Leitura para um sábado tranquilo

No fim-de-semana que agora se apresenta há imensas actividades que podem fazer e aposto que poucas incluem ler textos em blogs mais ou menos obscuros. Ainda assim, insisto:

  • Simples, simples. Xavi e a importância do número 10, do pensador do jogo, no FutebolPortugal;
  • A frustração da compra de Carroll pelo Liverpool no genialmente titulado: “Why Andy Carroll is the new Emile Heskey and why I hate them both“. You got it, é do Surreal Football.
  • O olhar de Armando Pinto sobre o passado museológico do FC Porto na biblioteca online que é o Lôngara;
  • Jonathan Wilson revê a carreira vitoriosa do Uruguai na Copa América;
  • Os donos do jogo: Figger, Mendes et al, no Placar (obrigado pelo heads-up, reinemargot!);
  • Uma análise parecida com a minha (ver Pipos e Yeros) sobre a política de formação do Arsenal, no Arseblog;
  • Para quem nunca viu ou já não se lembra, uma compilação de Teófilo “El Nene” Cubillas, cortesia do Left Back in the Changing Room;
  • Uma entrevista do nosso jovem talento colombiano: James Rodríguez no ElEspectador;
  • O melhor onze da Copa América sob a análise táctica do Zonal Marking;
  • Extra-futebol…nada mais há a dizer: The Oatmeal.

Leitura para um fim-de-semana soalheiro

No fim-de-semana que agora se apresenta há imensas actividades que podem fazer e aposto que poucas incluem ler textos em blogs mais ou menos obscuros. Ainda assim, insisto:

  • O quasi-sempre genial Surreal Football tenta colocar um tom romântico na época 2011/2012 do FC Porto;
  • Com a Copa América a começar, o Who Ate All The Pies? apresenta uma lista de nomes a ter em conta quando estiverem a ver a SportTV às 2 da manhã. Não vou ser só eu, garanto!;
  • Observações tácticas sobre a época que findou, como perspectiva para a que está a começar, no Football Further;
  • Para levantar a malta do chão depois da surpresa que foi ver o River Plate a descer de divisão, o olhar fresco e renovado do Hasta El Gol Siempre perante a tarefa difícil que se avizinha;
  • A sátira bem aplicada do Arseblog sobre as ridículas especulações no mercado de transferências de Verão;
  • E termino com mais uma análise da forma como os adeptos olham para as novas contratações. Palavra ao Cacifo do Paulinho, sobre Onyewu.