Um Portista que boicota é um Portista idiota

Durante o dia de ontem recebi aqui na caixa de comentários um inusitado número de opiniões que urgem a um boicote ao jogo do FC Porto em casa frente ao Olhanense como forma de protesto contra a recente instabilidade na equipa. E a minha reacção primária é a mesma que sempre tive em relação a este tipo de gente que se diz portista e que só vive bem a dizer mal: quem não quiser ir ao jogo que fique em casa, vá até um jardim ler um livro, dê um salto ao cinema, faça o que mais bem entender. Não preciso de ter assobiadores compulsivos nas bancadas e não me importo nada que lá estejam só dez mil mas que esses, you few, you happy few, you band of brothers, estejam para apoiar a equipa de início a fim. E recuso-me a aceitar que um sócio ou simpatizante portista tome este tipo de atitudes quando a situação está difícil e complicada e o apoio da massa adepta é tão importante para que o nosso barco não se transforme num Bolama.

Por isso deixo a contra-proposta: tudo ao Dragão no sábado à noite. Vamos todos em massa ao estádio para apoiar a equipa em mais uma jornada que nos pode colocar na frente do campeonato ou na pior das melhores hipóteses colocar-nos em boas condições para continuar a discutir o título.

Ponham o cachecol ao pescoço, vistam a camisola, ergam a bandeira, vão nus, quero lá saber.

Mas apoiem o vosso clube, principalmente nas horas difíceis.

48 comentários

  1. Esse clima de divórcio entre os adeptos e a equipa foi um dos pilares para a terrível campanha nos jogos em casa na época de 2005.
    O FCP até se tem dado bem fora de portas, onde sabe que é apoiado por um conjunto de adeptos que sao incansáveis e fieis.

    Não misturo paixão ao clube com seguidismo cego. Todos os adeptos têm poder crítico e não há ninguém (seja ou não da claque) que esteja satisfeito com a presente época.
    Mas enquanto uns olham para o resto da época como uma oportunidade para terminar bem aquilo que nasceu torto, outros já atiraram a toalha ao chão e pensam que mais vale começar já a pensar no próxima época.

    Por motivos desportivos, de prestígio e económicos acho uma imbecilidade pensarmos que alguma coisa se resolve assobiando e pressionando a equipa.

    Apoiar até ao final, ser portista não é apenas disfrutar títulos, é também saber que o sucesso do clube passa por todos, desde o simples adepto ao presidente.
    Até ao fim de cachecol em punho e voz afinada a apoiar o FCP.

    A brigada do assobio que veja o jogo em casa por favor.

    1. @ “pedroto”

      peço desculpa pelo que vou afirmar a seguir (e sem pretender ser muito ofensivo), mas «idiota» é quem comenta algo como isso.

      é verdade que tem todo o direito a emitir Opinião – mesmo que «idiotas».
      mas peço-lhe encarecidamente para mudar de ‘nick‘, pois não é digno de tal.

  2. Concordo plenamente. Um verdadeiro DRAGÂO não aparece só para festejar o título. Vai a todo o lado, faça sol ou chuva. Apoia a equipa de início a fim e no final do campeonato fazem-se as contas e critica-se o que há a criticar, mas não enquanto temos hipóteses de sermos campeões.

  3. Claro, até porque as razões para tanta mediocridade são óbvias para muitos e pouco claras para outros.

    No meu caso: se acredito, que o treinador não é capaz de motivar os jogadores, então quem o fará? Os adeptos, claro.
    Se acredito que o treinador não tem coragem de mandar dois berros (e não assobios) lá para dentro para o artista que fizer borrada, então quem o fará? Pois, nós mesmos, os adeptos.

    Mais, indo à natureza da coisa…então se gostamos de futebol e de todo aquele ambiente no melhor estádio do país…vamos ficar em casa? Como protesto? WTF.
    É o país dos “grevistas”…fdx!

  4. Bom dia,

    Como em tudo na vida, nos momentos dificeis, é a união e o enfrentar de frente os problemas que leva à resolução dos mesmos.

    O boicotar, alhear-nos do apoio à equipa, é algo que só vai agravar o estado anímico do plantel.

    A equipa não tem jogado bem, e tem desiludido os seus adeptos.
    Compreendo que os nervos andem em franja, nomeadamente com alguns jogadores que parecem andar a fazer um real favor ao envergar a camisola azul e branca.
    Mas Pinto da Costa não dorme, e não vai na próxima época cometer os mesmos erros.

    Resta-nos continuar a apoiar e esperar a melhor classificação possível, pois só dependemos de nós.

    Abraço

    Paulo

    1. Não dorme? Então tem feito o quê esta época?
      Continua a teoria das palminhas para os meninos coitadinhos que senão podem desmoralizar!
      Um par de berros bem altos para não dizer um par de chapadas , para os pôr em sentido!
      Já estamos em fins de Março , já é hora de mostrar querer, porque futebol, isso não sabem o que é!

      1. Pinto da Costa desde 1982 tem dado provas que não dorme.
        Acredita que esses berros já devem ter sido dados, e que PC já tem na sua mente a próxima época toda planeada e já sabe com os que vai contar.
        O que nos diferencia dos restantes clubes, é precisamente a resolução dos problemas internamente, e não na praça pública.
        Ao longo destes anos PC sempre defendeu os seus treinadores, fê-lo com Fernando Santos, Penta Campeão, quando o engenheiro saiu sob escolta da GNR precisamente de Paços de Ferreira.
        VP só não foi despedido, porque certamente PC avaliou que o problema não seria somente dele.

        A época iniciou mal com as saídas inesperadas de Falcao e AVB.
        No caso do ponta de lança, na altura o mercado estava inflacionado, e para contratar o desejado Leandro Damião não houve dinheiro, pois como se soube mais tarde Falcao está a ser pago em tranches.
        Na questão de VP, a questão internamente parecia ser unânime e natural pelo crédito que VP tinha junto dos atletas. Ver video

        Todavia VP quis introduzir o seu cunho pessoal na equipa, não aproveitanto o trabalho de AVB. Além disto tivemos os mimados Rolando, Fernando e Guarin que estavam ansiosos por celebrar contrato milionário.

        Tudo isto contribuiu para a época inconstante.

        Mas ainda dependemos de nós.
        Paulinho Santos já deve ter virado uns bancos ao biqueiro, por isso vamos continuar a apoiar a equipa e esperar a melhor classificação possível.

        Abraço

        Paulo

          1. Boa tarde Teixas,

            Eu tenho sido um critico do VP, por não entender certas opções tácticas, e por entender que não é um treinador que segure o balneário, que não transmite aquele espirito aguerrido que é apanágio do FC Porto.

            Mas lá por achar isto, não vou deixar de apoiar a equipa, e mais reafirmo a minha confiança no presidente que sabe mais do que ninguém o que o clube necessita para o sucesso, apesar de haver sido cometidos erros no planeamento desta época.

            Abraço

            Paulo

          2. Boas Paulo apesar de o povo espremir se com a epoca foi mal montada houve um grande encaixe por parte do ex treinas que monetariamente e o mais caro do mundo ha uns meses antes do fim da epoca os comentadores televisivos com informacoes penso eu dadas pelo clube ja falavam do (peras) portanto ja nao ha necessidade de falar do inicio da epoca

  5. Para mim é óbvio que quem vai ao estádio, ou vai ao café, ao blogue, pouco importa, para assobiar nas derrotas, não é um portista. Não tenho meio-termo. É um gajo/a que se junta a quem ganha. Equivale a todos os muitos icas que o foram noutras gerações. Um tipo/a que agora está f*** porque nos outros anos se andou a gabar.
    Como disse o Zé Luis, um grunho. Intelectual ou não, na pura das realidades:um idiota.
    E, nada disto quer dizer, não criticar ou não refletir sobre.
    Os assobios são para o Paulo Pesetas Assunção, para o árbitro, e os icas começados por J…

  6. Isso do boicote é um disparate pegado, quem faz esse tipo de propaganda é porque não vai muitas vezes ao estádio, provavelmente nem é sócio e só vai quando estamos em alta, nas fazes más é que se vêem os verdadeiros, eu vou, cheio de medo de apanhar mais uma desilusão mas vou e para puxar do principio ao fim.
    É evidente que esta equipa também me irrita e me chateia, mas bolas o Porto, aliás o mágico Porto é e vai ser sempre nosso, amanhã são outros jogadores mas a camisola é a mesma e é essa camisola que nós vestiremos sempre, não é só quando ganhamos.
    Vamos é encher o Dragão para mostrar aos meninos mimados que se eles não ganham é porque não querem.

    O PORTO É NOSSO
    O PORTO É NOSSO
    O PORTO É NOSSO E HÁ-DE SER
    O PORTO É NOSSO E HÁ-DE SER
    O PORTO É NOSSO ATÉ MORRER

  7. Por acaso eu disse aqui no na 2 ou 3 jornada, que não ia ao dragao por achar que o VP é péssimo.

    Cumpri… não preciso de manifestações de intensão para tomar as minhas próprias decisões!!!
    Também fui um que deu créditos ao VP quando ele venceu o Benfica. Mas a minha opinião é a mesma, o VP não vale o esforço de me deslocar ao Dragão. Vejo os jogos mas pelo menos não perco tempo em deslocações não apanho frio nem chuva e não tenho de levar com o povo todo a dizer barbaridades no metro!
    Cada um é como é nem por isso é mais ou menos idiota que o parceiro do lado!. Viva a democracia…

  8. O que caracteriza e distingue os adeptos do F.C. Porto dos restantes, é os adeptos do F.C Porto serem os mais exigentes.

    É uma carcterística que impede que o clube se torne em algum momento da sua História naquilo que, por exemplo, os lagartos se estão a tornar.

    Não queiram descaracterizar os adeptos do F.C.Porto.

  9. Post muito estranho para ti Jorge… isto não parece nada teu.

    É claro que não pode haver boicotes concertados, isso é ridiculo, agora o Futebol é um espectáculo e, na maior parte das vezes, não é barato.

    Quando se vai ver um espectáculo, seja ele de que for, exige-se qualidade do mesmo, e se os artistas não prestam (no caso de um teatro ou bailado ou opera), nós não voltamos a pagar a espectaculos com a mesma companhia.

    Aqui é algo diferente, pois existe a paixão inerente ao futebol, e os artistas são bons, o maestro é que é uma nódoa, mas isso não invalida que os espectáculos são maus a roçar o péssimo ( e que o atingem muitas vezes esse nível de mediocridade).

    Condeno veemanete qualquer posição concertada de boicote, isso é ridiculo é desprezivel, agora cada um tem o seu direito de não ir ao Dragão por achar o seu dinheiro/tempo mal gasto, enquanto a equipa e seu treinador não o motivarem a isso.

    Eu não ponho lá os pés, por exemplo, pois para mim são no mínimo 100€ por cada jogo, e custumo o fazer 2 vezes por ano, mas este ano vou ficar por 1, pois o espectaculo não me fornece motivos para gastar mais 100€ e ir ver desgraças.

    1. não sei porque é que este post me descaracteriza. e quando aponto o dedo a quem deseja boicotar os jogos do FC Porto faço-o contra os que habitualmente lá vão, que já tomam o dinheiro por gasto. se eu já estou habituado a não ir ver os jogos, em que medida é que um boicote se faria notar? não faz sentido.

      eu vou. sempre fui, sempre irei. e manifesto essa convicção com a força que tenho. não posso fazer mais.

      abraço,
      Jorge

      1. Descaracteriza-te Jorge porque lanças-te um post to fracção o que não te é habitual.

        Eu compreendo-o a indignação, como já referi acima, de boicotes organizados e esses são repulsivos, aliás, para nos fazermos ouvir temos de lá estar, mas o post vai mais além a atacar quem não vai lá e quem assobia, o que são coisas muito diferentes.

        Eu se vivesse no Porto, era Sócio e lá estaria no Sábado como em todos os outros, não assobiava pois não é meu estilo, mas que aqueles gajos e as mães deles iam todos com os ouvidos bem quentes, lá isso iam (isso a jogar com o nível e jogo que tem sido apanágio ultimamente)

        1. não vejo as coisas assim. o boicote implica um hábito de ir aos jogos e a intenção de deixar de o fazer como protesto. não aceito isso, não é digno de um adepto que só quer o melhor para a sua equipa.

          vivo no Porto (no Grande Porto, pronto), sou sócio e no Sábado lá estarei. como em todos os outros. não assobio porque não é o meu estilo mas se me apetecer reclamar com eles, como faço montanhas de vezes durante o jogo, fá-lo-ei. mas estarei lá. lá, onde a acção se passa e reclamarei quando for preciso. mas apoiarei sempre.

          então em que é que somos diferentes? :)

          Jorge

  10. Eu nao posso ir porque vivo fora de Portugal.
    Ia dizer que e nestas alturas que se ve quem e Portista, mas depois reparei que e possivel que ainda sejamos campeoes e estamos a falar de nao apoiar a equipa quando esta “so” pode ganhar o campeonato.
    Que aburguesamento e este? A equipa nao esta a jogar bem? Comparado com o que? Teem visto o Chelsea? O Manchester United? O Manchester City? Ate o “grande” Benfica?
    Acho que precisamos de uma crise a serio que nos ponha a lutar por lugares na Liga Europa para limpar o clube de alguns adeptos.

  11. Não vai,prefere ficar em casa no sofá,pois não faz falta nenhuma,eu já lá vou há 50 anos ouviu(leu bem),e muitas vezes com muita chuva e vento,onde nem conseguia ver nada por causa dos guarda-chuvas à minha frente,e com exibições miseráveis,mas nunca desisti,porque um PORTISTA NÃO DESISTE,se os PORTISTAS desistissem,quando estivemos 19 anos sem ganhar nada o clube tinha acabado,Sábado vou lá estar,se não morrer antes,e com boas ou más exibições,(espero que boas),vamos ganhar.VIVA O PORTO!
    Um abraço

  12. Um adepto que faz tal sugestão de certeza que nem sequer sabe ler …. ir ao jardim ler um livro estará portanto, fora de questão.

    Todos ao estádio a apoiar a equipa. Se eles não corresponderem cabe à direcção tomar medidas. A nós, adeptos, cabe apoiar.

  13. Jorge,

    Sinceramente tambem não entendo os adeptos com memoria curta … não dou para esse peditório … independentemente de tudo que penso sobre as opções do clube, do VP, dos jogadores que estão e os que não querem estar …. SOU PORTO CARAGO !!! e sou-o a 40 anos e não tenho duvidas!!!!
    Custa-me que alguns adeptos não tenham consciência critica sobre o que se escreve nos pasquins e se ouve nas televisões controladas pelo clube do regime … e que se refugiem no facilitismo … mas cada cabeça sua sentença.

    Um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.pt

  14. uma atitude dessas é desresponsabilizar-nos do que acontece numa época.
    e se em épocas de sucesso podemos chamar para nós adeptos, alguma quota parte do mesmo, em épocas mais fracas não podemos alhear-nos e ficar passivamente à espera que seja a equipa a puxar por nós.
    até porque só assim teremos “moral” para no final da época pedir responsabilidades.

  15. Eu sou contra os boicotes mas jamais em tempo algum contra os assobios! Essa agora!!! Gajos que valem 100 milhões (isso cabe onde? num porta bagagens, num quarto-de-banho, numa mala de viagem ou num cartão de crédito?), que jogam devagar, devagarinho e a passo, comandados por um gajo que cruza os braços e vê o jogo que mais ninguem vê, não se pode assobiar? Que raio de portistas somos nós? Agora temos que idolatrar o mediocre?
    Boicotar jamais, mas denunciar o pessimo sempre!

    1. Desculpe, mas não concordo! Se quem não assobia idolatra o medíocre, os mudos são o quê? destituídos de juízo?
      Deixemo-nos de enfatizar essa dos adeptos exigentes! Isso é conversa de chacha… pasta para encher chouriços…
      O problema, amigo, é que os assobios nunca são justos! O Hulk agarra-se à bola, assobios, o Hulk remata para fora, assobios… o Sapu faz uma arrancada, remata a kms ao lado, palmas!… Isto faz sentido?
      A equipe está desestabilizada cai aquele assobio! Como fica a equipe? – tanto faz que ganhem 20 como 100 – fica pior…
      Noves fora as claques, o povo fica sentado à espera que a equipe puxe por ele. Não é ao contrário. Mas, para os assobios o povo já não necessita de ser puxado; sai-lhe fácil!

      – Insulte os homens por andarem devagar, as mâes que não têm culpa, etc…
      Vá esperá-los com cartazes à porta do centro de treinos…
      Demonstre a sua aversão ao péssimo de frente para o visado; arranje um blogue, diga da sua justiça!
      “Atirar” assobios é que não está com nada!

  16. @ Felisberto Costa

    «Eu sou contra os boicotes mas jamais em tempo algum contra os assobios!»

    no meu entendimento, “ser Porto” «é estarmos lá, com a equipa, a acreditar que no último segundo a bola vai acabar por entrar – sem assobios e/ou lenços brancos enquanto a bola estiver a rolar no gramado»
    e porquê?
    porque se assobiares enquanto estiver a decorrer o jogo não estás a ser o 12º jogador da tua equipa do coração mas o 12º jogador da equipa adversária.

    mas este é o meu entendimento sobre como também se pode apoiar a equipa. certamente que haverá outros portistas com outro tipo de pensamentos…

    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)

    Miguel | Tomo II

    1. boas Miguel ha uns anos o pessoal das claques decidiu ver as 1 partes de costas voltadas motivo nao sei mas no entanto sao idolatrados por alguns e estarmos la com a equipa a acreditar que no ultimo segundo vai acabar por entrar, e ter fe, mas tambem masoquismo eu ja boicoto faco blaCKout depois dos jogos nao me pronuncio nem bem mal E VIVA A DEMOCRACIA

  17. ja agora se voce aceitar vou parafrasear o poeta que disse QUE O FUTEBOL E COISA MAIS IMPORTANTE, DAS COISAS QUE NA REALIDADE NAO TEEM IMPORTANCIA PARA NADA

      1. Penta, até ai eu já tinha percebido, eu queria perceber era o porquê, ora então tem contrato ainda, logo ainda está a receber, não é activo até ao fim do contrato por que razão??

  18. Concordo inteiramente cm o que escreveste Caro Jorge, podemos não gostar mas temos de continuar a apoiar, sobretudo nesta recta final do campeonato !

    Olha já agora, criei um blogue de futebol há pouco tempo e procuro sites para parceria, ou seja, troca de links. Estas interessado?

    Agradeço resposta no meu projecto :

    http://poressaeuropafora.blogspot.pt/

    Grande Abraço !

        1. metade eficácia e outra metade de “é sexta-feira à noite, acabei de escrever o post para amanhã publicar e estou a vegetar em frente ao portátil”. de qualquer maneira, funciona!

          Jorge

  19. Pois, boicotes… se por exemplo, eu o Manuel Moutinho, o Reine e outros com um bocadinho de mais idade fossemos por aí, o F.C.Porto já não existia…
    Passamos não um, mais quase duas décadas a vê-los perder…
    Na época passada ganhamos tudo, esta ainda podemos ser campeões e há “portistas” que apelam ao boicote?
    Coitado do F.C.Porto se tiver de contar com essa gente.

    Abraço

Deixar uma resposta