Baías e Baronis – Época 2008/09 – Cristián Rodríguez


CRISTIÁN RODRÍGUEZ

Admito que sou fã. Ou melhor, era fã do gajo quando estava no Benf…Benf…ugh, Benfica, e quando o comprámos fiquei muito satisfeito. Mas quando o comecei a ver a jogar no Porto, vi um tipo nervoso, gordo e pouco produtivo. Esperei, como faço sempre, e a espera compensou. Cortou o cabelo e voltou a ser um desiquilibrador, apesar de jogar demasiadamente colado à linha segundo indicações de Jesualdo. A entrada de Hulk na equipa acabou por beneficiá-lo, pois passou a jogar mais solto e mais perto de zonas centrais, onde se sente melhor. Gosto de ver a garra do rapaz, e apesar de não ser um mestre no 1-para-1, como já ouvi alguns comentadores a afirmar (discordo em pleno), é na velocidade e no arranque que ganha metros atrás de metros aos adversários. Faz-me lembrar um pouco o Artur nesse aspecto, vamos ver se dura mais uns anitos…
VEREDICTO: BAÍA

Baías e Baronis – Época 2008/09 – Lisandro López


LISANDRO LÓPEZ

É um dos nossos meninos. O verdadeiro jogador “à Porto”, luta como um louco e cansa o povo da bancada. O Derlei argentino (o dos bons tempos, não o sarrafeiro que agora joga de verde e branco) deu-nos grandes alegrias com o empenho, luta e esforço que sempre mostra. Esta época foi abaixo do que era esperado, apenas por culpa dele, já que em 2007/08 cada vez que rematava à baliza, o raio da bola entrava sempre. Marcou menos mas marcou bem, especialmente na Champions’, com dois golos vitais em Madrid contra o Atlético, que me pôs a saltar feito louco enquanto comia uma francesinha na Cufra. Tal como Lucho, tem vindo a ser propalada a sua saída e, novamente à imagem de Lucho, aceito perfeitamente que o rapaz queira mudar um bocado e conhecer outro campeonato. Obrigado, Licha!
VEREDICTO: BAÍA

Baías e Baronis – Época 2008/09 – Lucho González


LUCHO GONZÁLEZ

Depois da saída de Deco e de uma maré de infortúnios no primeiro ano pós-Mágico, eis senão quando aparece Luís González, conhecido como Lucho, no verão de 2005. Conhecia-o de o ver em 2004 na Copa América e nos Jogos Olímpicos e já na altura tinha ficado muito impressionado, por isso quando vi que o tínhamos adquirido fiquei em êxtase. É na minha opinião um dos melhores jogadores de sempre do FCP, com uma capacidade de orientação de jogo muito acima da média, genial no passe e perfeito na organização do meio-campo. Não teve das melhores épocas no clube em 2008/09, mas ainda assim acaba como um dos melhores marcadores. Se sair, como tem sido falado, sai numa altura em que com 28 anos já deu muito ao clube e pode estar a procurar outras paragens para mudar de ares. Não o censuro, apenas agradeço.
VEREDICTO: BAÍA

Jonas Gutierrez é alvo

Saiu hoje no Evening Chronicle, jornal do norte de Inglaterra, que o Porto está interessado em Jonas Gutierrez, extremo do Newcastle, clube que desceu para a Championship (2ª divisão dos bifes) e que estaria a alinhavar um negócio de empréstimo por uma época com opção de compra no final da mesma. Com o Newcastle à venda e depois de descer de divisão, a somar ao facto do Mundial ser para o próximo ano, estaria decerto nas cogitações (eina palavra cara) do jogador saltar para um clube que lhe dê exposição, especialmente um que jogue na Liga dos Campeões como nós.
Sendo fã do Newcastle há uns anos (um dia conto a história) e pelo que conheço do jogador, é um Mariano González com anfetaminas e um cabelo absurdamente grande. Numa das piores épocas dos magpies nos últimos anos, foi dos poucos que quase sempre tentou remar contra a proverbial maré. Um verdadeiro jogador à Porto, com mais empenho que talento, rápido e com pouca capacidade para cruzar uma bolinha que seja, preferindo diagonais para o centro do terreno. É um jogador que se adequava perfeitamente ao 4-3-3 do Jesualdo, por isso dou algum crédito à notícia. (ver aqui). Ah, ainda por cima é argentino, por isso aumenta a credibilidade!

Ainda assim, por ter saído num jornal inglês, a probabilidade de ser verdade baixa consideravelmente…

Equipamento alternativo 2009/10?

Saiu no Football Shirts (ver aqui) aquela que pode ser uma versão do equipamento alternativo do FC Porto para a próxima época. Não querendo acreditar que aquela gola vai ter vermelho, está simples, ao estilo do alternativo do Man Utd do ano transacto. Gostei muito do branco usado na camisola aqui há dois anos, pode ser que venha a gostar de novo…

Eis a dita:
Comentários?