Porta19 entrevista Pedro Magalhães (gilistaferrenho.blogspot.com)

É sempre uma boa forma de conhecer os nossos rivais e em particular os que não têm o imenso holofote da imprensa virado para eles. Com a visita do FC Porto a Barcelos decidi entrar em contacto com Pedro Magalhães, um bi-blogger autor do Bola no Pé e do Gilista Ferrenho, adepto do Gil Vicente e nosso anfitrião para o jogo de amanhã à noite:

 

Porta19: Como está a ser o regresso à primeira liga? Tem valido a pena?

Pedro Magalhães: Após uma descida de divisão injusta na secretaria, o regresso à elite do futebol português é motivo de muito orgulho para todos os barcelenses. Custou bastante, o clube esteve perto de acabar, mas com muito esforço conseguimos voltar. A cidade está a apoiar a equipa como nunca e contamos sempre com bastante gente no estádio. Por isso, sim, está com certeza a valer a pena.

 

Porta19: Quem são os jogadores mais em destaque até agora?

Pedro Magalhães: Destacaria o guarda-redes Adriano Facchini, um verdadeiro achado no União da Madeira. Sempre muito seguro e com reflexos impressionantes. Há rumores de que o Braga está interessado nele. Ressalvaria também o nosso defesa central Cláudio, que ao vê-lo jogar nem se repara que tem 34 anos. Há por último o médio Richard e o extremo Luís Carlos, outros jogadores interessantes de se seguir.

 

Porta19: Paulo Alves é um treinador da casa, com histórico no clube e boa relação com os adeptos. É para continuar?

Pedro Magalhães: Desconheço se há consenso entre os adeptos mas, quanto a mim, Paulo Alves é para continuar. Sem grandes valores individuais conseguiu formar uma boa equipa. A excelente exibição no passado domingo, ante o Benfica, prova isso mesmo.

 

Porta19: Hugo Vieira: valor seguro ou irreverência sem produtividade?

Pedro Magalhães: Vieira é um verdadeiro ‘case study’. Tem características únicas, é rápido, tem relativa técnica e finaliza bem. Não é, ainda assim, na minha opinião, metade do que aquilo que as pessoas pensam. Colectivamente é muito limitado, não levanta a cabeça e desliga-se do jogo várias vezes. Quando não assiste ou marca, a sua produtividade reduz-se a nada. As suas declarações afirmando que é o ídolo e melhor jogador da equipa para os adeptos revelam também que a humildade não o acompanha. Sucintamente, não, Vieira não é um valor seguro mas no futebol nunca se sabe. Se rumar ao Panathinaikos, uma das equipas, ao que consta, interessadas nele, com certeza que Jesualdo Ferreira, como provou com Cissokho ou Fernando, o tornará num melhor jogador.

 

Porta19: A Taça da Liga ainda está em aberto. Depois da eliminação na Taça de Portugal, vai haver uma aposta clara para tentar chegar a uma final?

Pedro Magalhães: Creio que a Taça da Liga é uma excelente competição para os clubes pequenos granjearem algumas receitas, além do prestígio. Por isso, o Gil está na luta, mas todos sabemos que não será fácil. Julgo que dependerá muito desta fase de grupos, onde estamos com o Sporting, porventura o ‘grande’ que mais investirá nesta competição…

 

Porta19: O Gil Vicente tem uma relação histórica com o FC Porto, com vários jogadores a serem trocados no passado. Seria de esperar que essa relação continuasse? Os jogadores do Gil não interessam ao FC Porto e vice-versa?

Pedro Magalhães: As relações do Gil com o FC Porto mantêm-se. Ainda esta temporada temos um jogador emprestado (o médio Pedro Moreira), e outro que veio a título definitivo (o avançado Yero). O problema, quanto a mim, é que é muito raro algum deles provar qualidade e mostrar-se como uma mais-valia no Gil. Mas há que referir que o FC Porto sempre foi muito correcto connosco e não tenho dúvidas de que se surgir alguma proposta sobre algum jogador gilista e o Porto estiver interessado nele, a proposta azul-e-branca prevalece.

 

Porta19: Tu és um exemplo de bi-bloggerismo, com o Gilista Ferrenho e o Bola no Pé. Há tempo para tudo?

Pedro Magalhães: Há tempo para tudo porque eu não sou um blogger exemplar…. Limito-me a escrever textos esporadicamente, embora queira fazer do jornalismo desportivo o meu futuro. Aproveito desde já para convidar os estimados leitores a comprovar que estou errado em relação ao meu futuro ao visitarem o Bola no Pé e o Gilista Ferrenho!

 

A cooperação nesta grande comunidade blogosférica (eina) é salutar e se há muito anormal a escrever gigantescas parvoíces, às vezes dá gosto parar para conversar sobre futebol sem as clivagens que se criam naturalmente entre adeptos de clubes adversários. Menos durante o jogo, senão dá molho…mas fora dele, tudo bem disposto, tragam as febras e o vinho tinto e siga o paleio!

1 comentário

Deixar uma resposta