinceramente acho que nem contra 9 lá íamos…

    Mais do que falar em jogadores, temos que perguntar onde está o responsável por contratações como a de Reyes, 10 milhões? Ou a contratação de Herrera, outros 10 milhões?
    Não é esse o mesmo responsável por mandar embora o Rolando ou o Iturbe?
    E já agora, onde está o responsável pela tardia (Fevereiro) renovação de Fernando?
    A resposta a todas estas questões é só uma… o responsável é um funcionário do clube que ganha 600.000€/ano e que está sempre escondido, nunca dando a cara na hora das derrotas…
    Basta de “paninhos quentes”.
    Já aqui escrevi a pedir ao presidente para pegar na vassoura… pois chegou a hora de o ajudar a correr com os sanguessugas cobardes do nosso Porto.

    Temos que acabar com isto!

    Saudações Portistas

  6. Aquilo que chamam pejorativamente, “Taça da Cerveja”, irão perdê-la contra a equipa B do Benfica. Vocês são um bluff. Sempre o foram, só a batota de tantos anos escondeu a verdade.

    1. ponderei se iria ou não aprovar o teu comentário, mesmo não fazendo ideia se te conheço ou não. creio que não. mas posso dizer com algum grau de certeza que és do tipo de benfiquistas e/ou anti-portistas que eu gosto, porque está nas sombras à espera de um raio de sol que o faça sair cá para fora como um parasita a colar-se aos etéreos sucessos de uma equipa de futebol. é essa soberba que gosto de ver nos adversários e que procuro nunca ter nas vitórias. e é exactamente essa soberba que será a causa de eventualmente dares com o focinho no chão. merecidamente.

      parabéns pela vitória de ontem, though. jogaram bem, lutaram bem e mereceram.

      um abraço,
      Jorge

      1. Caro Jorge,

        Grande reposta. Só lamento que o destinatário da mesma não tenha neurónios suficientes que lhe permitam perceber a mesma.
        Por outro lado, como estou tão, mas tão fodido com a vergonha de jogadores que vestem a camisola do Porto, só tenho uma coisa a dizer ao invertebrado adepto do clube de carnide: “bai-te foder muoço!”

  7. Obrigado Jorge pelos teus textos!

    Não podia deixar de te dizer que admiro a forma como escreves, principalmente numa época como esta em que tudo nos correu mal.

    Estou a morder os lábios para não ser mal educado, palavra que estou!! Estou com o coração na boca para não dizer o que sinto. Esta exibição, mais uma aliás, é inqualificável. Não tenho palavras, juro, não tenho mesmo. Percebo perfeitamente que os vermelhos são melhores, mais frescos, este ano têm mais soluções, melhores soluções.

    Mas que Caralho aconteceu ao SER PORTO? Onde estamos?

    Não consigo perceber como é que passamos um jogo inteiro com mais um jogador em campo (em termos numéricos), a passo, sem um bocadinho de crença, de querer, arrastando-nos em campo como se tivéssemos sido atropelados por um buldoser. Que raio de equipa é esta? O que vai na cabeça desta gente que ganha milhões? Não querem jogar à bola? Ok, vão-se lá embora, deixem os miúdos da equipa B ocupar o vosso lugar, podem não ser tão bons mas correm! Lutam! Arreganham os dentes!

    Hoje, sinto-me envergonhado, humilhado por aqueles MOÇOS, sim, são moços (na minha terra são os cobardes que fogem às suas responsabilidades) que se passearam no galinheiro. Estes MOÇOS não sabem o que é vestir essa camisola, não conhecem a nossa história, não têm fibra para jogar aqui. Estão mesmo só de passagem, basta ver que um dos poucos que se rabunhou hoje foi e tem sido o Fernando (que já está de partida no final da época). Pelos vistos, e tenho pena de o dizer, é o que nos espera daqui para a frente, equipas constituídas por gajos que estão cá de passagem.

    As camisolas já não jogam, pelo menos a nossa, a azul e branca, e digo-o com profunda tristeza, hoje, desapareceu! Morreu…

  8. Eu percebo que queiram que o presidente pegue na vassoura e mande para fora o que está mal. O grande problema é que ele está tão comprometido como os outros. E se começam a falar…

  9. a epoca esta perdida, mas quem pede limpeza de balneario acho que esta errado, comparo esta epoca com a de 2004/05 e o que vejo de lição dessa epoca? tinhamos grandes jogadores, fabiano diego… como temos tambem esta epoca, ha que saber rentabiliza-los.
    este jogo senti que o treinador falhou sinceramente, nao sei porque do maicon nao jogar viu-se claramente que o reyes é bom mas nao esta preparado (obrigado fonseca) para lidar com a pressao, quando empatamos devia ter mantido a subsituição e ter entrado o quintero, não é por nada mas era um sinal para a equipa claro que nao iamos-nos por a defender.
    ultimo caso… quaresma o seu portismo é indiscutivel mas com um amarelo e a encostar cabeças é uma burrice, devia ser mais inteligente e perceber o que estavam a tentar fazer.
    para o ano por mim vendiamos o mangala (pelo €) e o varela (que ja esta a demasiado tempo ca e nao tem motivacao), se o fernando ficar não precisamos de mais ninguem para o meio campo.
    Fabiano/Helton, danilo/ricado?, alex sandro/?, maicon/reis/tiago ferreira/rolando? , fernando?/castro, herrera/defour, josue/quintero, quaresma/kelvin, jackson/guilas
    precisamos de um defesa esquerdo e um ala com qualidade.

  10. É um vitória merecida para a única equipa que fez por isso. O Benfica foi melhor em tudo, e é por isso que ganhou até com menos um jogador em campo.
    Eles têm uma equipa, nós não.

    Estou triste, não só pelos maus resultados e eliminações de todas as competições mas também pela falta de vontade, de garra, de energia. Pior que perder é a impotência da equipa para dar a volta.

    Mas também acredito que são as derrotas que nos fazem dar valor ao clube e ao trabalho desenvolvido. Por isso é que muitos já sentem saudades de Vítor Pereira.

    Quanto à Taça da Liga, quero lá saber. Que vá para o Rio Ave, que eles merecem.
    Acho que acabar a época apenas com uma Taça da Liga era humilhante. E a equipa não merece festejar. Não depois de uma Liga dos Campeões miserável, um campeonato miserável e uma exibição miserável em Sevilha e outra ontem no nosso salão de festas.

  11. Caro Jorge,
    Já visito o teu blog há muito tempo mas nunca comentei. Talvez por ser um talibenfiquista marado, não achei de muito bom tom vir para aqui meter-me em assuntos que não dizem respeito ao meu clube. Mas como hoje estou bem disposto, achei que era hora de comentar.

    Pá, ontem não há muito a dizer. Vocês foram uma cagada e nós fizemos um jogo que, infelizmente, não é muito habitual fazermos.
    Mas atenção, eu sou uma alma caridosa, qual Isabel Jonet! Ontem os dois palermas que convidei para minha casa para verem o jogo saíram daqui cabeçudos mas bem alimentadinhos com 2 pizzas familiares e 11 super bocks minis.

    Era só para te mandar um abraço de solidariedade, e se quiseres aparecer na próxima reunião dos “CusAbertoseCoraçõesDestroçadosporcausadocluberivalólicos Anónimos”, a gente recebe-te de braços abertos. Eu faço as apresentações e tudo.

    Gd abraço do Pedro Silva do Cabelo do Aimar
    Se aprecias vernáculo gratuito e demência atroz, aproveita para fazer lá umas visitinhas e visitar o nosso Facebook. Senão, podes ir só lá mandar-nos para o caralho, que a gente aprecia isso também.
    Ou não vás e vive feliz!

    1. mas quem é que não aprecia vernáculo gratuito, caralho?! puritanos, é o que eu digo! é muito raro comentar em blogs alheios, quase nem para ler um gajo tem tempo, tanta pornografia animal há para sacar que um gajo depois de ver dez touros a enfiá-la em onze virgens já perde a vontade para tudo. como ontem, em todos os aspectos.

      correu mal para nózes, bem para vózes. mas ainda há mais dois jogos parecidos e só espero que os meus não se acanhem desta vez. foda-se, ao menos uma ou outra alegria da bola até Portugal ser eliminado pelo Gana.

      abraço,
      Jorge

  12. A crítica à entrada do Josué, tendo em conta que foi o único jogador do Porto a conseguir, nalguns momentos, pegar no jogo e ser esclarecido, parece-me muito estranha.
    Herrera é um médio horrível. Já nem o chamo banal, porque banal é acertar um passe. Quem não os acerta é horrível mesmo.

    E Quintero, tendo muito potencial mesmo, a verdade é que não se viu em jogo uma única vez. Josué deu-se ao jogo, assumiu a batuta da equipa e conseguiu fazer o pouco de bom que o Porto fez depois do 2-1. Estou convencido que se entra mais cedo o Benfica não teria sequer marcado o 2-1. Falta gente que saiba ter a bola e Josué sabe.

    Depois, Quaresma… Enfim, nem vale a pena dizer nada sobre “isto”. E digo “isto” porque aquilo não é um jogador de futebol. É um arruaceiro, um maniento, um palhaço, que anda em campo preocupado com tudo menos com o importante. Mas para o ano vai ter a braçadeira. Foi a este ponto que chegamos.

  13. Vou fazer como os Gauleses em relação a Alésia….meia final da taça? não conheço! nunca vi! nunca existiu!

    Ainda bem que mantiveste o comentário do lampião, funciona como um reminder do porquê da necessidade imperiosa de sempre ganhar!

    Eu percebo que os benfiquistas estão num plano inferior de evolução, algures entre a Lucy e o Homem Erectus, o bipedismo está lá, os polegares oponíveis começam a surgir mas flatam alguns milénios até chegar ao portismo. Portanto é preciso ter paciência com estes seres

  14. Caro Jorge,

    Isto só lá vai com vassoura e acho que a “mulher da limpeza” que sempre resolveu os assuntos está sem força para pegar na vassoura.
    Ou pior ainda, não o quer fazer…

    Um abraço.

  15. Olá Jorge.
    Quer-me parecer que as francesinhas caseiras que fiz (ah, esse vício do demo que a Invicta me pegou…) caíram melhor em mim do que a ti. Acontece, jogamos mais e melhor, penso que merecemos a qualificação! Este jogos da taça começam a ficar históricos… Já levei nas costas do sporting, do porto, já malhamos nos verdes e nos azuis, sempre com muitos golos e tal ….é bola!
    Quer-me parecer que vosso defeso, com pre-eliminatorias, reformulação de plantel, ano de Mundial, vai ser complicado. Lamento no entanto a meia da taça da liga ser entre jogos com Juve, cá o JJ vai deixar cair isso…ou não!
    Abraço

    1. francamente, disseram-me depois do jogo que comi uma francesinha…mas nem me lembro. sei que só fiz o pedido no restaurante ao intervalo, quando todos já estavam a terminar os seus repastos…desde o Milan vs Porto que me acautelo com estas coisas das digestões difíceis :)

      foram melhores que nós, sem contestação. e é como dizes, é bola, pode ser que para o ano voltemos em grande…mas creio que vamos demorar algum tempo a reconstruir, quanto mais não seja a moral. pelo menos os adeptos que têm memória, porque não duvido que no Porto, tal como no Benfica, há muita malta que está em permanente estado de euforia na pré-época e pede a cabeça do treinador à terceira jornada. enfim.

      um abraço,
      Jorge

  16. Sou apaixonado pelo Porto, mas sei ver algo de futebol, e meus caros, não tivemos andamento para o slb. Impotência, falta de qualidade, motivação, inépcia, bando de arrumadores, chamem-lhes o que quiserem…são jogadores do Porto e devem fazer mais.
    Perder faz parte do jogo, mas depois de uma exibição como ontem, é fatal como o destino. Foi na primeira mão que fomos perdulários, e ontem sabiamos todos que eles vinham com a corda toda, e depois do 1-1, em superioridade numérica, entregamos o ouro ao bandido…
    Sim, o plantel deles é mais equilibrado, os nossos não são assim tão maus (tirando o Herrera, desisti dele e daquela figura frágil que deambula pelo campo), mas caraças, mesmo toscos, faltou mais, mais tudo
    Ainda hoje penso “como é possível caralho?”. Percebo e tolero os festejos e alegria da lampionagem, é quase histórico ( desde 93 que não nos ganhavam 2x num ano), mas não suporto a vangloriação, pavoneamento, e isso só me dá vontade de ganhar, ganhar e ganhar! Esse espirito era o que eu (e todos nós de azul e branco) quero ver, sempre!
    Prevejo uma Páscoa insuportável lá para as bandas do marques e arredores…
    Quanto a análises, caro Jorge, estou certo que daqui a umas semanas nos vais oferecer um belo dum report com a época esmiúcada, mastigada, e espero que digerida bem rápido
    PS-Quaresma.um gajo esforça-se para defender o minimo, mas depois o tipo passa ao lado do jogo e é só picardias, logo com o cantinflas pereira e o enzima perez, esses balentões che guevaras que andam sempre de pau em riste a cacetear tudo e todos. Nao há paciencia

  17. Ninguém ainda aqui falou do GRANDE ROUBO que ocorreu ontem:
    Roubaram 16 minutos ao jogo! Desapareceram. Nunca mais nunguém os viu.

  18. Um requiem pelo portismo no relvado.

    Fico doente, sempre que leio os nomes de possíveis treinadores do FCP, ultimamente ventilados na imprensa. Fernando Santos é a alimária futebolística que os meios gregos associam ao Porto, por estar em fim de contrato, e que já terá desenvolvido contactos e assim. Eu pedia então o regresso de Paulo Fonseca. Seria de facto uma revolução, esse assalto à hegemonia do futebol nacional, liderados pelo engenheiro mal barbado… Olhem que bonito! Diria mais: dada a situação actual do FCP, a contratação de Fernando Santos daria a toda esta merda um decalque ainda mais suspeito da história recente do Zebordem. Não gozem comigo!.

    Alguns portistas, afectados por grave demência, clamam por Domingos Paciência. O rapaz que saiu do Braga para andar de despedimento em despedimento, com momentos deploráveis no Depor e no Kaseyrispor, ou outra coisa que soa a peido em fabordão, lá da Anatólia, onde Makukula desfila a sua pífia imitação do remate-samurai. Quando se clama por um perdedor, um treinador que esteve quase toda a carreira pelas ruas da amargura, para que tome as rédeas de um clube com ambição e perfil do nosso Porto, é sinal de desarranjo mental, só pode…

    A situação é mais negra do que possa parecer, senão reparai:

    1) Há mundial e teremos que preparar uma pré-eliminatória da Champions, fundamental para os cofres do clube, já em Agosto. Com que jogadores? Em que condições?

    2) Não há duvida de que precisamos de um treinador de carácter forte e experiente entre egos futeboleiros. Mas quem, uma vez que um mister desses será caríssimo? Esqueçam o puto do Estoril, a não ser que o deixem fazer a equipa que ele quiser, de raiz. Isso será impossível, porque há gente na SAD que tem de ganhar o seu, impondo Danilos e afins, e o rapazola seria confrontado com a mesma situação que pôs o Fonseca na merda: não saber lidar com um balneário de jogadores com créditos internacionalmente firmados e assediados por clubes de topo, misturados com os Licás desta vida. Disso não se vê na Amoreira, nem Mata Real. Mas se o trouxessem e lhe dessem carta branca para construir e fazer crescer, a história seria outra…

    3) O que o FCP poderá fazer na próxima época não depende só das suas opções no defeso, mas também da capacidade financeira que o SLB tiver para manter/melhorar as hostes. Não brinquemos; se os bormelhos mantiverem a actual equipa, ou pelo menos a sua espinha dorsal (como diz o oleoso da Sic Notícias), vão ser “peaners” para eles, porque nós teremos uma razia no plantel. E o novo será de contenção. O SCP não conta, porque é 40% William de Carvalho, como se viu no jogo da Luz, em que o SCP jogou sem ele e chegou para aí uma vez à baliza adversária. O tipo vai sair e o SCP volta ao cócó.

  19. Épá!! Tanto amor e carinho entre benfiquistas e portistas até dá a volta ao estômago. Jorge e Pedro, arranjem lá um quarto e resolvam o assunto! Depois do jogo de quarta já todos sabemos quem vai fazer o papel da menina.

    Abraço! (David, Cabelo do Aimar)

  20. A culpa devtermos contratado Reys e mandado embora Rolando vai morrer solteira? A culpa de termos contratado Licá e mandado embora Iturbe vai morrer solteira? A culpa de não ter renovado a tempo com Fernando vai morrer solteira? A culpa de ter contratado Herrera por 10M€ vai morrer solteira? A culpa do modo como foi tratado o caso Ismailov vai morrer solteira? Nao pode morrer…. Tem um nome…Antero Henrriques Tem um responsável… Antero Henrriques O mesmo que só dá a cara nas vitórias e empurra o Presidente para dar a cara nas derrotas!

Deixar uma resposta