Hulk visto lá fora

“I’m not particularly glad that Manchester City won this one, but I’m deliriously cock-a-hoop that Porto lost – and for one, sole reason: Hulk. Jesus wept, what an overrated pile of festering guano that man is. Shite touch after shite touch followed by pleading tumble after pleading tumble. Waiting to feel a touch, any touch from his marker, that being his cue to plough himself into the Dragão turf.

He possesses the bodily bulk of a brawny bison, yet he reacts to contact by bouncing around and wincing through tear-beaded eyes like he’s fabricated from balsa wood and blu-tack.

The guy has nothing. Nothing. A few utterly superfluous and largely ineffective flicks and a shot that is less ‘Howitzer’ and more ‘Surface to Air missile’. €100 million release clause? All I can say is, his agent must be bloody good. F**k him. F**k you Hulk, you whining, diving, useless cheating bag of day-old cat vomit. The most overrated player in world football, and I will hear nothing to the contrary.”

in Who Ate All the Pies?

A cotação de Hulk para o mercado inglês é alta e o nome ainda faz sentido equacionar como potencial reforço de qualquer um dos grandes clubes. Não por cem milhões de euros, muito longe disso, mas o alvo é apetecível especialmente a partir do momento em que as convocatórias para a selecção brasileira são mais constantes.

Mas o comum adepto inglês é isto que vê no nosso homem. Um jogador que não usa o corpo como deve, que cai mais vezes do que deve e que reclama como um bébé chorão, não trazendo consistência para o jogo de uma equipa, tornando-se num devaneio de quem tem dinheiro a mais para gastar num bibelot.

Uma coisa é certa: Hulk é bom, um excelente jogador e um homem que quando está em forma e com sentido prático apurado se transforma no tal “Incrível” que resolve jogos. Mas quando está num dia mau…só serve para enervar as bancadas.

11 comentários

  1. Este tipo se fosse treinado pelo decadente treinador do Manchester United, virava o melhor jogador do mundo. Aqui, não vai passar de um bebé intermitente e chorão.
    Um tipo com um corpo daqueles, e com a rapidez de execução que tem, nem o Messi lhe tapava o sol.
    E não é o incipiente e vazio VP, que o vai mudar.
    Mais um que se esvaziou que nem um balão.
    http://portodragoinfire.blogspot.com/

  2. O problema é que o Hulk, nos jogos grandes e quando mais se espera alguma coisa dele, ele passa ao lado do jogo e pouco se vê.
    Um gajo com aquele cabedal todo não sei como anda sempre a deixar-se cair. Falta-lhe o Jorge Costa ao lado para ele aprender.

    Abraço

  3. Bom dia,

    O Hulk é um grande jogador, sem duvida. Este ano já foi jogador do mes, 3 ou 4 vezes, ja perdi a conta.

    Pontos Fortes: Velocidade incrivel e potencia de remate.
    Pontos fracos: Passe, sentido colectivo do jogo, Jogo de cabeça.

    Com estas caracteristicas é um jogador perfeito para a nossa liga, onde pode lançar 5 ou 6 raides pelo lado direito, em lances de 1×1, onde é muito forte pela sua velocidade. Pôr um jogador como ele a avançado centro é abdicar das suas melhores caracteristicas, é pouco menos que criminoso.

    O problema de Hulk é que nas ligas mais competitivas, inglesa sobretudo e espanhola, existem 8 a 10 boas equipas e as pequenas dão luta e em que só se vence em equipa.

    Vejo o Hulk a ser vendido no final da epoca este os 35 e os 45M, dependendo da performance da equipa e o seu papel na mesma. Um clube como o PSG ou Málaga seria perfeito para ele e para o FCP, todos ganhariam mais dinheiro.

    PS: Ver o Hulk pedir tantas vezes falta e cartões ao árbitro, é de facto muito estranho. O CR7/10 fazia isto frequentemente na sua chegada ao MU, foi muito criticado, o que só lhe fez bem, pois corrigiu. Mas o CR tinha 18 anos.

  4. Infelizmente o Hulk veio de uma lesão e quando ele perde o embalo, volta sempre a ter que re-iniciar o sistema. Já se tinha visto no jogo contra o Setúbal que com ele em campo tínhamos jogado pior. – Mas, deixe-mo-nos de coisas: já tivemos jogadores semelhantes. Se fossem perfeitos nunca estariam no nosso clube. Nem aos 18, nem aos 23… –
    Quanto ao texto: lá como cá. Estupidez. Um jogador pode ter a força e o peso que tiver, se lhe puxarem o pé de apoio, ou se o desequilibrarem, ele cai. Essa de que um gajo forte não vai ao chão, é conversa de benfiquista.
    Quanto ao Hulk pedir falta e cartões, não gosto. Mas quando ele joga bem, estou-me nas tintas. Cada um tem o seu jeito de ser. E a verdade é que o Hulk joga muitas vezes bem.
    Agora os adeptos só querem jogadores politicamente corretos. O que é uma grande chatice…
    Quanto ao facto de não estar aí nos jogos em que é preciso estar, talvez esse seja um problema do empresário, que lhe deve dizer que ele tem de aproveitar a chance para se mostrar… se lhe dissessem que era apenas para jogar, talvez corresse melhor!…

  5. Já o disse centenas de vezes e acho até muito estranho que ninguém próximo dele lhe faça ver as coisas como elas são. O tempo que perde em quedas e em protestos faz-lhe falta para mostrar o que realmente vale. Enquanto continuar a usar o teatro (mal feito) para tentar sacar faltas e cartões aos adversários continuará a não ser lembrado pelas suas capacidades técnicas e físicas mas só e apenas por ser fiteiro e chorinhas. Principalmente para quem o vê só de longe a longe e não em todos os jogos em que faz.
    Tenho saudades do Hulk que corria com a bola controlada mais rápido que muitos defesas que o apanhavam pela frente. Tenho saudades do Hulk que fazia 80% dos seus remates irem à baliza ou muito próximos dela, agora parece que o objectivo é acertar nos topos das bancadas. E tenho saudades do Hulk da época passada e da anterior que sabia levar a bola até ao ponto certo de a passar a quem estivesse melhor posicionado, agora, quando está de frente para a baliza, é sempre estouro para as bancadas.

    É o que já tenho dito, parecia que vinha com vontade de evoluir, quando veio para o FC Porto, mas já percebi que Deus deu-lhe um alto nível físico (Deus e a muita carne que comeu em miúdo graças ao trabalho do pai) mas deu-lhe a capacidade de aprendizagem em proporção inversa… o que é uma enorme pena.

Deixar uma resposta