Baías e Baronis – Sevilha 4 vs 1 FC Porto

foto retirada do MaisFutebol

Pum. Pum. Pum. Pum. Quando me levantei, logo a seguir ao apito final, havia algo que me incomodava, causando desconforto quase físico. Fechando os olhos, imaginei que quatro bacamartes sevilhanos se encontravam a expandir o meu esfíncter até ao ponto de ruptura, sem que me tivesse apercebido de como raio lá tinham chegado. E regressei a um tempo não muito distante, aqui há uns simples meses atrás, em que via o FC Porto a defender como se estivesse no recreio da escola, a correr atrás da bola sem um semblante mínimo de organização, temendo o pior e vendo-o a acontecer à sua frente, não conseguindo fazer nada para o evitar. Hoje, em Sevilha, fomos exactamente o que temos vindo a ser durante quase toda a época. Ineficazes no ataque, amadores na defesa. E caímos com estrondo e com a equipa caiu também o poucochinho resto da moral de uma temporada. A notas:

(+) Quaresma. Perdeu muitas bolas, falhou muitos cruzamentos e não conseguiu ser decisivo. Conseguiu fazer com que o atrasado do Coke fosse expulso e marcou um golo estupendo que já não serviu para absolutamente nada a não ser para entrar na compilação de golos do ano da segunda prova de clubes a nível europeu. Mas foi dos poucos que tentou, ao seu estilo, sempre a olhar para o que *ele* podia fazer, com pouco jogo de equipa e sem a velocidade de outros tempos mas sempre a tentar fazer pela vida com vontade de vencer. Não foi genial, longe disso, mas foi lutador.

(-) Os laterais. Já disse várias vezes que “este foi o pior jogo de Danilo/Alex Sandro”. Hoje é só mais um jogo que trouxe mais um saco cheio a somar à quantidade de imbecilidades que estes dois rapazes têm vindo a fazer este ano. E se Danilo tem estado menos mal durante a época (mal, mas não tão mal como no ano passado), Alex Sandro é o poster-child da idiotice competitiva, perdendo bolas absurdas em zonas proibidíssimas, causando problemas irresolúveis aos colegas, dificultando (sim, DIFICULTANDO) o trabalho do guarda-redes e fazendo uma exibição, mais uma vez, a roçar o absurdo. Danilo, com o permanente pessimismo que o afecta desde que cá chegou, nunca pareceu concentrado no jogo e abriu o jogo com um penalty depois de um carrinho exagerado em plena pequena área. São jogadores de top, dizem-me. Não se têm mostrado como tal.

(-) A fraquíssima mentalidade competitiva. Sevilha, essa cidade de tantas alegrias no passado, escorregou hoje do panteão para um terreno lamacento onde o nosso espírito hoje permanece, afundado depois de uma exibição que teve tanto de fraca como de, lamento dizê-lo, esperada. Dizer que a equipa que venceu o Nápoles é quase a mesma que hoje se apresentou na Andaluzia é uma idiotice como tantas outras, pelo simples facto destes rapazes não conseguirem manter um jogo coerente. Tremem, os pobres, com os infortúnios. Acham que conseguem fazer exibições sofríveis e continuar a brilhar no meio dos outros que outrora envergaram a mesma camisola e mostraram ao Mundo o que é que um clube de uma pequena região de um pequeno país consegue fazer se tiver mentalidade para isso. E hoje, ao ver a lentidão de Herrera na execução, a ausência quase total de Varela e Carlos Eduardo, a incapacidade de Defour em lidar com um meio-campo que nem estava assim tão densamente povoado (já não parecia tão mal ter jogado o Mikel, pois não?), o desânimo de Danilo ou a atitude estúpida e arrogante de Alex Sandro, ou até o desnorte de Mangala e de Reyes, o pouco sentido prático de Kelvin (não terás culpa de jogar tão pouco, mas por favor pára de fintar a bola. essa merda só enerva, acredita) ou o invulgar apagão de Ghilas, tive a perfeita sensação que a época acabou. Temo os jogos contra o Benfica porque a honra está aí para ser defendida mas não vejo nesta malta a força moral para o conseguir. Falha-se demais e lamenta-se demais. Corre-se menos que os outros, sempre menos que os outros, perdem-se lances de ataque consecutivos e baixam-se os braços. Alinhamos com meios-campos eternamente renovados e esperamos frutos de árvores que nem sequer raízes criaram. Este grupo, este penoso e infeliz grupo de jogadores que este ano apoiámos, incentivámos e tentámos elevar a mentalidade para que fossem de novo uma equipa de vencedores, nunca o será. E não o é por culpa própria, porque perdeu jogos demais contra equipas que estão abaixo deles, sem que os preocupasse em demasia. Acabam o jogo e perdemos, ó que raio de coisa, perdemos outro jogo. Os adeptos, da parte de fora, não compreendem. Eu não compreendo. Ninguém compreende.


E agora, meus amigos? Empacotamos o resto da temporada ou vamos tentar limpar a honra nas Taças que sobram? Se tirarmos o jogo de hoje como uma amostra do que se pode fazer, é certinho que o único highlight que vamos ter até ao Verão vai ser mesmo o campeonato do Mundo…

16 comentários

  1. Mikel? Quem é esse? Se nem um PL suplente é opção para o banco, como pode ir o Mikel directo à titularidade?

    Defour nunca convenceu.

    É triste o jogo, mas é ainda mais triste ver esta gestão danosa, especialmente, quando o mestre 611 é a nova cara do FC Porto.

  2. como é possivel uma equipa de topo ter um ponta de lança que joga 95% da epoca e outro que joga 5% e nos quartos de final de uma prova a eliminar o de 95 esta castigado.

  3. Desde que Quresma chegou, apesar de individualmente ser o jogador mais desequilibrante do nosso plantel, o que é certo é que temos mais de 50% de derrotas com ele.

    Faço só uma pergunta:

    Quando ele tem a bola na linha, o que é que Jackson ou Guilhas pensam o que ele vai fazer?
    Primeiro poste? Segundo? Finta para trás? Para a frente?

    Pois…

  4. Acabo de entrar a trabalhar e vejo os 4-0 redondos no ecra. Meio minuto depois o Quaresma faz o golo, nao celebra e coloca a bola no centro do terreno. Se neste momento nao é dos que mais quer que o Porto ganhe entao nao sei quem seja.

    Como de costume nao vi o jogo, desta vez nem tive direito a relato da TSF mas acaba por ser um resultado que surpreende mais pelo peso da derrota do que propriamente pela derrota. Acaba por ser mais um trambolhao numa época já bastante marcada e ferida. Se salvamos a época com as Tacas? De jeito nenhum, agora quem sabe salvamos a cara porque perder duas tacas para o Benfica será o pior da temporada e talvez até mesmo da década.

    Felizmente parece já haver vontade de comecar a planear a próxima temporada. Acabo de ler que o Ricardo Horta estará prestes a assinar. Independentemente do valor do jogar preferia que a SAD escolhesse primeiro o treinador e depois se pusesse com estas aventuras.

    A ver se aprendemos alguma coisa com este desastre de época. Nada do que aconteceu este ano deveria voltar a acontecer.

    1. It ain’t over, until it’s over! Para ires as eliminatórias ainda precisamos de dar o litro e apoiar a equipa!
      N deixes para os outros aquilo q tb podes fazer

  5. Triste. Envergonhado. Resignado.
    Surpreendido? Nem por isso…que tareia
    Aquele penalty caído do céu, e aqueles erros do costume, bem, pouca coisa havia a fazer.
    Performance d-e-s-a-s-t-r-o-s-a. Sim, não há defesa possível para os jogadores. Que raio! O jogo mais importante da época e jogamos a passo? Nem vale a pena individualizar, porque foram todos maus…
    E quando ainda havia esperança (somos mesmo crentes, carago) de marcar um golito a abrir a segunda parte, nada, zero, nicles…
    Mais valia ter levado um Gonçalo Paciência ou colocar logo um Maicon na área, porque trocar a bola na largura do campo, isso é easy, e até isso fazemos mal
    Porra pá, ainda pensei que a LE fosse uma competição que nos levasse longe, mas olhando para trás estivemos sempre no fio da navalha, e ontem caímos mesmo e com estrondo.
    Os próximos dois jogos, não se augura nada de bom…pelo menos não ser enxovalhado…
    Dava para fazer um blog só com os erros desta temporada, no campo e fora dele (ênfase no FORA, que se passa senhores?)
    Não estamos habituados. Não há paciência. O Porto não é isto

  6. Se me dissessem que o FCP estaria a perder 3-0 ao intervalo fazia uma aposta com todo o meu dinheiro…

    O alex sandro enerva-me com a merda das fintas dele na defesa. O Danilo esteve num dia pessimo. O carlos eduardo e o varela não jogaram. O Ghilas não teve uma unica hipotese para rematar.

    Que jogo nojento. Foi isto. Já agora, acham que se o Nandinho tivesse jogado seria diferente ?

  7. Só temos o que merecemos! É vergonhoso ter jogadores como Herrera, Deffour, C.Eduardo, Varela a serem titulares numa equipa como o Porto, VERGONHOSO!
    Não entendo como com tantos milhões recebidos á anos e anos em vendas se chegou a este ponto, um plantel medíocre, sem qualidade, sem alternativas aos 2 ou 3 bons jogadores que ainda restam(como se viu ainda ontem) e que vão sair no final da época!

    É uma temporada demasiado má para ser verdade e se os nomes que por aí andam para a próxima época forem verdade (ghazzal, Evandro, horta) meus amigos vamos passar mal, muito mal os próximos tempos!

  8. Bom dia Jorge,

    Não sei sinceramente se hei-de estar de luto pelo jogo se pela época toda. Ontem após o jogo o meu pai vira-se e diz “quer dizer que o problema não era só do Fonseca”. Eu nunca achei que o problema fosse só do Fonseca, mas as últimas exibições tinham-me levado a pensar que as coisas iam estar bem melhor…
    Este Porto…. Bah… isto não parece o nosso Porto…

  9. Bom dia a todos.

    Acabou o sonho e acordamos para a realidade! Foi muito mau o jogo de ontem… mais um esta época.

    Que me desculpem melhores opiniões, mas o LC teve também culpa. É verdade que é um treinador corajoso, ou melhor, é um treinador que não tem medo de arriscar… mas ontem já estava 3-0??!!
    A equipa já estava a preparar o jogo de ontem desde que começou a 2ªparte do jogo com a Académica, disse o LC que a cabeça já estava em Sevilha,… e só consegue entrar em campo aos 30 minutos, ou melhor aos 3-0??!!
    Logicamente que o plantel para além de fraco é curto,… ainda bem que veio o Quaresma em janeiro,… mas ´o plantel mais caro de sempre do FCP??!!
    Culpa da SAD e da Direcção! Mandam embora, como já foi dito, os bons jogadores e ficam com os…, “as promessas”, aqueles que são seus para ganharem dinheiro!! O nosso presidente infelizmente deixou e agora eles estão a minar tudo… é um jogo de interesses e uma máquina que está a ganhar proporções enormes e que, a continuar, pode destruir o nosso clube.
    Temos que travar isto.
    Presidente pegue por favor na vassoura!!

    Saudações Portistas

  10. Bem, aqui está bem à vista o “2005 Revisited” que tem sido esta época.

    Não posso, se quiser ser intelectualmente honesto, atribuir responsabilidades pelo que se passou ontem ao Luís Castro, que pode não ser o novo Mourinho mas é uma pessoa que já demonstrou saber mais a dormir que o Fonseca depois de emborcar uma grade de Red Bull.

    Infelizmente acho que isto vai deixar marcas ainda mais graves porque será muito difícil ceder à tentação de não voltar a trocar de treinador no fim da época.

    Se a SAD optar por trocar de treinador então que opte por uma mudança completa da equipa e dispense 10-12 personagens que parecem andar ali a mais.

    Aliás, a própria SAD tem que rever o modelo de negócio pois já ninguém vai dar 50 milhões pelo Mangala e Fernando juntos. Quando é que se viu um jogador com 2 anos e meio de casa ser capitão? Alguém que por muito bom atleta que seja e por mais identificado que se sinta com o clube não deixa de ser titular porque tem de ser transferido no final da época?

    Tudo bem que queiramos fazer grandes mais valias com transferências, mas para isso é preciso que a equipa tenha consistência, e sem uma espinha dorsal que tenha 4-5 anos de casa como é que querem (1) valorizar os jovens quando as responsabilidades de salvar a época lhes sirvam como umas chuteiras a arder, e (2) realizar mais valias se a cada resultado negativo se seguem piores resultados negativos e uma depreciação constante e bem vísivel do valor dos rapazes?

    É agora tempo de arrepiar caminho e pegar nos miúdos que temos e formar-lhes o carácter vencedor com ajuda de jogadores e técnicos de qualidade e competência reconhecidas.

    Precisamos de campeões naquele balneário. A historia do professor e dos alunos não vai colar mais a partir daqui. Temos que ser profissionais, temos que ser “O” Porto.

    1. Só queria acrescentar o seguinte:

      Como imaginamos nós o FC Porto de 2014-15 que:

      1) Terá de começar a época bastante mais cedo que o habitual, provavelmente sem uma grande quantidade de titulares porque estiveram no Mundial?

      2) Muito provavelmente vai ter de vender Fernando, Jackson e Mangala?

      3) Vai contratar mais uma resma de carinhas larocas para valorizar?

      4) Vai (possívelmente) mudar de treinador?

      5) Vai ter muito mais Benfica e Sporting para ultrapassar do que imaginava até aqui?

      6) Vai ter uma época bastante desgastante com mais jogos na Champions/L.Europa?

      7) Não vai ter o mesmo orçamento esbanjador de anos anteriores?

      Isto, meus amigos, chama-se contra-ciclo. Já lá andamos há 3 anos mas só agora é que estamos a acordar para a realidade, graças ao trabalho e sorte incríveis de Vitor Pereira.

  11. é preciso ser Porto, se estes laterais brasileiros, por muito bom que sejam, nao conseguem ser Porto é correr com eles, nao ha duvida que o problema deles é psicologico, sao dois grandes jogadores… mas o problema nao e so deles é de quem deu 20 milhoes por cada um e nao contratou um medio defensivo para substituir o fernando, o defour nao faz aquela posiçao em condiçoes, não é a dele, nao tem culpa, o rapaz ate se esforça.
    Final do ano precisamos de um treinador que imponha respeito aos jogadores, podemos vender Varela e Magala para equilibrar as contas…
    Temos de nos ver livres rapidamente dos Carlos Eduardo, Lica, Abdoulaye… Isto não sao jogadores para Jogarem no Porto.
    Fabiano, Danilo Alex Sandro Maicon Reyes Defour Herrera Quintero Quaresma Jackson/Ghilas… Falta o Fernando.. mas pessoalmente nao acredito que fique. Precisamos urgentemente de Boas apostas nas contratações…

  12. Noite desastrosa em Sevilha como já tivemos em outras épocas e com equipas bem piores!
    A diferença para a noite de ontem é que nessas outras noites olhávamos para a equipa e víamos grandes jogadores em potenciação e jurávamos que foi apenas um dia mau, quase que desculpávamos os jogadores nesse argumento, ou seja havia esperança!
    Neste momento o melhor que temos no plantel é um jogador de 30 anos e um trinco que no final da época vai sair com toda a certeza e isso deprime qualquer um que seja adepto do nosso clube!
    No entanto acredito que ontem foi apenas o culminar das borradas Fonsequianas, nas quais luis castro e os jogadores nada têm a haver mas acabam a levar por tabela.
    As lições já se aprenderam ha muito mas mesmo de lição sabida também se erra ou por distração ou por simples excesso de confiança e é ai que o FCPorto surge sempre muito forte porque sabe o que tem a fazer para dar a volta e corrigir o que esta mal!
    È triste e penoso um clube como o nosso estar nesta fase a lutar pela taça da liga e taça de Portugal e ter perdido ontem o que restava de bom para vencer esta época mas quase todos tínhamos a consciência do que a equipa podia dar e que um jogo como o de ontem era bem possível acontecer!
    Olhando pelo lado positivo, esta má época ate poderá ser boa para o clube se revitalizar e repensar estrategias!

Deixar uma resposta