Baías e Baronis – FC Porto 2 vs 0 Aves

foto retirada do twitter oficial do FC Porto

O extraterrestre esvoaçou por cima da alameda e aterrou mesmo ao lado do cogumelo. Ninguém tinha reparado na presença de um tenente-coronel do exército galáctico que defende o planeta Zblurg IV, porque a capacidade mimética do estranho indivíduo fazia-o passar despercebido por entre a multidão e entrar para o Dragão sem pagar. Sim, até em Zblurg IV há caloteiros, é lidar. O jovem sentou-se ao meu lado e procedeu a tentar perceber este fenómeno que atravessava fronteiras universais e era seguido de Marte a Gabranka, que é mesmo ao lado de Gabrunka sem que os seus habitantes se conhecessem. Gente estranha, estes galácticos. Ligado a mim por uma conexão telepática bem acima da rede da NOS no Dragão, ficam aqui as notas tiradas por ele durante o jogo e que farão parte da coluna desportiva do Zblurg Times de amanhã, se não houver trânsito na VCI, claro:

(+) 21. O extraterrestre ficou fascinado com este rapaz. Perguntava-me incessantemente se o podia levar na mala para o planeta dele, que ia fazer-lhe uma estátua toda em favas e grãos-de-bico (é um planeta que depende imenso de leguminosas, que querem que diga?) que ia ficar um mimo lá no pedestal e que ele ia ser o rapaz que ia ensinar os colegas zblurguianos a correr em condições e era este o salvador da sua pátria-mãe e o homem que ia liderar a revolução. Disse-lhe que era só defesa direito e nem era convocado para a Selecção, tinha lá tempo para ir a Zblurg durante a semana. Ele suspirou, percebeu e ficou a salivar por mais.

(+) 5. “Aquele é um dos humanos bons, não é?”. É, disse-lhe, porque apesar de falhar muito também tem a sua valia e é dos poucos que se chateia mesmo com isto. “Mas o outro é que é o melhor, pelo que fui vendo naquilo que vocês chamam redes sociais. Até dizem que este é um chato e vai jogar para os outros que jogam com roupa vermelha.” Calúnias, disse-lhe. Ou melhor, por agora são calúnias, para o ano veremos. Mas é um rapaz jeitoso e vai continuar a ser jeitoso mais uns meses, se depois for embora vou andar a chorar pelos cantos. “Ah. O futebol é estúpido ou são só as pessoas que gostam dele que são estúpidas?”. Tu é que és estúpido. “Não, tu é que és.”.

(-) 7. O extraterrestre não percebeu se estava a ver um esmúrguio ou um ztâmico. Não era um homem igual aos outros e como tal pareceu-lhe que seria algum ente de um planeta distante que estava disfarçado de humano para ficar fofinho como nós e com menos gosma a sair das sete orelhas. Sim, mesmo a das costas. Mas a verdade é que depois de lhe explicar quem era, percebeu rapidamente que não se tratava de um jogador na definição enciclopédica tradicional mas sim de um rapaz que apareceu por ali há uns anos e que ainda não conseguimos despachar. “Queres que dispare o meu raio de aniquilação imediata?”, perguntou-me. Ainda não, espera pela próxima semana, rapaz. Depois falamos.

(-) As pernas de quase todos. “Pensava que o ser humano era mais resistente. Vão ver-se à rasca quando os Gabr…nada, esquece”. Nem todos são assim, disse-lhe. Expliquei-lhe que o 29 e o 13 tinham acabado de voltar de lesões, o 9 estava a jogar a meio-gás há uns meses e o 16 e o 27 têm de fazer trabalho que um outro rapaz, o 22, fazia sozinho e não se queixava. “Mas é complicado correr? Vocês têm duas pernas, nós não temos nenhuma!”. Não é complicado, expliquei-lhe, mas cansa. E o rapaz lá ao fundo de fato escuro obriga-os a correr muito sem parar. “Ah, é o chefe? E o chefe não pode trocar uns por outros para descansar os que estão sem forças?”. Pode, mas não há alternativas tão boas no banco. “Ah, não há dinheiro?”. Também, meu estranho alienígena, também…

(-) Eles brincam! “Há coisas estranhas neste vosso jogo. O 16 perde a bola e reclama com os outros por não terem percebido uma coisa que mais ninguem percebeu. O 8 finta todos e depois esquece-se de passar a bola. E não percebo aquele 10. Fez algumas coisas maravilhosas e outras que parecia que estava a brincar, é por isso que chamam a isto um jogo?”. Tentei explicar-lhe que…quer dizer, que…ora, pensando bem. Calei-me. Não consegui dizer mais nada.


Acho que no Domingo há jogo, ou talvez não. Pode ser que haja extraterrestres também, a ver vamos.

7 comentários

  1. O Jorge
    Felicitações para o que escreveu porque nao percebi donde veio,a exceção dos numeros.
    So estou com receio da rotação usada neste jogo, geralmente da bosta quando nao se prepara intensidade.
    E felicitações por um castigo maximo bem convertido.

  2. Aqui se consegue perceber que o dealer do Fernando tem material do bom, já o do BdC… Deixa a tripar e cheio de dores nas costas 😏

    Mais um jogo decisivo na Luz? Ou mto me engano ou o resultado vai ser mais ou menos o mesmo no final, infelizmente.

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.